suicídio

Suicídio entre jovens no Brasil

Clique e encontre seu psicólogo !
0.0
00
De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o Brasil é o 8º país do mundo em casos de suicídio, com um aumento de 30% em 25 anos, entre os jovens. A depressão é a principal causa das mortes, sendo que 95% das pessoas que se suicidam apresentam transtornos mentais, tais como:
  • Depressão
  • Bipolaridade
  • Esquizofrenia
  • Uso de álcool e drogas.

Deste modo, o suicídio já se constitui na segunda causa de mortes entre a população jovem, logo atrás dos acidentes de trânsito, com predominância masculina.

PREVENÇÃO

Quem pensa em cometer suicídio está passando por um sofrimento psicológico. Se houver a prevenção adequada, é possível diminuir as mortes em 90%.
As pessoas tem dificuldade de falar sobre este assunto, até porque existe preconceito sobre o mesmo na sociedade. Amigos, familiares e colegas de trabalho são os que mais podem perceber os sinais de alguém que pensa em desistir da própria vida. Neste sentido, aqueles deverão procurar escutar e incentiva-lo a falar sobre o seu sofrimento.

SINTOMAS

  • Mudança no comportamento;
  • Sentimento de inutilidade;
  • Fadiga ou sensação de perda de energia quase que diariamente;
  • Humor deprimido (tristeza, desesperança e desânimo);
  • Pensamentos recorrentes de morte.

Estes sintomas causam sofrimento e prejuízo no funcionamento social, profissional e em outras áreas de atuação do indivíduo.

tratamento é psicofarmacológico, necessitando-se de avaliações psiquiátricas periódicas, do uso de medicação e do acompanhamento de um psicólogo com a cooperação de familiares e amigos. Desta forma, a pessoa que apresenta ideações suicidas deverá estar sempre sob tratamento, como também evitar-se ficar sozinha. Além disso, os familiares deverão ficar sempre atentos ao convívio com armas de qualquer natureza e agentes químicos, visto que, cerca de 30% dos suicídios são decorrentes do envenenamento por pesticidas e o uso de métodos de enforcamento, como também de armas de fogo.

Clique e encontre seu psicólogo !

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment