dia-mundial-da-saúde

Dia Mundial da Saúde: em 2018 queremos saúde para todos

Dia Mundial da Saúde: em 2018 queremos saúde para todos
Avalie este artigo

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

O Dia Mundial da Saúde é uma data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 07 de abril de 1950, comemorada no mesmo dia de sua criação.

O Dia Mundial da Saúde serve para promover um estado de completo bem-estar físico, mental e social para todos os povos. A OMS, agência subordinada à Organização das Nações Unidas (ONU) com sede em Genebra, na Suíça, tem origem nas conferências sanitárias internacionais, realizadas a partir da segunda metade do século 19.

O Brasil tem participação fundamental na história da OMS, já que a proposta de criação da agência foi de autoria dos delegados do Brasil em 1945. Desde então, o Brasil trabalha e desenvolve uma intensa cooperação com a Organização Mundial da Saúde.

Todos os anos são realizadas campanhas a respeito de um tema diretamente relacionado com a saúde. Essas ações são fundamentais para que informar a população sobre seus direitos e atitudes que podem tomar para o cuidado com seu bem-estar físico e mental. Neste ano de 2018, o tema selecionado para o Dia Mundial da Saúde é “Saúde para todos”.

O que é saúde?

dia-mundial-da-saude

Ter saúde não é apenas não estar doente. Em 1946, a Organização Mundial de Saúde aprovou um conceito que visava ampliar a visão do mundo a respeito do que seria estar saudável. Ficou definido então que “a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

A partir disso, ter saúde está diretamente associado à qualidade de vida para todos e, segundo a lei 8.080 de 1990, é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício.

Ou seja, é direito de todo cidadão ter acesso à condições básicas de atendimento em hospitais, medicamentos, alimentação, saneamento básico, educação, entre outros aspectos que permitem uma boa qualidade de vida, tanto física como mental e social.

Os últimos temas tratados no Dia Mundial da Saúde foram depressão (2017), diabetes (2016), segurança alimentar (2015), doenças transmitidas por vetores (2014), hipertensão (2013), envelhecimento saudável (2012), entre outros. Em 2018, o tema é “Saúde para todos”.


Procurando Psicólogos em São Paulo? Agende hoje mesmo uma consulta!


Saúde para todos

dia-mundial-da-saude

O lema “saúde para todos” tem sido há décadas o principal guia para a existência da OMS. No ano de 2018, o Dia Mundial da Saúde completa 70 anos e convida todos os líderes mundiais a se manifestarem sobre as promessas feitas nos objetivos de desenvolvimento sustentável em 2015 para avançar na concretização da saúde para todos.

Isso significa garantir que todas as pessoas, de qualquer lugar do mundo, tenham acesso essencial a serviços de saúde de qualidade, sem precisar enfrentar resistência financeira. A conversa neste dia 07 de abril começa com uma discussão sobre as possibilidades de fornecer essa garantia.

O acesso a cuidados fundamentais para a vida e a proteção financeira não apenas auxilia na saúde e na expectativa de vida da população, mas também protege países de epidemias, reduz a pobreza e riscos de fome, cria empregos e movimenta a economia.

O que o Dia Mundial da Saúde pode fazer?

Alguns países já tiveram um avanço significativo em direção a cobertura universal de cuidados com a saúde. Entretanto, metade da população ainda é incapaz de obter o que é necessário para uma boa qualidade de vida. Para atingir a meta estipulada, um bilhão de pessoas ainda precisa ser beneficiada com a UHC (United Health Care) até 2023.

O Dia Mundial da Saúde tem como objetivo direcionar a luz para essas necessidades, compartilhando exemplos de práticas para chegar lá a partir de uma série de eventos e conversas mantidas em múltiplos níveis. No ano de 2018, tudo acontece com o desejo de inspirar, motivar e guiar as unidades de saúde em direção da transformação, para serem parte da mudança.

Ninguém deveria ter que escolher entre ter dinheiro ou ter saúde. É nessa direção que vamos caminhando.