hiperatividade em adultos

Hiperatividade em adultos: aprenda a identificar

  |  Tempo de leitura: 8 minutos

Hiperatividade em adultos? Sim, ela existe! E é importante lembrar que muitos adultos com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) nunca foram diagnosticados com o problema.

Dados apontam que o TDAH afeta cerca de 4,4% das crianças brasileiras e 5% das crianças de todo mundo. E os sintomas podem permanecer até a vida adulta.

Quando não é tratado, esse transtorno pode causar inúmeros problemas mentais e físicos, que sobrecarregam os relacionamentos e causam dificuldades em muitos aspectos da vida cotidiana.

Por isso é tão importante reconhecer os sinais hiperatividade em adultos. Desse modo, quem é afetado pode receber o tratamento adequado.

Para entender melhor o problema e identificar os sintomas da hiperatividade em adultos, acompanhe nosso artigo!

Principais sinais da hiperatividade em adultos

O diagnóstico de TDAH é bastante difícil, e não é incomum que médicos se precipitem em reconhecer a hiperatividade em crianças. Nos adultos, porém, a combinação de alguns sintomas pode identificar o problema, que merece atenção e tratamentos imediatos.

Confira a seguir alguns sinais da hiperatividade manifestada em adultos:

Falta de foco

Possivelmente, o sinal mais revelador de hiperatividade em adultos é a falta de foco. E isso vai além de não prestar atenção, simplesmente.

Significa estar facilmente distraído, achando difícil ouvir os outros em uma conversa, ignorando detalhes e não concluindo tarefas ou projetos. No entanto, o hiperfoco também é sintoma de um adulto hiperativo.

Hiperfoco

Embora os adultos hiperativos sejam facilmente distraídos, eles também podem apresentar um sintoma contrário, chamado hiperfoco. Uma pessoa com TDAH pode ficar tão absorta em algo, que tende a se tornar inconsciente de qualquer outra coisa ao seu redor.

Esse tipo de foco em excesso facilita que a pessoa perca a noção do tempo e ignore o que acontece à sua volta.

Além de levar a mal-entendidos no relacionamento, também pode ser algo bastante perigoso! Deixar panelas no fogo, utensílios ligados na tomada, entre outras pequenas tarefas do dia a dia, e não perceber algo de errado pode acabar em tragédia.

Desorganização

A vida pode parecer caótica para todos às vezes, mas um adulto com hiperatividade normalmente tem uma experiência de vida com o caos em sua rotina. Isso pode tornar mais difícil manter tudo no lugar certo.

Adultos hiperativos têm poucas habilidades de organização. E isso inclui problemas em controlar tarefas e dificuldade para priorizá-las de uma maneira lógica.

Problemas de gerenciamento do tempo

Esta questão vem junto com a desorganização. Adultos com TDAH muitas vezes têm dificuldade em usar seu tempo de forma eficaz.

Eles podem procrastinar tarefas importantes, aparecer atrasados ​​para eventos ou ignorar atividades que considerem chatas. Eles também apresentam dificuldade em se projetar no futuro ou no passado: o “agora” é frequentemente mais importante para eles.

Esquecimento

É normal esquecer as coisas ocasionalmente, mas para alguém com TDAH o esquecimento é cotidiano. Isso pode incluir um esquecimento rotineiro de onde colocou a carteira ou as chaves, e até mesmo datas importantes.

Às vezes, o esquecimento pode ser só um inconveniente, mas também pode prejudicar a vida de quem sofre com o problema, causando danos à carreira profissional e aos relacionamentos, porque acaba sendo confundido com descuido ou falta de inteligência.

Impulsividade

A hiperatividade em adultos anda de mãos dadas com a impulsividade. E ela pode se manifestar de várias maneiras:

  • interromper os outros durante a conversa;
  • ser inconveniente e inadequado;
  • ser multitarefa;
  • agir sem pensar nas consequências.

Os hábitos de compra de uma pessoa também são uma boa indicação da presença de hiperatividade. Comprar por impulso, especialmente itens que a pessoa não pode pagar, é um sintoma comum do TDAH em adultos.

Problemas emocionais

A vida de um hiperativo pode parecer caótica, como se suas emoções estivessem constantemente em ebulição. É fácil, também, ficar entediado e ir à procura de emoção sem nenhum motivo importante. Além disso, pequenas frustrações podem parecer intoleráveis ​​ou trazer depressão e alterações de humor.

Autoimagem ruim

Adultos hiperativos são excessivamente críticos, o que pode levar a uma autoimagem ruim. Isso se deve, em parte, à sua incapacidade de se concentrar, bem como a outros sintomas que podem causar problemas na escola, no trabalho ou nos relacionamentos. 

E essa dificuldade pode ser vista como fracassos pessoais ou insucesso, o que faz com que se tornem negativos.

Falta de motivação

A hiperatividade em adultos leva a pessoa a querer fazer tudo de uma só vez. Em contrapartida, é muito comum se sentir desmotivado em realizar suas tarefas.

Juntamente com a procrastinação e as fracas habilidades de organização, esse problema pode dificultar que um adulto com TDAH conclua um projeto porque não consegue se concentrar por longos períodos.

Pessoas adultas com sinal de hiperatividade podem se sentir “ligadas” o tempo todo. O desejo de continuar se movendo e fazendo as coisas pode levar à frustração quando não consegue realizar algo imediatamente. Isso leva à inquietação, e pode acabar em frustração e ansiedade.

Inquietude e ansiedade

A ansiedade, aliás, é um sintoma muito comum na hiperatividade em adultos, já que a mente tende a repetir eventos preocupantes.

E assim como acontece com as crianças, os sinais físicos da hiperatividade nos adultos podem incluir inquietação. Eles podem se movimentar com frequência, batendo com as mãos ou os pés, mudando de posição ou sendo incapazes de ficar parados.

Fadiga

Embora isso possa parecer surpreendente, dado que a inquietação também é um sintoma, a fadiga é um problema para muitos adultos com TDAH. E há várias razões para isso.

Por exemplo, a hiperatividade em adultos ocasiona distúrbios do sono, o que pode ser a causa do cansaço. Ou pode ser devido ao esforço constante de concentração. Seja qual for a causa, a fadiga pode piorar ainda mais a dificuldade de atenção.

Consequências da hiperatividade em adultos

Todos os sinais que citamos anteriormente podem levar a sérias consequências, tanto para quem sofre com o problema quanto para quem convive com uma pessoa hiperativa.

Problemas de saúde

A impulsividade, a falta de motivação, os problemas emocionais e a desorganização podem levar um adulto hiperativo a negligenciar sua saúde.

Isso pode ser visto através da compulsão alimentar, do sedentarismo ou até mesmo na dificuldade em se ater a um tratamento médico recomendado.

Problemas de relacionamento

A hiperatividade em adultos tende a gerar muitos problemas nos relacionamentos, sejam eles profissionais, românticos ou familiares.

O jeito de falar e agir, ou até mesmo a desatenção, acabam esgotando os relacionamentos, já que uma pessoa pode parecer insensível, irresponsável ou indiferente.

Abuso de substâncias

Embora não seja um problema que afete todos os adultos com hiperatividade, esses indivíduos são mais propensos ao uso indevido de substâncias, sejam elas drogas ilícitas, ou mesmo álcool e cigarros.

Como tratar a hiperatividade em adultos?

Organizar-se, manter os planos e terminar o que começou… Nada disso precisa ser sofrido ou difícil! A hiperatividade em adultos pode ser tratada e pessoas com esse problema conseguem uma maior qualidade de vida quando buscam ajuda.

Se você suspeita que pode ser um adulto hiperativo ou conhece alguém com esse problema, é recomendável buscar ajuda de um profissional de saúde. Uma avaliação neuropsicológica pode ser de grande valia nesse momento e para realizá-la basta procurar por um psicólogo especialista em neuropsicologia. Existem medicamentos desenvolvidos que podem ajudar no tratamento.

Além disso, a terapia pode ser uma excelente alternativa para que um adulto hiperativo tenha mais controle sobre sua vida. Com ela, o indivíduo aprende a controlar o estresse, comer direito e dormir o suficiente para que seu corpo esteja melhor preparado para lidar com os desafios.

Agora que você já sabe como reconhecer a hiperatividade em adultos, compartilhe o conteúdo nas redes sociais. Ele pode ser importante também para outras pessoas! Plataformas como a Vittude podem facilitar a busca por um psicólogo que atenda a requisitos específicos para atender a todos que precisem de acompanhamento. Acesse nosso site e confira você mesmo todas as oportunidades oferecidas!

Leia também:

Alzheimer: sintomas, causas, tratamento e prevenção

Dislexia: sintomas, diagnóstico, tratamento e impactos no aprendizado

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade.