Psicologia e coaching: qual é a diferença?

Psicologia e coaching: qual é a diferença?

Clique e encontre seu psicólogo !
4.5
02

Olá, seres humanos!

Com tantas discussões em novelas, redes sociais, pontos de ônibus e elevadores, cá estou para finalmente esclarecer de forma simples quais são as diferenças entre a Psicologia e o Coaching.

Observação: vai ser impossível falar sobre todos os aspectos que englobam os dois campos de atuação. Caso você se interesse pelo assunto, pesquise mais sobre o tema, combinado?

A Psicologia é a ciência que estuda os processos mentais, o comportamento humano e suas interações. O psicólogo passa por uma formação de (no mínimo) 5 anos, é preparado para atuar na Psicologia Clínica, Jurídica, Escolar, Hospitalar, Organizacional, da Saúde, do Trânsito ou outros vários contextos possíveis. Mas já que a discussão tem um foco comparativo, vamos focar no exercício da Psicologia Clínica, ok? O psicólogo trabalha no sentido de compreender os processos mentais de forma terapêutica, levando ao autoconhecimento, à elaboração de assuntos doloridos. Ele trabalha com cuidado e ética para lidar com temas delicados para o cliente, guiando e acompanhando a busca pela produção de novos significados.

Já o Coaching, de acordo com a Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC), é uma palavra em inglês que define um processo de desenvolvimento humano, baseado em técnicas com o objetivo de ~ATENÇÃO ~ auxiliar pessoas no alcance de metas, no desenvolvimento acelerado e, em sua evolução contínua. O foco é atingir objetivos, sejam eles profissionais, nutricionais, pessoais ou até mesmo organizacionais. Uma atuação não anula a outra e tem focos ~completamente~ distintos.

Resumindo: ambos os profissionais precisam ter a habilidade de enxergar as limitações de sua atuação, encaminhando para o profissional adequado o sujeito que tenha uma demanda mais ampla do que pode auxiliar.

É muito importante ressaltar que, quando qualquer profissional não psicólogo realiza atividades próprias do exercício da psicologia, está passível de denúncia ao Conselho Regional de Psicologia, caracterizando Exercício Ilegal da Profissão.

Clique e encontre seu psicólogo !

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment