Coronavírus_ isolamento social em tempos de pandemia

Coronavírus: isolamento social em tempos de pandemia

4/5 - (10 votes)

De repente, tudo mudou…
Estávamos vivendo nossa rotina, aflições conhecidas, quando fomos pegos de surpresa pela pandemia de coronavírus. Da noite para o dia, nos vimos fechados em casa, alguns sozinhos, outros acompanhados.
Alguns se adaptaram rapidamente, mas a grande maioria teve, ou ainda está tendo, dificuldades para lidar com esse novo estilo de vida, marcada pelo isolamento social. Há um grande conflito interno que permeia a capacidade de aceitar o que não pode ser mudado e buscar a melhor forma de lidar com novas situações.
Nessa condição, qualquer pessoa pode apresentar sintomas de ansiedade, depressão, alteração humor, agressividade, além de diversas reações fisiológicas, independentemente de ter enfrentado ou não problemas de saúde mental no passado. Se você está se distanciando socialmente ou sendo obrigado a ficar em casa, essas dicas podem ajudá-lo a se sentir melhor.

Somos seres sociais:

A socialização é fundamental, especialmente se você se sente isolado. Sentir-se conectado a outras pessoas afasta a solidão e o estresse.
E que tal trocarmos o termo “distanciamento social” por “distanciamento físico”? Lembre-se de que ainda estamos todos conectados, mesmo se estivermos separados fisicamente.
Você ainda pode se reunir com amigos e familiares, online ou pelo telefone. Faça contato pelas redes sociais, aplicativos de vídeo chamada e diga OLÁ! Compartilhe seus sentimentos com outras pessoas. A conversa irá ajudar você a se sentir menos sozinho e apoiado.

Aproveite esse momento único com sua família:

Se você está em casa com familiares, em especial com crianças, mas precisa se concentrar no trabalho “home office”, o ideal e organizar a agenda com pausas para que as pessoas mais importantes de sua vida tenham alguns momentos de sua atenção.
Lembre-se que quantidade não é sinônimo de qualidade. Se o tempo está curto, dedique o tempo possível, mas se entregue ao momento.

Tenha uma rotina

Estabeleça sua rotina. Sugiro um longo banho pela manhã. Vista-se como se fosse sair, mesmo que esteja trabalhando em casa.
Tente manter horários programados para as atividades do dia. Ter uma rotina e segui-la lhe dará a sensação de assumir o controle de sua vida. Em vez de se concentrar nas coisas que você não pode controlar, opte por se concentrar nas coisas que você pode controlar. Separe um tempo do seu dia para fazer coisas divertidas, agradáveis, relaxantes.

Mente sã, corpo são:

Dê atenção aos pensamentos e sentimentos realmente importantes. Evite pensar muito no futuro ou nos piores cenários. A tentativa de adivinhar o futuro irá causar ansiedade. Em vez de dizer: “Eu nunca vou me recuperar”, diga a si mesmo: “Eu estou bem e vou sair mais forte disso.”
Experimente a atenção plena (mindfulness). Assista a vídeos sobre meditação guiada e ioga. Existem muitos aplicativos para download que você pode usar para lhe orientar nessa prática. Pratique também a gratidão. Estudos sugerem que encontrar algo pelo qual ser grato todos os dias melhora o humor.
Se possível, procure fazer alguma atividade física. Manter-se ativo irá proporcionar melhor oxigenação, concentração e relaxamento.
Estamos experimentando fortes emoções. Abraçar suas emoções em vez de suprimi-las é uma abordagem eficaz para lidar com elas. Procure entender o que sente, suas emoções mais primitivas, como medo, raiva, tristeza e não lute contra elas. Diga para você mesmo que está tudo bem se sentir assim e que isso vai passar.

Recarregue suas baterias:

Manter uma dieta saudável e nutritiva, limitar o consumo de álcool e bebidas açucaradas e não fumar ajudará o sistema imunológico a funcionar adequadamente. E também, manter sua rotina de sono o mais consistente possível aumentará sua capacidade de lidar com o estresse durante o dia.

Faça o simples:

Realize o que puder no espaço da sua casa e curta o que fizer. Lembre-se das coisas simples que lhe dão alegria, como tomar seu café, suco ou chá favorito, desenhar, pintar, reproduzir suas músicas favorita, dançar e cantar pela casa, ler um livro, etc.
Você também pode experimentar novos hobbies e abraçar novas experiências durante este período de isolamento. Mas lembre-se de ser gentil consigo mesmo e tenha em mente o fato de que não há problema se você não sair desse período falando um novo idioma ou dominando uma nova habilidade. Viva o momento!

Faça terapia:

Se achar que precisa de ajuda, converse com um profissional qualificado, como um psicólogo. Ele poderá lhe ajudar a lidar com suas questões. Experimente a terapia online!

Avalie esse artigo:

4/5 - (10 votes)

Comentários:

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments