Categoria: Bem-estar

Entendendo o equilíbrio da vida

Entendendo o equilíbrio da vida

  |  Tempo de leitura: 1 minutos

Dentre uma das questões que estão no simplificar a vida está a busca da vida por equilíbrio. O equilíbrio tão desejado Todo mundo mundo tende a buscar o equilíbrio na vida, mas a busca dessa vida equilibrada nos leva aos pensamentos e comportamentos dicotômicos. Ou seja, 8 ou 80, tudo ou nada.Por exemplo, nas dietas: ou as pessoas comem de tudo ou fazem tanta restrição que não comem nada. E aí, quando a dieta para é tomada pela compulsão. Um claro sinal de que não houve qualquer equilíbrio. Hoje em dia parece que está na moda ser uma pessoa zen. As pessoas passaram a repetir os termos gratidão, empatia e espiritualidade como se elas fossem quase um poste ou um alface, isentos de emoção e sentimentos. Então, as pessoas não se permitem sentir tristeza, raiva ou frustração por achar que esses sentimentos são ruins… Contudo, elas não se lembram que...

Continue lendo
Transformação social em tempos de crise

Transformação social e saúde mental em tempos de crise

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Estamos passando por tempos críticos, de crise. E passar por uma crise nunca é fácil, mas podemos enxergar as oportunidades presentes. É provável que quando você pense em alguma crise que viveu, haja algum retorno para uma memória de dor e desconforto no enfrentamento dela, mas algo possivelmente foi transformado depois desse episódio.  Você pode avaliar essa transformação como positiva ou não. Isso não muda o fato, no entanto, de que as crises, de forma mais ou menos forçada, tendem a nos impulsionar para mudanças. Tempos de crise e a oportunidade de melhorar É provável que a quarentena esteja mexendo com cada um que leia isso de uma forma diferente.  Isso acontece porque vivemos em realidades objetivas e subjetivas muito diferentes. Isso quer dizer que não há forma certa de se emocionar diante dessa situação, mas há uma pergunta em comum que podemos fazer a depender desse estado subjetivo: como...

Continue lendo
Convivência familiar

Convivência familiar e afetiva em realidade de pandemia

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Refletir sobre como estar inserido em ambientes comuns junto às pessoas que gostamos, que crescemos, que nos casamos, que nos unimos, têm levado aos mais variados estados de ânimos coletivos e individuais (se assim é possível afirmar). Sobre a convivência familiar na realidade que enfrentamos. As formações em família incluem distintas idades, gerações, preferências, costumes, hábitos e tantos fatores que podem tornar as afinidades um quesito distante, nos dando a impressão de que nem existem. Os sentimentos por nossos entes queridos não têm sustentado tantas horas de convívio em muitas famílias. As rotinas anteriores que nos faziam ficar afastados e ansiarmos em chegar em casa para assistir juntos aquele filme ou série, para jogar aquela partida no vídeo game, para fazer aquela receita que compartilhou com um(a) amigo(a), o churrasco a ser marcado para o final de semana e encontrar com amigos e ou familiares. A convivência familiar na realidade...

Continue lendo
Mente x Pandemia: E agora? E o depois?

Mente x Pandemia: E agora? E o depois?

  |  Tempo de leitura: 3 minutos

Pandemia, isolamento social, quarentena, confinamento, “fique em casa”. Mas também não é férias, não pode sair. O que é então? São palavras/expressões nas quais mais ouvimos nos últimos dias, ou melhor, nos últimos meses. Questionamentos frequentes que surgem com tamanha surpresa, medo, incerteza e muita angústia de não saber até quando seremos submetidos a um momento que pegou todos nós desprevenidos, acabando com quaisquer planos ou projetos pessoais que, ou não importam mais, ou que não são mais prioridade. Quando pensamos que teríamos a oportunidade de experimentar ao menos uma parcela do que viveram nossos ancestrais, até um tempo atrás, contadas aos filhos e netos, descansada em livros de História? Pandemia no século XXI: a história sendo vivida Querendo ou não, estamos vivendo um período que, certamente, seria impensável por qualquer um. Talvez nem em sonhos ou algo que se assemelhasse a uma narrativa imaginária/ilusória. Ou, se fizesse presente, nada...

Continue lendo
Imposições na pandemia

Imposições na pandemia e perspectivas para o cuidado de si

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

O ser humano é gregário! Como isso é perceptível durante a pandemia e a imposição de distanciamento social. Não tocar, não se aproximar, ficar em casa, usar máscara ao sair são, entre as obrigações para conter o contágio, as que mais afetam a sensibilidade individual. Após praticamente 4 meses, sentimos saudades de familiares e amigos, colegas e até de estranhos, com quem travamos contato no dia a dia pela rua. De modo mais extremo, as pessoas que passam sozinhas a longa quarentena em casa, sentem a falta de ver alguém presencialmente e carecem de qualquer toque físico humano. É um período único de vida, desconhecido da imensa maioria das pessoas, desconhecido pelos coletivos sociais. Os efeitos da pandemia no contexto social A fim de dizer de que lugar (episteme) falo, afirmo que a construção do sujeito se dá em um coletivo, em uma família ou na falta dela. Em uma...

Continue lendo
Sono e pandemia

Sono e os efeitos da pandemia podem ter uma boa relação?

  |  Tempo de leitura: 2 minutos

Nesses tempos de pandemia e isolamento social, parece que houve uma interrupção brusca na busca constante de felicidade e serenidade que a vida pode nos proporcionar. Todavia, ao que parece, o que realmente tem nos movido nesses dias é saber que o universo é muito mais complicado e complexo do que imaginávamos. Assim, se você está com medo, angustiado, preocupado, choroso e com seu sono perturbado, há grandes indícios de que você está com a saúde mental em dia, afinal, esses são os afetos adequados para a situação em que vivemos. Distúrbios de sono aliados ao TEPT Estudos sugerem que mais de 90% das vítimas de um desastre natural – e uma pandemia podem ser assim considerada – sofreram distúrbios do sono como a insônia. Uma grande porcentagem deles também desenvolveu sintomas de síndrome de estresse pós-traumático (TEPT) e depressão, que continuaram por até dois anos após o evento. Além...

Continue lendo