Transtorno de ansiedade: dias ruins também chegam ao fim

Transtorno de ansiedade: dias ruins também chegam ao fim

Você já se perguntou o que tem deixado ou já deixou de fazer por conta da ansiedade? Mas afinal o que é ansiedade? Quais são os sintomas da ansiedade? Como controlar esses sintomas?

Ter ou se sentir ansioso(a)?

É um alerta que o corpo apresenta perante uma situação nova, podendo até ser considerada útil e necessária, já que faz a pessoa agir de forma preventiva, nos preparando para determinadas situações. No entanto, podem surgir pensamentos disfuncionais, como por exemplo, pensar que o pior irá acontecer, tornando-se algo rotineiro e frequente, nos impedindo até mesmo de realizar tarefas simples no dia a dia, tornando-se um incômodo.

Assim, ser ansioso é pensar que tudo vai dar errado. Ou seja, não termos a percepção que aquilo nem sempre é um problema real. Dessa forma, é sentir-se impotente por nem ao menos saber explicar o que está sentindo, é ter medos irracionais.

Quais são os sintomas cognitivos da ansiedade?

  • Dificuldade em pegar no sono
  • Dificuldade em concentrar-se
  • Irritabilidade
  • Preocupação frequente

Quais são os sintomas físicos da ansiedade?

  • Falta de ar
  • Dores no peito
  • Sensação de sufocamento
  • Tremores ou agitações

Quais são os sintomas comportamentais e emocionais da ansiedade?

  • Agressividade
  • Irritabilidade
  • Insegurança
  • Tristeza ou raiva
  • Evitar ou fugir de algo

Trabalhando com nossos pensamentos

Os pensamentos são os principais sabotadores da ansiedade. Por isso, pergunte a si mesmo “O que está passando na minha mente agora?”. Da mesma forma, questione a validade dos pensamentos assim que identificados. “Esse pensamento faz sentido?”. Assim, substitua esses pensamentos por alternativas racionais, transformando-os em possibilidades.

Como controlar:

  • Se cobre menos, está tudo bem não dar conta de tudo;
  • Pratique exercícios físicos;
  • Defina prioridades;
  • Tire um tempo para você;
  • Seja gentil com você, errar faz parte do processo;
  • Pratique exercício de respiração;
  • Observe três objetos à sua volta e descreva-o detalhadamente;
  • Relembre suas vitórias, bênçãos e conquistas;
  • Lembre-se: isso vai passar.

Finalmente, entenda que a sua ansiedade está mentindo para você. Assim, acredite em si mesmo: você é capaz, você não é um fracasso. Do mesmo modo, procure ajuda para lidar com isso, você não está sozinho (a). 

Avalie esse artigo:

Comentários:

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments