Autocuidado: um encontro com você mesmo

No nosso dia a dia, temos um compromisso agendado que negligenciamos quase sempre: um encontro para cuidarmos de nós mesmos. Isso é investir no autocuidado.

Acordamos já pensando na nossa agenda, nos compromissos que teremos ao longo do dia. Seguimos nossa rotina, nos encontramos com diversas pessoas, resolvemos assuntos e realizamos nossas tarefas. No entanto, facilmente nos esquecemos de comparecer à reunião mais importante do dia.

Estou falando da sua reunião que você precisa ter com você mesmo.

Afinal, como eu poderia construir um relacionamento comigo mesmo se eu não me dou espaços para me encontrar?

Autocuidado e o relacionamento consigo mesmo

Na construção de uma relação, estamos dispostos a ouvir sentimentos, necessidades e desejos, certo?

Precisamos desse encontro com nós mesmos para o desenvolvimento dessa nossa (auto)relação. Essa não se sustenta somente no diálogo mas, como toda relação, nas interações e num convívio respeitoso e afetivo.

O detalhe de uma relação afetiva está na intenção de unir, de se alinhar e caminhar junto. Já notou que, por muitas vezes, parece que caminhamos distantes de nós mesmos(as)? Louco pensar assim, né?

Infelizmente, não fomos ensinados a dar muita importância ao autocuidado. Ainda vivemos numa sociedade que enxerga o autocuidado como uma opção daqueles que conseguem tempo para isso; ainda existe muito preconceito em cima disso.

O que acaba acontecendo é que deixamos, muitas vezes, nossas necessidades caladas, não damos ouvidos aos nossos desejos e não permitimos que o nosso verdadeiro potencial se apareça.

É aí que começa toda a confusão. Ficamos insatisfeitos com nós mesmos, começamos a desgostar da pessoa que está caminhando ao nosso lado, sem ao menos dar a chance de conhecê-la de forma apropriada!

O autocuidado na psicoterapia

A psicoterapia é a chance de um reencontro. Esse reencontro começa quando temos a intenção de nos (auto)conhecer. Não depende da sua idade, embora a maturidade possa te ajudar bastante a se reavaliar com mais precisão.

Nesse texto, quero te dar a oportunidade de um reencontro com você mesmo. Vou finalizá-lo agora com um exercício bem simples que você poderá repetir todos os dias e várias vezes no mesmo dia.

Essa é uma oportunidade de se reconectar com o presente, com a sua experiência de vida em primeira pessoa. Claro que essa experiência não mudará sua vida por completo, mas abrirá as portas para que a sua reunião com você mesmo aconteça.

Antes de te explicar, quero que você se desconecte por um minutinho das coisas que estão acontecendo lá fora. Desde os seus pensamentos paralelos que aparecem enquanto você lê esse texto até dos ruídos, e também do seu contexto externo.

Autocuidado: ouvindo a sua voz interna

A minha dica aqui é que você leia todo o texto que estiver em negrito com a sua voz interna, como se você lesse em ‘voz alta’ dentro da sua própria mente. Ou seja, enquanto você lê essa mesma frase, você escuta apenas duas coisas: a sua própria voz e a sua respiração.

Isso, continue lendo com a sua voz interna e respire bem fundo. Você vai sentir o seu peito subir e depois descer, calmamente. 

Sinta seus ombros caindo, suas tensões relaxando. 

Sinta o seu maxilar mais leve, relaxando a boca, até mesmo a língua.

A cada respiração, o seu corpo vai se sentindo mais relaxado, a sua testa, a sua nuca, as suas costas.

O seu corpo está diferente, está em sintonia, perceba o bem-estar. Sinta a sua respiração e o peso do seu corpo.

O ar que entra, renova o meu corpo. 

O ar que sai, retira o que não preciso mais. 

A respiração, então, se torna uma grande lição: quando me inspiro, estou cheio de vida e quando não preciso mais de algo, me desprendo e deixo ir.

E assim, sorrio e sinto a minha existência.

Gratidão pela oportunidade de existir.

Prontinho!

Alongue o corpo, aproveite o relaxamento pra se levantar e se esticar!

Esse foi um encontro bem rápido entre você e você. Acredito que você verá grandes mudanças no seu bem-estar se fizer isso várias vezes ao dia e ao longo da sua semana.

Lembre-se que esse é só o começo, o primeiro passo para o autoconhecimento é estar presente consigo mesmo. 

Avalie esse artigo:

Comentários:

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments