Categoria: Relacionamentos

Comunicação-Não Violenta_ Um Jeito de Ser

Comunicação Não-Violenta: Um Jeito de Ser!

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Comunicação Não-Violenta: já ouviu falar? A Comunicação Não-Violenta – a CNV -, mais que uma teoria ou uma técnica, é um jeito de ser desenvolvido por Marshall Rosenberg e “algumas pessoas usam a CNV para responder compassivamente a si mesmas; outras, para estabelecer maior profundidade em suas relações pessoais; e outras, ainda, para gerar relacionamentos eficazes no trabalho ou na política. (…) (…) No mundo inteiro, utiliza-se a CNV para mediar disputas e conflitos em todos os níveis.” (ROSENBERG, 2006, p. 32) O objetivo desse jeito de ser, é encontrar uma maneira de se relacionar e se comunicar deixando vir à tona aquilo que é positivo em nós e nos outros, com amor, empatia, respeito, compreensão, preocupação, gratidão e compaixão. “A CNV nos ajuda a nos ligarmos uns aos outros e a nós mesmo, possibilitando que nossa compaixão natural floresça.” (ROSENBERG, 2006, p. 32) A todo momento e em diversos...

Continue lendo
7-dicas-para-se-comunicar-melhor-e-ter-relacoes-mais-saudaveis

7 dicas para se comunicar melhor e ter relações mais saudáveis

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Todos nós, em algum momento de nossas vidas, já nos encontramos em alguma situação em que a sensação era de que não estávamos falando na mesma língua de outra pessoa, gerando conflitos e desentendimentos que poderiam ser resolvidos caso a comunicação e a compreensão melhorassem. O diálogo adequado evita que um simples problema e/ou uma interpretação equivocada se tornem um grande empecilho nos relacionamentos: seja com a família, com os parceiros românticos, com os amigos, com colegas de trabalho etc.  A falta de uma comunicação efetiva pode afetar todas as relações à nossa volta, já que quando você não comunica para o outro qual as suas necessidades e o que você não gosta, ele vai entendendo que “tudo bem” ele continuar agindo da maneira que julga adequada, e pode, muitas vezes sem intenção, acabar nos magoando. O intuito da comunicação é que as pessoas juntas ajustem a relação a fim...

Continue lendo
ANO NOVO, DESEJO VELHO

Ano novo, desejo velho

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Todos reagem ao ano novo, ao ciclo novo, a essa transição. Mesmo os que preferem passar a véspera sem nada especial que a torne diferente de qualquer outro dia, mesmo quem prefere dormir mais cedo para não ver a transição. Todos reagem ao ano novo, e dizer que não é afetado por ele é no mínimo ingênuo, e se analisado a fundo veremos que não é incomum se tratar de uma defesa contra algum tipo de ressentimento. O ano novo suscita emoções variadas e controversas, desejo de mudança, promessas e fé de um lado, frustração, arrependimento e até um pouco de culpa do outro. As promessas As promessas são renovadas, e podem ser as mesmas dos últimos anos, promessas vazias e não realizadas, que escondem alguma culpa ou vergonha. Há promessas por resultados e promessas por atividades. Prometer resultados já sabemos que é a forma mais perigosa em se tratando...

Continue lendo

Infelicidade natalina

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Dá pra dizer que o mundo se divide entre os que gostam do natal, e os que não gostam. As pessoas podem ser daquelas que não gostam e criticam o natal, geralmente críticas direcionadas ao consumismo, ou podem ser daquelas que gostam, e geralmente quem gostam não fala muito, mas faz, faz decorações, coloca luzes, etc. Claro que há pessoas com afetos mais indiferentes ao natal, essas tendem a ser vistas como pessoas que não gostam também, mas não são pessoas que criticam. Como em tudo a neutralidade não desperta muito interesse, quando se trata da tristeza diante do natal, o que é importante aqui são aqueles que gostam do natal, e aqueles que não gostam. O natal e a sociedade O natal é importante, haja vista que estamos inseridos num convívio social, e qualquer coisa que faça as pessoas investirem tanto tempo e recursos quanto o natal se torna...

Continue lendo
Como encarar os feriados com a família

Como encarar os feriados com a família

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

O fim de ano em família é preocupante e pode ser que você esteja lendo isso perto de algum grande feriado ou alguma outra situação que faz com que a família acabe se encontrando e passando um bom tempo todos juntos. Existe a expectativa de que a família se encontre, tenha bons momentos, união e felicidade. Existe a expectativa de uma relação quase mágica com uma aura de bons sentimentos. Mas a realidade nos mostra que a nossa família, como todas as outras, é disfuncional e cheia de problemas e conflitos. Não escolhemos nossos familiares como podemos escolher nossos amigos, não necessariamente vamos compartilhar visões de mundo, preferências e sentimentos. Inevitavelmente haverá disfunções. Então como conseguir passar pelos feriados, principalmente os feriados de fim de ano que são os feriados que mais trazem as pessoas para perto, como manejar todas essas interações e todos esses conflitos? Como tirar o melhor...

Continue lendo
A autoestima interfere no seu relacionamento amoroso

A autoestima interfere no seu relacionamento amoroso

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Uma pessoa que tem baixa autoestima, se achando incapaz de estar ao lado de alguém especial, acaba sabotando o relacionamento amoroso. Colocando sua própria felicidade nas mãos do parceiro, passa sua própria responsabilidade de felicidade e alegria para a outra pessoa, culpando-o quando não se sente feliz. Sem autoestima a pessoa se torna submissa aos desejos do outro, acaba então se desvalorizando e se perdendo. Pessoas que não se valorizam tendem a escolher parceiros que as decepcionem. Quando não acreditamos em nós mesmos e nos julgamos inferiores aos outros, podemos acabar buscando pessoas com esse mesmo perfil, mas é o menos incomum. O que mais se repete na clínica e na vida, são pessoas que quando encontram um parceiro ótimo, começam a se afogar no oceano da insegurança, onde o ciúme se aparenta com força total e abala a vida do casal. Convivendo com alguém sem autoestima A baixa autoestima resulta...

Continue lendo