Prevenção do suicídio

De acordo com as estatísticas, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre um suicídio a cada 40 segundos. Por ano, um milhão de pessoas se suicidam. Mas as tentativas para se matar são 10 vezes maiores   que o número daqueles que morrem. 

São números assustadores e, por esta razão, o mês de setembro foi escolhido para ser o mês de prevenção do suicídio e a cor escolhida foi o amarelo. 

Esta campanha foi criada em 2015 pela CVV ( Centro de Valorização da Vida), CFM ( Conselho Federal de Medicina) e ABP ( Associação Brasileira de Psiquiatria).

O Dia Mundial de Prevenção do Suicídio é o dia 10 de setembro.

A campanha foi criada com o objetivo de fazer as pessoas  perderem o medo de falar sobre o assunto, deixar de ser uma conversa tabu, tirar o assunto da invisibilidade.

De acordo com a OMS ( Organização Mundial de Saúde) nove entre dez mortes por suicídio  podem ser evitadas, com a prevenção adequada.

Como muitas vezes as pessoas não conseguem identificar o momento pelo qual o outro está passando, e que o leva a ideias suicidas, os especialistas indicam alguns sinais que podem servir de alerta.

Veja os sinais mais comuns:

  • Mudanças marcantes de hábitos
  • Isolamento social
  • Perda de interesse por atividades de que gostava
  • Descuido com aparência
  • Piora no desempenho na escola ou trabalho
  • Alterações no sono ou apetite
  • Doação exagerada dos pertences
  • Pouca ou nenhuma expectativa para o futuro
  • Preparação de despedidas
  • Problemas psiquiátricos
  • Doenças físicas graves
  • Grande perda recente
  • Estar sofrendo agressões físicas ou psicológicas
  •  Perda do emprego
  • Frases como “ preferia estar morto” , “ quero desaparecer” , “ vou deixar vocês em paz” , “eu queria dormir e nunca mais acordar”

 

As pessoas podem se sentir incapazes de ajudar porque não sabem o que falar para pessoas que estão passando por situações difíceis. Mas, muitas vezes, o escutar, sem criticas e julgamentos, já pode ajudar.

Buscar ajuda, falar, conversar, buscar um profissional que escute com atenção, uso de medicamento quando necessários, são importantes na prevenção do suicídio.

Fazer julgamentos do tipo “ está fazendo drama” , “ é frescura” , “ está querendo aparecer” ,“ é chantagem emocional”, não ajudam e podem até piorar a situação.

Aproveite este mês de setembro para saber mais sobre o assunto, se informar, participar das campanhas de prevenção do suicídio.

Avalie esse artigo:

Comentários:

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments