Aplicativos de relacionamento

7 aplicativos de relacionamento para um novo amor na quarentena

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A oportunidade de explorar os aplicativos de relacionamento chegou com a quarentena. Como o contato direto está limitado, a tecnologia pode ajudar quem está em busca de viver um amor arrebatador!

Durante a quarentena, os principais apps de namoro registraram um aumento de encontros virtuais e troca de mensagens entre os brasileiros. Uma pesquisa do Happn, concorrente do conhecido Tinder, destacou que 54% dos usuários não se importavam em ter o primeiro encontro via videoconferência.

O convívio social pode estar limitado, mas, como é esperado do ser humano, formas alternativas foram encontradas para suprir a necessidade de conexão com outras pessoas.  

E se esse período tem te deixado mais ansioso(a) que o normal, a gente te ajuda a enfrentar essa quarentena vencendo a ansiedade. Que tal se divertir mais? 😉

Vencendo a ansiedade

Aplicativos de relacionamento: a oportunidade para se reinventar na quarentena

Ainda existe um receio em relação aos aplicativos de relacionamento, geralmente pintados como “aplicativos de sacanagem”, entre as pessoas mais reservadas e sem jeito com as novas tecnologias. Pessoas com mais idade, em especial, podem encontrar dificuldade em enxergar a dinâmica de relacionamentos virtuais com bons olhos devido à falta de costume.

É preciso entender que você, como usuário, está no controle para decidir que tipo de relacionamento deseja cultivar a partir do primeiro contato no aplicativo.

Não precisa aceitar propostas mais ousadas se não quiser. Você pode procurar por pessoas interessadas em relacionamentos sérios ou quem deseja algo mais casual, sem necessidade de planejar o amanhã. Se encontrar alguém desagradável, é mais fácil cessar o contato.

Esses aplicativos são perfeitos para aliviar a solidão do isolamento social e ajudam a encontrar um parceiro com interesses semelhantes. Assim, a probabilidade de encontrar alguém parecido com os seus ideais (cuidado para não exagerar nas exigências!) é maior.

Além do mais, esses relacionamentos virtuais são também formas de distração do momento atual. Passar o dia somente pensando no pior é enlouquecedor, por isso, os aplicativos de relacionamento podem ser úteis para levantar o humor, diminuir a saudade e sair da zona de conforto.

Afinal, diante de condições adversas, é preciso encontrar formas inteligentes e prazerosas de cuidar da saúde mental e, de alguma forma, seguir com a vida. E nada como um novo amor para dar uma elevada na sua autoestima, não é?

Trilha autoestima

Aplicativos de relacionamento para experimentar

Abaixo, estão os principais aplicativos de namoro. Eles estão disponíveis tanto para o sistema Android quanto o iOS. Os aplicativos possuem funcionalidades semelhantes, portanto, a escolha depende muito do gosto pessoal.

Tinder

Possivelmente o aplicativo mais conhecido do momento, o Tinder já juntou milhares de brasileiros antes e durante a quarentena. Após baixar o app e criar o perfil com foto, o usuário pode iniciar a busca por pessoas localizadas até uma determinada distância. Os perfis aparecem no formato de cartões com fotos.

Os perfis que despertaram o interesse são deslizados para a direta enquanto os que não causaram impactos seguem para a esquerda. Para dar match (uma tradução próxima seria “para combinar”), os usuários precisam gostar, ou dar um like, no perfil um do outro. Assim, o papo já pode começar.

A partir deste ponto, é só continuar conversando para conhecer a pessoa e marcar encontros virtuais.

Happn

O Happn é um concorrente direto do Tinder, igualmente popular no mercado de aplicativos de relacionamento. Nele, o usuário consegue encontrar o perfil de pessoas que estão fisicamente próximas.

Em virtude da pandemia, o aplicativo aumentou a distância permitida para buscar encontros de 250 metros para 90 quilômetros! Ainda assim, os contatos que estão em uma distância mais curta têm preferência.

Quando algum usuário estiver perto, uma mensagem de aviso aparece, mostrando o perfil da pessoa. O próximo passo é simples: chamar a pessoa para conversar, se ela conseguiu fisgar o seu interesse.

Badoo

O Badoo é um veterano no ramo de relacionamentos online. Com um visual intuitivo e de fácil compreensão, o aplicativo disponibiliza os perfis dos usuários, possibilidade de conversas privadas com quem mostrou interesse e filtros de busca. Esses filtros, na verdade, existem em todos os aplicativos e possuem poucas diferenças entre si.

Eles ajudam a especificar detalhes para facilitar a busca do perfil desejado, incluindo fatores como idade, gênero, interesses, tipo físico, localização, objetivo (amizade também conta!), idiomas e status civil.

O aplicativo costumava apresentar muitos perfis falsos, mas melhorou o seu mecanismo de funcionamento para verificar a identidade dos usuários. Através de uma foto do rosto, o Badoo consegue dizer se a pessoa é real ou confirmar se é quem realmente diz ser.

Bumble

Com mais de 90 milhões de usuários, o Bumble é multiuso, ou seja, funciona para buscar amor e amizade. O aplicativo também permite fazer networking, buscando perfis profissionais semelhantes.

A opção romântica, o Bumble Date, contudo, é a mais popular. O app é considerado uma alternativa mais segura para as mulheres, pois elas fazem o primeiro contato. A pessoa contatada tem até 24 horas para responder. Caso contrário, a conexão desaparece.

ParPerfeito

O ParPerfeito é outro aplicativo que está há muito tempo no ramo de namoros online no Brasil, mas na forma de site. Agora, conta com aplicativos para aproximar as pessoas e proporcionar relacionamentos.  

Com um refinado sistema de buscas, é possível encontrar diversas pessoas compatíveis com o seu perfil. O mecanismo de interação é igual aos demais: quando avistar alguém legal, o usuário envia uma mensagem privada. Nas notificações, ele pode checar quem visitou o seu perfil, quem o adicionou e quem deixou “piscadinhas”.

Um dos destaques do ParPerfeito é a segurança que o aplicativo de relacionamento oferece aos usuários. Se alguém apresentar um comportamento inadequado, é possível denunciá-lo para que seja notificado pelo aplicativo. Caso haja necessidade, a conta pode ser expulsa.

Grindr

O Grindr é um aplicativo totalmente voltado para a comunidade LGBTQI+, incluindo gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, entre outros. Entretanto, costuma ser visitado principalmente por homens homossexuais e bissexuais.

Embora permita a inserção de características como etnia, tipo físico e saúde sexual, o aplicativo não proíbe criar nomes fictícios nem exige o uso de fotos. Porém, as pessoas com fotos e nomes reais recebem mais destaque. Também não é necessário tornar a idade pública, logo o usuário apenas passa essa informação para quem desejar.

Os usuários podem favoritar ou bloquear os perfis, bem como escolher iniciar uma conversa com a pessoa escolhida. Uma função diferente é a possibilidade de deixar “biscoitos” no perfil. Essa opção faz alusão à gíria que surgiu na internet para se referir ao ato de deixar elogios e likes em fotos chamativas.

Her

O Her é uma opção para mulheres homossexuais e bissexuais. Apesar de ser um aplicativo de namoro, também permite a formação de amizades. Basta a usuária sinalizar no perfil quem deseja encontrar.

A entrada de homens é proibida para que as mulheres tenham mais privacidade e segurança. Por conta disso, o aplicativo possui um sistema de verificação de identidade. Esse recurso também previne a criação de contas falsas.

Além das conexões românticas, o aplicativo também promove a organização de encontros LGBTQI+ e compartilha notícias de interesse do público-alvo.

Novas funcionalidades dos aplicativos de relacionamento

Para se adequar ao cenário da pandemia, os aplicativos de relacionamento também precisaram se reinventar. Além de modificações no aumento do raio para encontrar pessoas, alguns aplicativos disponibilizaram opções exclusivas.

O Tinder, por exemplo, pretende lançar um recurso de videochamada para encontros virtuais. O Bumble, que possui esta opção desde 2019, viu o número de usuários crescer durante a quarentena. A opção de vídeo aumentou 38% somente entre fim de março e começo de maio.

Em abril, o Tinder havia criado a opção “passaporte”, a fim de promover interações virtuais entre pessoas de diferentes países. Esta, porém, foi apenas uma modificação passageira.

Os próprios usuários dos aplicativos costumam estender as conversas para o WhatsApp, que costuma ser sinônimo de papos mais reservados, ligações e videochamadas.

Dicas rápidas para usar aplicativos de relacionamento

Antes de começar a usar alguns dos aplicativos disponíveis hoje, você precisa estar sempre ciente da sua segurança no mundo digital.

Algumas dicas de etiqueta online para iniciantes envolvem não passar dados pessoais ou informações comprometedoras, tomar cuidado com perfis falsos e, caso seja possível, marcar o primeiro encontro em um local público e movimentado.

Somente compartilhe informações de caráter mais pessoal quando conhecer melhor a pessoa com que você está interagindo.

As videochamadas, além de ajudarem a abrandar o sentimento de solidão causada pela pandemia, também servem para provar a identidade da pessoa. Use-as para verificar se você está conversando com alguém real e não um perfil inventado.

Essas dicas não são para assustar, mas, sim, para promover o bom uso da internet e dos aplicativos de relacionamento. Eles são muito bacanas e têm colaborado muito para o bem-estar mental de muitos brasileiros, só que também demandam alguns cuidados especiais.

Tenha certeza que está conversando com uma pessoa madura e autêntica, que não precisa de máscaras para estar confortável com a sua individualidade.

Se precisar de ajuda, conte com os psicólogos da Vittude!

Por fim, não desista! Se precisar de ajuda para entender se você está pronto(a) para um novo relacionamento, ou se ainda não é o momento, não hesite em conversar com um profissional.

Banner relacionamento

E se quiser seguir na busca de um novo amor, invista em outras conversas se o primeiro papo foi chato. Pode demorar um pouco para encontrar a pessoa certa, mas não é impossível.

Muitos brasileiros já firmaram relacionamentos sérios e casamentos através desses aplicativos. É uma questão de paciência e afinidade.

Gostou do artigo? Então, que tal compartilhá-lo com seus amigos para que eles também possam encontrar o amor durante a quarentena?

E para ler mais conteúdos originais do Blog Vittude sobre relacionamentos, confira a lista abaixo:

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta