Qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia?

Qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

Muitos pais se perguntam qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia. Embora os termos pareçam similares, eles são completamente diferentes. Cada qual corresponde a uma área do conhecimento específica. Do mesmo modo, o campo de atuação de psicopedagogos e de pedagogos apresenta distinções significativas.  

A educação dos filhos é uma questão que gera muitas dúvidas para os pais. Na tentativa de oferecer a melhor experiência possível, almejam escolher a instituição de ensino e as atividades extracurriculares ideais para eles. 

Quando um problema é identificado, contudo, a maioria dos pais ainda não sabe muito bem como reagir a ele. Qual profissional buscar nesse momento? Que tipo de ajuda o pedagogo e o psicopedagogo podem oferecer aos seus filhos? 

Neste artigo, a Vittude vai ajudá-lo a compreender qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia. 

O que é pedagogia?

A pedagogia é a ciência que estuda os métodos aplicados no processo de educação. É em razão dessa área do conhecimento que os professores conseguem passar conhecimento a alunos de diferentes idades e necessidades. 

As metodologias pedagógicas ditam quais são as melhores táticas a serem utilizadas em sala de aula para propagar o conteúdo e desenvolver as capacidades naturais dos alunos. Por exemplo, atividades de leitura em voz alta, de ditado, de trabalhos em grupo, de aplicação de testes surpresa, entre outras. 

Os métodos pedagógicos também acompanham as mudanças no processo de aprendizagem, as quais ocorrem com frequência. As novas tecnologias, por exemplo, criaram oportunidades de aprendizado inéditas tanto dentro quanto fora da sala de aula. 

Através do estudo extensivo dessas, são criadas novas atividades e técnicas de ensino para enriquecer a experiência dos estudantes. Afinal, o aluno da atualidade não possui o mesmo perfil do aluno de 20 anos atrás. 

A pedagogia está atenta para todos esses detalhes, visando sempre a melhor forma de ensino e de comunicação com os estudantes. 

De que modo um pedagogo atua? 

O pedagogo é o profissional formado em pedagogia que atua nos processos referentes à aprendizagem. Basicamente, é o profissional especialista em educação. Ele contribui para elevar a qualidade do ensino em escolas e universidades. 

Além de ministrar aulas, o pedagogo pode desempenhar funções de caráter administrativo, como organizar os horários dos professores conforme o calendário letivo, coordenar conselhos de classe e planejar eventos e atividades culturais. 

Este profissional objetiva ainda resolver problemas relacionados ao ato de aprender, tornando-o mais proveitoso para crianças e adolescentes. A partir da identificação de dificuldades de aprendizagem, consegue suprir as carências dos alunos, especialmente àqueles que apresentam necessidades especiais.  

Neste contexto, o pedagogo atua no ramo da educação especial. 

Ele faz a adequação dos métodos de ensino para alunos portadores de deficiência ou que possuem limitações de aprendizado, como dislexia e autismo. Dessa forma, eles também têm a oportunidade de adquirir conhecimento. 

Esta função torna saber qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia um tanto complicada para os pais. Entretanto, o profissional mais adequado para auxiliar crianças e adolescentes (e adultos!) com problemas de aprendizagem em um nível aprofundado é o psicopedagogo. 

O que é psicopedagogia? 

Psicopedagogia é o segmento da psicologia voltado para a relação dos indivíduos com a aprendizagem. Ele estuda o processo que culmina na assimilação de conteúdos variados e novas informações, bem como os impedimentos presentes neste processo.

Para alcançar essa compreensão, o ambiente onde está inserido, a história, a personalidade e o modo de pensar dos pacientes são fatores extremamente relevantes. A psicopedagogia, então, se aprofunda no “eu” para identificar impasses no processo de aprender. 

Graças à psicopedagogia, pessoas com dificuldade de aprendizado podem melhorar o seu relacionamento com a escola, os estudos e consigo mesmo. Ao entenderem que é possível obterem um melhor desempenho escolar ou profissional, os pacientes passam a ter uma autopercepção mais positiva.

Esses resultados somente podem ser adquiridos no acompanhamento psicológico com um psicopedagogo. 

Qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia?

Embora o aluno também possa se sentir melhor ao se identificar com uma metodologia pedagógica específica, a pedagogia não se aprofunda nas questões emocionais e psicológicas que interferem em seu desempenho. 

Pais preocupados com as dificuldades de aprendizagem dos filhos devem buscar um psicopedagogo. Adultos também podem consultar esse profissional em caso de suspeita de transtornos de aprendizagem. Não raro um diagnóstico não realizado na infância é a razão dos problemas vivenciados na universidade ou no trabalho.

De que modo um psicopedagogo atua? 

O psicopedagogo é o profissional da psicologia cuja especialização é psicopedagogia. Pedagogos também podem adquirir essa formação. 

O psicopedagogo pode atuar tanto em instituição escolares quanto no atendimento clínico de pacientes. No primeiro caso, o profissional avalia o aluno com dificuldade de aprender durante as aulas com o objetivo de identificar os fatores que interferem em seu aprendizado. 

Ele também verifica se os conteúdos passados em sala de aula estão sendo compreendidos pelos alunos, além de analisar se as funções cognitivas e habilidades socioemocionais dos mesmos estão sendo devidamente desenvolvidas. 

Já na psicopedagogia clínica, o trabalho é feito em etapas. 

A primeira é composta pela avaliação do quadro do paciente através da aplicação de testes e da observação do profissional. Pais ou tutores são convidados a discorrer sobre as suas preocupações e objetivos com o acompanhamento psicopedagógico

Em seguida, é realizada a devolutiva. 

O profissional informa os responsáveis pelo estudante sobre os seus problemas de aprendizagem, confirma a existência ou não de um transtorno e encaminha o paciente para o tratamento. Este, por sua vez, é feito com o auxílio de outros profissionais da saúde. 

Ao longo da terapia, o paciente recebe orientações para auxiliar o seu processo de aprendizagem, como melhorar o seu ambiente de estudo e seguir um cronograma de disciplinas. Ele também é livre para expressar os seus sentimentos em relação a não conseguir acompanhar o ritmo dos demais alunos. 

Outras atividades são feitas para estimular a sua memória, raciocínio lógico, criatividade, habilidade escrita, oralidade e outras aptidões essenciais para a retenção de conhecimento.

O tratamento faz correspondência à faixa etária dos pacientes. Crianças interagem com brinquedos e jogos lúdicos enquanto adolescentes e adultos costumam se expressar verbalmente. Os testes psicopedagógicos, no entanto, são aplicados em todos os casos. 

Tratando problemas de aprendizagem com a Vittude

Agora que você conhece qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia já sabe qual profissional escolher para sanar dúvidas e investigar dificuldades de aprendizagem. 

A Vittude é uma plataforma de terapia online cujo objetivo é conectar psicólogos e pessoas que necessitam de acompanhamento psicológico. As consultas são agendadas e o pagamento é realizado através da própria plataforma, tornando a experiência de usuário mais prática e simples para todos os pacientes. 

Qual a diferença entre pedagogia e psicopedagogia?

A terapia online garante que os pacientes cuidem de sua saúde mental, resolvam questões emocionais e curem ou suavizem sintomas de transtornos mentais. Todavia, a receita não é idêntica para cada paciente.   

A psicoterapia é um processo único. Como cada pessoa possui os seus próprios conflitos e preocupações, o tempo de tratamento e as ferramentas aplicadas nas sessões não são as mesmas para todos.  

A sensibilidade das informações compartilhadas durante os encontros com psicólogos costuma ser motivo de preocupação. Pensando nisso, a Vittude desenvolveu uma plataforma segura para manter tanto os desabafos quanto os dados cadastrais de cada paciente em sigilo.

Psicopedagogia online funciona?

A psicopedagogia online funciona da mesma forma que a presencial, mas com atividades ligeiramente diferentes para se adequarem ao ambiente virtual. O paciente também pode precisar ter alguns materiais consigo, como lápis, canetas, borrachas e réguas, em algumas consultas.

O aproveitamento, no entanto, não difere.

As sessões devem ser realizadas em um ambiente calmo e livre de distrações. A presença dos pais ao longo do tratamento pode ser requisitada em consultas individuais ou em conjunto com os filhos, especialmente os pequenos. Em caso de casais separados, o psicopedagogo faz o atendimento de cada pai em horários diferentes se necessário.

A Vittude aconselha os pais a levarem todas as suas dúvidas sobre as diferenças entre pedagogia e psicopedagogia, assim como sobre o funcionamento do acompanhamento psicopedagógico ao profissional durante as primeiras consultas. Dessa forma, o atendimento pode prosseguir com naturalidade. 

Como agendar uma consulta com a Vittude?

Que tal começar a terapia online agora mesmo? Agendar uma consulta na plataforma da Vittude é simples!

Primeiro, é necessário se cadastrar na plataforma. Depois, é só utilizar a plataforma personalizada, Vittude Meet, para encontrar psicólogos correspondentes ao perfil do paciente, ou usar a ferramenta de buscas.

No perfil de cada psicólogo, os pacientes encontram informações importantes variadas, como valor da consulta, horários disponíveis e especialidades do profissional. 

Após selecionar o perfil mais adequado às suas necessidades, o paciente agenda a consulta no dia em que tiver disponibilidade e espera a chegada da primeira consulta. A Vittude ainda vai informá-lo via e-mail ou SMS do seu compromisso, então, não tem como esquecer! 

Os transtornos de aprendizagem causam uma série de desconfortos, especialmente quando não são diagnosticados na infância. 

Muitos indivíduos perdem oportunidades e se sentem inferiores por não saberem que possuem dislexia, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), discalculia, entre outros.

Logo, a psicoterapia é muito importante para assegurar a qualidade de vida de pessoas com dificuldades em aprender.

Para mais artigos sobre este e outros temas, confira o blog da Vittude!

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta