Categoria: Estresse

Estressei, e agora?

Estresse: estressei, e agora?

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Não posso generalizar e dizer que todos estão insatisfeitos com as funções que exercem, mas muitos gostam SIM do que fazem. No entanto, não conseguem eliminar um fator decisivo na sua queixa, que é o cansaço e o estresse que vivem no trabalho. Percebo muitos profissionais queixando-se de muitas horas de trabalho. Muitas tarefas atrasadas, muita vontade de ser reconhecido profissionalmente e esse desejo nunca se realiza. O que acontece é que muitos profissionais entram numa competição contínua consigo mesmos para realizar um ótimo trabalho, serem reconhecidos e, como consequência, terem qualidade de vida e satisfação profissional. Esse processo da busca pela satisfação profissional consome muito, e na maioria das vezes gera altas jornadas de trabalho. E é aí que começa a impactar na qualidade de vida, no ambiente familiar e no trabalho. Você já pensou que NÃO é a quantidade de horas que fará você ser produtivo? Quanto mais horas...

Continue lendo
Violência contra a mulher em isolamento social

Violência contra a mulher em isolamento social

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Devido à pandemia da Covid-19 passamos por uma situação incomum em nossas vidas e percebemos diferentes impactos decorrentes disso. O momento atual não traz consequências apenas para o cenário econômico, mas também para aspectos sociais e individuais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, com o isolamento social, uma das consequências observadas foi o aumento de casos de violência contra a mulher em diferentes países. Reconhecendo os tipos de violência contra a mulher Saber identificar uma situação de violência é o primeiro passo para pedir ajuda. A Lei Maria da Penha, que tem como objetivo combater e prevenir a violência contra a mulher, descreve cinco tipos de violências: 1. Psicológica – ações que ferem a autoestima e causam dano emocional (ex.: ameaças, xingamentos, humilhação, isolamento, perseguição, entre outras); 2. Física – qualquer ação que prejudique a integridade física ou a saúde corporal (ex.: beliscões, empurrões, tapas, socos, puxar cabelo...

Continue lendo
Uma reflexão sobre a síndrome de burnout

Uma reflexão sobre a Síndrome de Burnout

  |  Tempo de leitura: 3 minutos

A Síndrome de Burnout refere-se a uma exaustão prolongada e à diminuição do interesse em trabalhar, pois o motivo primário do esgotamento está correlacionado com a atividade/ambiente profissional. Para identificar os primeiros sinais, deve-se levar em conta 3 aspectos que devem ser observados: esgotamento emocional, distanciamento afetivo e sensação de impotência, perda de sentido de realização profissional. Os sintomas podem ser físicos ou psíquicos, e o indivíduo pode sentir: estresse, dores, cansaço, desânimo, apatia, falta de interesse, irritabilidade, alteração no sono e apetite e tristeza excessiva. A síndrome revela uma incompatibilidade entre o relacionamento do indivíduo com seu trabalho. Parece existir uma falta de conexão nas esferas: volume de trabalho, controle, reconhecimento, equipe, justiça e valores. O alerta para a Síndrome de Burnout O início dos sintomas pode se dar pelo acúmulo de tarefas, responsabilidades, exigências e pressões sofridas pela alta demanda de trabalho. Pode-se dizer que é um colapso...

Continue lendo
Estresse no trabalho e na vida pessoal

Estresse no trabalho e na vida pessoal

  |  Tempo de leitura: 2 minutos

Como você responde a situações que podem ocasionar episódios de estresse em seu dia a dia? Suas insatisfações não respondidas podem desencadear uma série de emoções e sentimentos e, num grau elevado, o adoecimento mental. Estresse, um resultado de insatisfações O conceito de saúde está vinculado a uma adaptação ativa à realidade, e qualidade de vida implica em satisfazer necessidades e alcançar expectativas. Na vida pessoal e profissional, as expectativas traçadas são determinantes para o seu nível de satisfação. Como passamos no trabalho a maior parte de nossa vida, será da qualidade de suas condições que decorrerá uma vida melhor, com menos desgaste físico e emocional. Ou seja, quando acentuados, podem levar à corrosão da dignidade e da vontade. As satisfações ou insatisfações provenientes do ambiente psicossocial do trabalho refletem na vida pessoal, ao mesmo tempo em que as realizações e problemas da vida pessoal refletem no trabalho. Os fatores...

Continue lendo
Síndrome de Burnout, a estafa profissional

Síndrome de Burnout, a estafa profissional

  |  Tempo de leitura: 2 minutos

O Burnout é um processo iniciado com excessivos e prolongados níveis de estresse no trabalho. Seus efeitos podem prejudicar o trabalhador em níveis individual, profissional e organizacional. Contextualizando o Burnout Burnout (do inglês to burn – queima), Síndrome de Burnout é a depressão precedida por um completo esgotamento físico, também denominada esgotamento profissional ou ocupacional, assim definida pelo psicanalista alemão Freudenberger, nos anos 1970. Entre os fatores de risco para a saúde do indivíduo estão: em primeiro lugar a depressão; em segundo lugar o estresse elevado associado à incapacidade por parte do indivíduo em lidar com esse estado (46%) e; em terceiro, os primeiros associados (147%), segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde). Os autores constataram que indivíduos que trabalham em condições de muitas demandas psicológicas associadas a baixo poder de decisão tem maior prevalência de depressão quando comparados a trabalhadores não expostos a essa condição (Mausner-Dorsch e Eaton, 2001)....

Continue lendo