Agressividade no trânsito homem gritando

Por que a agressividade no trânsito pode ser muito perigosa

Por que a agressividade no trânsito pode ser muito perigosa
4 avaliações

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Poucas pessoas se atentam a essa condição, mas a agressividade no trânsito está se tornando cada vez mais constante e comum a muitas pessoas. E isso pode ser um péssimo sinal.

Segundo uma das teorias de Darwin, a agressividade presente em todos os animais, incluindo os seres humanos, é normal, faz parte do instinto de preservação e seleção natural da espécie. Afinal, ela é necessária desde a era pré-histórica para defender territórios, outros animais da mesma espécie e alimento.

No entanto, atualmente este é um conceito que vem ganhando proporções desnecessariamente grandiosas em alguns quesitos da vida do ser humano, como no trânsito, por exemplo. Por isso, trouxemos este artigo na tentativa de esclarecer porque a agressividade no trânsito pode ser muito perigosa, muito mais do que se imagina.

Entendendo o conceito de agressividade no trânsito

A agressividade no trânsito, também chamada de direção ofensiva, pode ser definida como um modo egoísta, impaciente e pouco seguro de conduzir um veículo. Como dissemos anteriormente, a agressividade é algo natural em todos os animais vivos. No entanto, quando falamos de seres humanos, ela pode ganhar tons mais perigosos.

Algumas pessoas enxergam seus veículos como uma espécie de armadura, uma bolha de proteção que permite a elas serem mais agressivas na condução do veículo, colocando a vida de outros motoristas, pedestres e ciclistas em risco, ou serem mais violentas no trato com as pessoas ao entorno, muitas vezes ofendendo e promovendo brigas perigosas e desnecessárias.

Comportamento Violento

Vale dizer que, nem sempre as pessoas agressivas ao volante, são agressivas no dia a dia, quando estão fora do veículo, por exemplo. Um bom exemplo disso é o desenho do pateta, chamado “Senhor volante”, onde um cidadão pacato se transforma em um louco, toda às vezes que entra no carro e o liga.

Vídeo sobre agressividade no trânsito

Apesar de estarmos usando um desenho animado como exemplo, estamos falando de um comportamento humano muito comum, gerado pela sensação de poder e proteção que um veículo muitas vezes pode causar as pessoas.

Existem casos em que a agressividade no trânsito não se trata de uma constante, mas sim apenas de um reflexo de um momento difícil da vida do motorista. Nestas situações, é muito mais comum as pessoas perceberem que algo está errado e evitarem esse tipo de comportamento.

Por que a agressividade no trânsito pode ser muito perigosa?

A resposta para essa pergunta é simples: pessoas que se tornam agressivas ao volante são mais propensas a sofrerem acidentes de trânsito, perderem o controle em situações mais sérias e até mesmo provocar brigas que poderiam facilmente serem evitadas em outras situações simplesmente por se sentirem protegidas ‘imunes’ a qualquer perigo, dentro do veículo.

Além disso, pessoas que dirigem de maneira agressiva infringem mais as regras de trânsito. E acredite, este é um comportamento que está se tornando cada vez mais comum. Segundo uma pesquisa realizada pela Seguradora Líder, empresa responsável pelo seguro DPVAT, mais de 78% dos motoristas que participaram da pesquisa alegaram ter comportamentos agressivos ao volante. A mesma pesquisa mostrou que 56% dos acidentes ocorridos foram provocados pelo mesmo motivo: agressividade no trânsito.

Como melhorar o comportamento agressivo?

Se você sente que se torna mais agressivo ao dirigir, vale a pena começar a identificar os motivos que funcionam como gatilho para esse tipo de comportamento e corrigi-los para se tornar um motorista melhor. Fazendo isso, você protegerá sua vida e a das demais pessoas. Nesse sentido, a psicoterapia pode ser um excelente processo para o desenvolvimento de comportamentos mais assertivos.

É importante procurar um psicólogo e tratar esse comportamento antes que coloque sua vida e a de outras pessoas em risco. Por um trânsito mais saudável, por um trânsito mais tranquilo.

Gostou deste artigo? Que tal conhecer mais sobre assertividade? Ficou com vontade de encontrar um psicólogo para ajudar você em suas demandas? Visite a Vittude e encontre um terapeuta que combine com você. Você pode fazer terapia online, do conforto da sua casa!!

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade.