terapeuta

Qualidades de um bom terapeuta

Um bom trabalho terapêutico depende muito da postura do profissional que faz o atendimento, da sua boa formação, do seu comprometimento com o seu cliente.
O terapeuta, antes de tudo, precisa ser um bom ouvinte, interessar-se autenticamente pela pessoa que está atendendo.

A empatia é uma qualidade muito importante para um psicólogo porque permite que ele se coloque no lugar do outro, entendendo seu ponto de vista, suas crenças e valores.
Na terapia é importante enxergar o outro, sem se apegar a seus próprios valores e crenças. O profissional tem que estar aberto ao diferente, ser tolerante, deixando de lado estereótipos e preconceitos.

O cliente precisa sentir-se seguro diante de um psicólogo que precisa ser alguém confiável, que transmita segurança, conhecimento, equilíbrio, auto-conhecimento.
No tempo em que durar a sessão, o cliente precisa sentir-se amparado para falar do que está incomodando-o, dos seus problemas, segredos, angústias, preocupações.

O “ouvir” do psicólogo vai além do que é comunicado verbalmente pelo cliente. Todos nós nos comunicamos por sinais “não verbais”. Saber ler estes sinais é muito importante para o entendimento do que está sendo comunicado. E o papel do psicólogo é ler estes sinais não verbais para que consiga entender o que a pessoa realmente está tentando dizer.

Além de ser um bom ouvinte, o psicólogo tem que saber entender e interpretar o que lhe é dito pelo cliente. É o tempo de profissão, sua experiência prática, sua formação, sua vivência pessoal que permitem ao terapeuta “traduzir” o que está por trás da fala da pessoa que está sendo atendida. Quais são seus medos, suas dificuldade, seus sentimentos, suas dúvidas, suas necessidades. O que ele está tentando comunicar . Se a pessoa busca um terapeuta é justamente porque ela está precisando de alguém que a ajude a compreender o que está se passando com ela. O bom profissional consegue detectar, selecionar de tudo que ouviu, qual é o ponto chave, os motivos dos problemas.

Depois do entendimento, vem o saber comunicar ao cliente o que foi entendido pelo profissional. E o psicólogo precisa, neste momento, ser acolhedor, respeitoso, ter paciência, tentar esclarecer da forma mais clara possível o que ele entendeu do que lhe foi dito e que poderiam explicar as queixas da pessoa.

Faz parte do trabalho terapêutico ajudar a pessoa a lidar com seus sentimentos, buscar transformações, resignar-se com o que não pode ser mudado, modificar comportamentos e hábitos, buscar um maior equilíbrio para lidar com seus problemas.
Todos temos mais ou menos problemas. Lidamos com situações adversas o tempo todo.

A terapia não serve para acabar com os problemas mas ajudar na forma como os encaramos e os enfrentamos.
O trabalho terapêutico melhora nossa capacidade de nos adaptarmos mais facilmente às situações difíceis da vida e as mudanças que ocorrem no dia a dia.

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment