Conheça a Obesidade !

Clique e encontre seu psicólogo !
5.0
01

A obesidade é uma condição clinica em que se verifica o excesso de tecido adiposo (gordura corporal), ao ponto de impactar de forma negativa na saúde do indivíduo. O parâmetro mais utilizado para medir o nível de gordura corporal é o IMC (índice de massa corporal). Para encontrar o IMC  divide-se o peso em Kg pela altura em metros, elevado ao quadrado, chegando ao resultado do IMC.

Estudos apontam que 50% da população do Brasil está acima do peso, condições ambientais e maus hábitos, tem contribuído cada vez mais para este número, assim, é importante saber que, a obesidade é fator de risco para uma série de doenças, chamadas de comorbidades, como por exemplo: hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, apneia do sono, doenças ortopédicas, entre outras. Há também problemas psicossociais, o sofrimento psíquico que a condição acarreta, contribui para os desajustes emocionais, podendo levar a depressão e com isso comportamentos destrutivos, que falaremos mais sobre o assunto em outra ocasião.

Vale ressaltar que o obeso não é obeso por que quer, fatores como pré-disposição genética, maus hábitos alimentares, compulsões ou disfunções endócrinas contribuem para esta condição.

Níveis da Obesidade

IMC entre 25 a 29,9 Kg/m2, apontam para o sobre peso;

IMC entre 30 a 34,9 Kg/m2, apontam para obesidade grau I – Elevado.

IMC entre 35 a 39,9 Kg/m2, apontam para obesidade grau II – Muito Elevado.

IMC igual ou maior a 40 Kg/m2, apontam para obesidade grau III – Muitíssimo Elevado.

Base da OMS – Organização Mundial da Saúde, para população mundial, existem diretrizes padronizadas para cada faixa etária, etnia e regiões do planeta.

Além da massa corporal, a distribuição da gordura é levada em consideração na clínica médica para avaliação do paciente, bem como o diagnóstico de síndromes metabólicas. Para avaliação procure um médico especialista em endocrinologia.

Prevenção

A prevenção primária ainda é a melhor alternativa para uma condição de vida favorável, alimentar-se de forma saudável, evitar o abuso de substancias químicas, praticar exercícios físicos e não menos importante, cuidar da psiquê. Vale ressaltar que a obesidade é uma doença, e um de seus últimos graus de prevenção ou tratamento é a cirurgia bariátrica.

A identidade da pessoa nesta condição merece atenção, a forma como ela se vê diz muito sobre sua condição, é possível que o indivíduo negue sua obesidade, pois não se enxerga gordo, o faz, como defesa para continuar comendo compulsivamente, o oposto também ocorre, quando a pessoa magra se vê gorda e com isso se sabota, deixando de comer, comendo e fazendo uso de drogas para expelir o mais rápido a comida ingerida, provoca o vômito ou pratica exercícios de forma descontrolada, são outros assuntos que trataremos em outra ocasião.

O importante a saber é, obesidade é doença e tem tratamento, ao sinal de incomodo com o próprio corpo, procure um médico, tenha hábitos saudáveis e viva feliz !

Por Emerson Alves Coutinho, Psicólogo Clinico e Bariátrico, membro COESAS – SBCBM Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica. 

Clique e encontre seu psicólogo !

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment