Categoria: Psicoterapia

Quanto vale sua saúde mental?

Saúde mental e psicoterapia: cuide de você!

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Vivemos uma época da sociedade em que tudo é muito acelerado, as vidas das pessoas estão num ritmo nunca imaginado na nossa história. Podemos chamar essa época como a “Era do Capitalismo”, onde o ser humano trabalha muito, vive na correria, desfruta pouco da sua própria vida e mal cuida da saúde mental. A saúde tanto física quanto mental vai ficando de lado nessa correria do dia a dia. Assim, pode-se notar um adoecimento cada dia maior das pessoas, tanto de novas doenças físicas que tem surgido quanto de transtornos mentais diversos. É natural deixar a saúde de lado em meio a tantos afazeres do dia a dia, mas o impacto que isso terá no futuro será catastrófico nas pessoas e na sociedade. Quanto vale sua saúde? Você já parou para pensar nisso? Ou nem tem tempo de pensar. Quanto você gasta com lazer, roupas, calçados etc.? Esse momento que...

Continue lendo
Embotamento emocional

Embotamento emocional

  |  Tempo de leitura: 2 minutos

O embotamento emocional é definido como uma dificuldade de sentir e expressar emoções autênticas, porém é muito mais do que isso. Trata-se de um modo desadaptativo de lidar com contextos (estímulos, pessoas e ambientes) geradores de emoções negativas. Normalmente adotamos esse modo de ser muito cedo, ainda na infância ou adolescência, quando passamos por experiências onde necessidades emocionais fundamentais não foram atendidas de forma adequada. São elas: segurança, base estável, amor, aceitação, pertencimento, elogio, limites realistas, validação de sentimentos e emoções, etc. E, ao contrário, sofremos ou tivemos a sensação de abandono, rejeição, desconexão, abuso, violência, falta de limites realistas etc. Embotamento emocional: modo piloto automático O embotamento emocional (ou modo piloto automático) trata-se de uma maneira de sobrevivermos ao sofrimento e nos protegermos de emoções negativas, nos fechando emocionalmente. Teve seu propósito em algum momento, porém, não é o modo mais eficaz para enfrentarmos essas situações, visto que os...

Continue lendo
A descoberta e o desenvolvimento de valores e metas

A descoberta e o desenvolvimento de valores e metas

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Você já parou para pensar na relação de se estabelecer valores e metas em sua vida? E como a psicoterapia pode ajudar em suas descobertas e desenvolvimentos? Valores Você já chegou ao final de um dia cansado, mas sentindo que fez aquilo que era importante? Já sentiu que não teve um dia cheio, e, apesar disso, teve a impressão de que perdeu algo importante? Essas experiências têm relação com o quanto nossas ações estão ligadas aos nossos propósitos, a uma vida que faça sentido para nós. Ou seja, o quanto agimos conforme nossos valores! Mas o que significa “seguir nossos valores”? Valores: direções de vida que trazem sentido para o presente. Primeiro, é importante dizer que nossos valores estão intimamente relacionados aos nossos comportamentos e ações. As palavras com que os descrevemos são só uma parte. Por isso, quando estamos descobrindo ou desenvolvendo valores, nós pensamos em ações e palavras que...

Continue lendo
Sobre a terapia da fala

E adianta falar? Sobre a terapia da fala

  |  Tempo de leitura: 3 minutos

A comunicação, com fala ou não, é uma habilidade animal básica, por meio de nosso corpo recebemos e transmitimos informações que são complexificadas à medida em que nos inserimos em comunidades. No coletivo, graças a cooperação e troca de informações, conseguimos somar os pequenos esforços individuais em projetos coletivos maiores.  A terapia da fala de Freud Freud, em sua obra intitulada “Mal-estar na civilização”  analisa o encontro entre o indivíduo e a sociedade. Ele vê a sociedade e suas regras sociais como a responsável pela frustração das necessidades do sujeito, castração. A partir dessas frustrações o sujeito vai se constituindo psiquicamente e também encontra a porta de entrada para as neuroses.  A terapia da fala, proposta por Freud, foi uma ruptura das tendências do campo médico, pelo reconhecimento da importância da trama psíquica nos adoecimentos físicos. Porém, fora dos muros das ciências da saúde, a terapia da fala é uma...

Continue lendo

5 passos para a resolução de problemas

  |  Tempo de leitura: 3 minutos

Problemas fazem parte da nossa existência. Eles podem ser mais graves ou não, podem estar sobrepostos e nos acompanharem ao longo da vida. Em grande parte das vezes, não podemos controlar a frequência e intensidade em que eles aparecem, mas podemos aprender formas mais eficazes de lidar com eles, desenvolvendo a habilidade na resolução de problemas. O que diz a Terapia Cognitivo Comportamental Na terapia cognitiva existem técnicas que chamamos de Solução de Problemas. Invariavelmente, as habilidades que precisamos pra solucionar problemas são desenvolvidas na infância e vão se aprimorando ao longo da vida. Você pode ter tido experiências iniciais que favoreceram isso ou não. Muitas vezes porque não teve exemplos muito eficazes, ou foi muito superprotegido por quem cuidava de você, e então não desenvolveu bem essa capacidade de lidar com muitas dificuldades. Contudo, a Psicoterapia Cognitiva pode ser usada para desenvolver e ensinar essas habilidades básicas de solução...

Continue lendo
Terapia em grupo

Terapia em grupo: um relato sobre expectativas

  |  Tempo de leitura: 3 minutos

A terapia em grupo gera certo estranhamento para você? Eu entendo. Ecoar para as quatro paredes as próprias verdades e imperfeições, dentro de um grupo, pode ser sinônimo de insegurança, incertezas, curiosidade e expectativa. Entretanto, pude atuar como terapeuta grupal em certa ocasião, na faculdade, e posso afirmar que, no início, as dificuldades também se sobressaiam. Resultado: um integrante do grupo que chega, outro que vai embora, o entrosamento necessário para os que ficam, a demanda individual de cada um se ajustando no todo e, no final, o TODO se formando, com identidade e contornos mais bem definidos. Terapia em grupo: tempos individuais Na terapia em grupo os tempos de fala e escuta se organizam em uma dança de ritmos variados. De tal forma que a canção que toca pode ser de consolo, empatia, estranhamento, julgamento, amparo, desdém, compreensão, ressignificação e tantos outros sentidos possíveis. De fato, quando não somos...

Continue lendo