Dia da gratidão: o que significa a data e como celebrá-lo?

Dia da gratidão: o que significa a data e como celebrá-lo?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

O Dia da Gratidão é comemorado todo dia 6 de janeiro no Brasil. Imagine ter um dia dedicado somente para agradecer as coisas boas (e desafiadoras) de sua vida? 

Sim, esse exercício deveria ser feito diariamente, mas, como às vezes é difícil encontrar tempo para ser grato, a data é um bom lembrete. Devido às atribulações cotidianas, buscar motivos para ser grato pode soar impossível. 

No entanto, você vai descobrir que não é preciso ter cometido grandes feitos ou ter passado por uma experiência extraordinária para ser grato. 

O que é o Dia da Gratidão?

Logo no início de cada ano, no dia 6 de janeiro, comemora-se o Dia da Gratidão em território brasileiro. 

Teorias apontam que a data faz alusão ao Dia de Reis, quando os Reis Magos chegaram ao local de nascimento de Jesus. Já outros acreditam que janeiro é um momento propício para agradecer não somente pelo presente, mas pelas experiências vividas no ano anterior.

Seja como for, é unânime que o 6 de janeiro é um dia voltado para agradecer. E celebrar! O exercício da gratidão também possibilita a celebração da vida como um todo. As paixões, as conquistas, os amigos, a família, os animais de estimação, a moradia e o trabalho…

Esses elementos compõem a vivência diária de todos nós e, por vezes, não recebem o reconhecimento merecido. Passam despercebidos devido ao cotidiano tumultuado e a atenção fixa em sonhos distantes. Sem eles, no entanto, a vida seria tediosa e insatisfatória. 

Como celebrar o Dia da Gratidão?

Dia da gratidão: o que significa a data e como celebrá-lo?

Celebrar essa data pode ser o pontapé inicial para que você desenvolva o hábito da gratidão! 

Muitos benefícios acompanham o ato de agradecer. Um dos mais imediatos é a elevação do humor. O fortalecimento do bom humor, por sua vez, melhora relacionamentos interpessoais e a sua capacidade de resolver conflitos e/ou problemas. 

A gratidão também faz com que você volte o olhar somente para o bom, além de promover a compreensão que cada pessoa, acontecimento e emoção foram, e ainda são, fundamentais para o seu crescimento pessoal. Logo, você espanta reclamações desnecessárias. 

O hábito de reclamar possui o efeito contrário da gratidão. Ele desperta um conjunto de sentimentos ruins, como tristeza, raiva, ansiedade e desesperança. Ademais, se queixar eleva a produção do hormônio do estresse, o cortisol, o qual causa uma série de problemas ao corpo e à mente. 

O Dia da Gratidão é um convite para você se livrar desse hábito que somente agride a sua saúde mental. 

A data proporciona, ainda, uma oportunidade para a reflexão. Como você se sente em relação à sua vida? O que gostaria de descartar à primeira vista, mas, olhando de perto, não é tão ruim assim? Será que você tem expressado gratidão às pessoas dispostas a ajudá-lo? 

Através desses questionamentos, você pode descobrir que não está apreciando as suas emoções, vivências e entes queridos como deveria. Portanto, neste 6 de janeiro, Dia da Gratidão, aproveite para valorizar os aspectos da sua vida que contribuem para a sua felicidade. 

Abaixo, você encontra formas de celebrar a data!

Seja grato pelo simples

Entende-se por “simples” os fatores pelos quais comumente não agradecemos, pois já estamos acostumados com eles. Por exemplo, a nossa saúde, a nossa casa e o alimento de todo dia. Podemos achar que esses elementos são comuns à vida de todas as pessoas, mas não o são. Portanto, se você tem livre acesso a eles, vale agradecer por isso. 

Seja grato pelo marcante

Por outro lado, as experiências que marcaram a sua vida de alguma forma também merecem agradecimento. Seja grato pelas vivências que modificaram o seu jeito de pensar e de ser, bem como as pessoas que passaram por sua vida e lhe ensinaram muito. A cada nova conquista, como se formar na faculdade ou conseguir uma promoção, agradeça. 

Seja grato pelas pessoas da sua vida (e demonstre a elas!)

A gratidão nos lembra de que não estamos sozinhos. 

Você provavelmente já recebeu ajuda de familiares, amigos e até de pessoas cujo auxílio não era esperado pelo menos uma vez na vida, certo? Seja grato por essa orientação e pelo esforço e tempo que o outro dedicou a você, mesmo que tenha sido uma única vez. 

Lembre-se de agradecer essas pessoas por fazerem parte da sua vida. O Dia da Gratidão é perfeito para fazer isso, mas você também pode transformar esse sentimento em algo corriqueiro através de gestos e palavras de afeto. 

Não raro nos esquecemos de expressar gratidão pela amizade e o amor de quem compartilhamos anos de intimidade.  

Seja grato por quem você é

Expressar gratidão aos outros é tão importante quanto expressá-la a você mesmo. Esse exercício é igualmente bom para a autoestima. Nem sempre valorizamos a nossa capacidade de resolver um perrengue complicado ou de entregar um trabalho impecável. 

Como essas façanhas são vistas como comuns por quem as pratica, são mais apreciadas pelos outros. Entretanto, as suas competências e qualidades merecem ser reconhecidas e valorizadas. São esses atributos que fazem de você a pessoa que é hoje.

Assim, agradeça por ser capaz de superar os obstáculos em seu caminho utilizando os seus talentos naturais. Somente cuide para não se tornar vaidoso. Existe uma diferença entre valorizar-se e vangloriar-se. 

Seja grato em seu modo de falar e de agir

Incorpore palavras de agradecimento em seu vocabulário. 

Diga “obrigado por…” em vez de “desculpe por…”. Por exemplo, quando chegar atrasado a um compromisso social, agradeça às pessoas por terem lhe esperado. Agradecer possui uma conotação mais positiva que pedir desculpas, principalmente em momentos sociais do cotidiano.  

Incorpore a gratidão em seu modo de ser. 

Dia da gratidão: o que significa a data e como celebrá-lo?

Tenha uma mentalidade de gratidão em tudo o que você fizer. Seja grato por imprevistos e falhas, pois eles lhe ajudam a crescer. Seja grato pela oportunidade de evoluir como pessoa sempre que um problema se demonstrar de resolução difícil. 

Essa maneira de pensar é mais eficiente que dedicar tempo para autocríticas e queixas. Enquanto a primeira o ajuda a despertar do transe da irritação ou da tristeza, a segunda o encoraja a se afundar nele. 

Seja grato pelo passado

Embora você possa ter vergonha ou desejar esquecer o seu passado, é graças a quem você foi ontem que o hoje se tornou possível. Agradecer por suas vivências e as lições aprendidas com elas ameniza o sentimento ruim em relação ao que já passou. 

Você não tinha o conhecimento nem a experiência que possui hoje, por isso, pode ter tomado decisões precipitadas. Logo, não faz sentido se desgostar por ter cometido erros. Se a sua consciência não lhe deixa descansar por algum motivo, procure fazer reparações no presente. 

Mas sabemos que agradecer por acontecimentos do passado nem sempre é fácil. 

Alguns são negativos e deixam marcas. Não raro lembranças angustiantes permanecem com as pessoas pelo resto de suas vidas. Por isso, se você sofreu um trauma ou não consegue deixar o passado descansar, busque ajuda profissional para digeri-lo e conseguir seguir adiante.

Todo dia pode ser o Dia da Gratidão 

A gratidão desperta vários sentimentos bons, como o amor, a alegria, a satisfação, a afabilidade e a esperança. Acima de tudo, essa prática nos ensina que não é preciso ter muito para ser grato pelo que temos. O que você possui hoje é o suficiente. 

É claro que você pode – e deve – sonhar alto e estabelecer objetivos de vida grandiosos. Como a jornada até eles é longa, a gratidão lhe ajuda a manter o ânimo e a não desvalorizar as pequenas vitórias do caminho. 

Após alguns minutos de agradecimentos sinceros, você começa a se sentir bem e satisfeito com a fase da vida em que se encontra. Existe uma explicação para essa sensação de bem-estar.

Em 2002, três pesquisadores norte-americanos conduziram diversos estudos científicos sobre o ato de agradecer. Em um deles, David McCullough, Robert Emmons e Jo-Ann Tsang concluíram que indivíduos que vivenciam emoções positivas periodicamente são mais satisfeitos com as suas vidas. 

Eles também resistem às emoções negativas e têm menos probabilidade de ter depressão e ansiedade

As emoções positivas mencionadas no estudo eram fruto do exercício da gratidão. As pessoas que se demonstraram adeptas dessa prática eram mais empáticas e compreensivas, além de possuírem facilidade em perdoar

Os seus objetivos de vida também tendiam a ter relação com experiências e pessoas em vez de objetos materiais. 

Embora os benefícios da gratidão possam parecer “bons demais para ser verdade” em um primeiro momento, são comprovados cientificamente por uma diversidade de estudiosos do ramo da psicologia e da saúde. Ou seja, garantia você já tem! 

O que pode estar faltando é a disciplina para consolidar o ato de agradecer em sua rotina. Sendo assim, reserve alguns minutos para ser grato todos os dias. Você pode usar um bloco de anotações, um aplicativo ou fazer o exercício mentalmente.
 
Este artigo lhe ajudou a entender mais sobre a gratidão? Então, neste Dia da Gratidão, faça um acordo consigo mesmo para agradecer pela positividade em sua vida com mais frequência! Lembre-se de também compartilhar os seus aprendizados com amigos e familiares.

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta

Avalie esse artigo:

Comentários:

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigo publicado em Reflexões