Sofrimento: "Por Que? e ou Para Que?"

Sofrimento: “Por Que? e ou Para Que?”

Você não precisa passar por um grande trauma, abuso ou lutar contra uma depressão incapacitante para procurar tratamento. É importante procurar ajuda se estiver lutando com eles? Sim, com toda certeza sim. Muitos de nós andam por aí com um sentimento geral de insatisfação com nossas vidas ou nossos relacionamentos, ou um sentimento subjacente de indignidade, ou um sentimento de que estamos sempre sendo injustiçados, ou uma raiva que borbulha logo abaixo da superfície, esperando para explodir com o menor abalo. Essas ações ou padrões são alguns sinais de que algo está errado.

Enquanto o sofrimento é uma parte inescapável da vida humana, os seres humanos também nascem com a capacidade e a necessidade de amar e ser amado, de sentir paz, conexão e realização. Quando nos sentimos, mais frequentemente do que nunca, sofrendo, desapegados das outras pessoas, raiva e falta de alegria, é um sinal de que estamos desconectados de nossa verdadeira natureza humana e devemos procurar ajuda.

Toda mudança é muito difícil, muitos preferem continuar sofrendo porque enfrentar o “por que”, o “para que” seria difícil e desconfortável. O crescimento não é fácil. Requer trabalho e dedicação, responsabilidade. Às vezes, exige que aceitemos nossa parte de responsabilidade em nosso sofrimento. A realidade é que não vai parar de nos atormentar até que paremos de fugir dela.

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment