Terapia Cognitivo Comportamental e o Mindful Eating no auxílio da perda de peso.

   A obesidade nos dias atuais

 A obesidade e as consequentes doenças que ela traz para a saúde do indivíduo na nossa atual sociedade, é um problema que tomou proporções alarmantes em diversas regiões do mundo. Diversas dietas e técnicas estão disponíveis ao nosso alcance para a redução de peso e reeducação alimentar, proporcionando informações essenciais para o indivíduo, bem estar e auto estima.

 Um estudo global feito em 2017 pelo Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (IHME) da Universidade de Washington, teve um resultado alarmante indicando que 30% da população mundial têm sobrepeso ou obesidade. Pensando em porcentagem, esse número quase chega a metade da população mundial, o que é bem significativo.

Nessa realidade de tempo frenético, e pouca atenção ao que comemos, muitas pessoas acabaram deixando a saúde de lado, e obtiveram o acréscimo de muitos números na balança. Esses números também são em partes, resultado de uma alimentação mais rápida, com menos qualidade, que vem de uma cultura moderna global, que influencia os hábitos de alimentação e consumo da população de hoje segundo, Mondini & Monteiro (1994).

No Brasil, estudos mostram o aumento da obesidade e sobrepeso, assim como o aumento de outras doenças em adolescentes e adultos, segundo Wang, Magalhães e Mendonça (2003). A obesidade pode contribuir para muitas doenças, além de mexer com o psicológico de cada indivíduo, que por muitas vezes, transforma seu dia a dia e experiência de vida menos agradável, além de influenciar na imagem corporal e auto estima de cada um. Segundo Almeida, Oliveira e Vieira (2008) a obesidade traz importantes aspectos psicológicos, relacionados à imagem corporal e o modo que a pessoa se vê e se mostra ao mundo. Essa imagem, é o que impulsionará cada indivíduo vivenciar o seu dia a dia.

A obesidade e a relação com a imagem corporal

Por conta desse crescimento da obesidade e a relação que temos com a nossa imagem corporal, muitas pessoas acabam buscando ajuda nas dietas restritivas, ou dietas diferenciadas, para poder manter seu peso, ou perder as grandes quantidades de calorias acumuladas. Muitas vezes, sem o auxílio de um profissional especialista no assunto, como um nutricionista ou endocrinologista, as pessoas vão atrás de métodos que prometem resultados rápidos e fáceis, para poderem alcançar o resultado desejado. O grande problema de dietas restritivas e rápidas, é que elas acabam voltando-se contra a própria pessoa. Elas ajudam na redução de peso rapidamente, porém são menos eficazes à longo prazo. A nutricionista e autora, Sophie Deram (2018) em seu livro “O peso das dietas”, resume bem a relação entre a alimentação e o peso corporal. Também menciona alguns estudos científicos sobre as dietas restritivas e seus resultados no longo prazo.

A Terapia Cognitivo Comportamental e o Mindful Eating  no auxílio da redução de peso.

O uso da Terapia Cognitivo Comportamental para o auxílio da redução de peso, é extremamente importante, pois as crenças disfuncionais do indivíduo e a modificação de padrões de raciocínio associados à imagem corporal, trazem resultados positivos para a vida de cada um. No livro “Pense Magro” da autora, Judith S. Beck (2008), é colocado bastante em questão o uso das técnicas de terapia cognitivo- comportamental para seguir dietas de redução de peso. Discorre bastante sobre o entendimento dos nossos gatilhos emocionais que nos fazem consumir determinado alimento, o porque desse consumo e a quantidade. Tudo tem uma explicação com base científica e teórica  .Com isso, e as questões trazidas anteriormente, é importante escolher técnicas ou dietas que se adequem ao estilo de vida de cada um, proporcionando além do objetivo inicial, um bem estar e manutenção do peso ao longo da vida do indivíduo.

As técnicas psicológicas de Mindful Eating, juntamente com a Terapia Cognitivo- Comportamental, são eficazes e possuem métodos de aplicações simples e fáceis de utilizar no dia a dia, proporcionando resultados satisfatórios à longo prazo para o objetivo de redução de peso corporal ou manutenção do mesmo. O Mindful Eating introduz técnicas do Mindfulness no momento de se alimentar, trazendo a pessoa ao presente, compreendendo e apreciando a comida e o ato em si. Segundo Dalen & Smith (2010), o Mindful Eating, auxilia no comportamento de comer, e em toda psicologia por trás desse ato.

Técnicas de Mindful Eating

As técnicas consistem em diários de alimentação de 4 à 8 semanas, que servem como guia metodológico, com planos do dia a dia do modo de se alimentar versus a percepção dessa alimentação. Há um construto semanal com foco em uma temática para a mudança comportamental em relação ao comer. Esses diários de alimentação, são usados junto com áudios de meditação, que possibilitam o encontro consigo mesmo do indivíduo. Os áudios são de extrema importância para que as técnicas sejam bem sucedidas, pois possibilita o indivíduo a ter um momento consigo mesmo de 10 à 16 minutos diários, onde a atenção plena é presente.

Diversas pessoas que usaram das técnicas e fizeram o acompanhamento com o Mindful Eating por 8 semanas consecutivas, diariamente, se beneficiaram com uma atenção maior na hora de se alimentar, aproveitando todo o momento da refeição, e também teve um grande auxilio na redução e manutenção do peso.

Ajuda de outros profissionais da saúde

As técnicas podem ser  aplicadas juntamente com um profissional que tenha a formação para tal, mas é importante ressaltar que se faz necessário um acompanhamento de um nutricionista, ou outros médicos especializados, como endocrinologista,  junto à um cardápio mais saudável, e exercícios físicos constantes, para que o resultado seja mais significativo à curto prazo.

Além das técnicas serem extremamente recomendáveis para o auxilio à perda de peso, elas também auxiliam na diminuição da ansiedade, mudança de comportamento em relação à impulsividade, melhor entendimento de sentimentos e emoções e aumento da auto estima, além de outros benefícios à saúde.

 Por que utilizar o Mindfulness e o Mindful Eating?

Com o crescimento da indústria alimentícia, e a facilidade da obtenção de alimentos, as pessoas hoje possuem muitas opções ao seu alcance. Há sempre um estabelecimento que vende alimentos prontos, ou de fácil preparação, em diversos locais, deixando o indivíduo escolher livremente. O pouco tempo que temos no dia a dia na nossa sociedade, acabou auxiliando para que o consumo desses alimentos rápidos, e muitas vezes nada saudáveis, crescesse consideravelmente nos tempos atuais. Com essa alimentação rápida e repleta de condimentos e produtos industrializados, algumas pessoas acabaram adquirindo obesidade ou sobrepeso, aliados à um estilo de vida sedentário. Para que isso seja comprovado, basta apenas notar a quantidade de restaurantes e estabelecimentos próximos à grandes empresas, que estão disponíveis nas regiões metropolitanas. A grande maioria das pessoas preferem sair na hora das refeições e escolhem o que o Vale Refeição pode pagar. Na maioria dos restaurantes, ou se come por quilo, ou por um preço fechado, o que auxilia muito para que o prato seja extremamente repleto de comida, que sacia os olhos e o desejo, mais do que a própria fome. São poucas as pessoas que preferem cozinhar em casa, escolhendo cada ingrediente e o preparo com cuidado deles, e optam por alimentos mais saudáveis.

Nos artigos e livros pesquisados, há um predomínio maior de material relacionado à Terapia Cognitivo- Comportamental. O Mindfulness e Mindful Eating, é pouco abordado junto ao assunto de redução de peso. O Mindfulness é mais abordado no mundo corporativo e de relacionamento humano, porém se aplicado em outras áreas da vida, traz ótimos resultados.

 O termo “Mindfulness”, significa em português “Atenção Plena”, e o Mindful Eating seria a atenção plena na comida, ou atenção plena ao se comer, a relação com a comida em si. O Mindful Eating é uma abordagem baseada no comportamento pessoal, e tem como objetivo promover mudanças efetivas e duradouras, principalmente na alimentação. As técnicas de Mindful Eating, proporcionam ao indivíduo a saber diferenciar a real fome, do desejo. O comer com qualidade, ao invés da quantidade. Por conta disso, que não se restringe nenhum alimento. É liberado todo o tipo de comida, mas com consciência.

Os métodos e técnicas psicológicas são extremamente eficazes, somadas à um propósito e foco individual, trazem resultados bem significativos para a vida do indivíduo, pois modificam o “modo de pensar”, e o agir por si só já é totalmente diferente.

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment