Como uma liderança inspiradora contribui para os resultados da empresa?

Se a liderança impacta a saúde mental dos colaboradores tanto quanto um parceiro amoroso e ainda mais do que terapeutas, como diz uma pesquisa do Workforce Institute, imagine a diferença num ambiente que tem uma liderança inspiradora e uma liderança autocrática.

Vamos fazer um exercício? Visualize uma empresa em que os líderes são autoritários e se apoiam em uma hierarquia engessada para comandar. 

Eles não valorizam as opiniões dos liderados, não se importam com seus sentimentos e necessidades, além de não compartilhar o que sentem, pensam e desejam para o futuro. 

Agora considere um cenário diferente: um contexto organizacional em que as lideranças escutam o que a equipe tem a dizer e respeita as suas ideias e opiniões, além de gostar de compartilhar ideias, visões de mundo e construir propósitos em comum. 

Qual desses dois cenários lhe parece ser um ambiente melhor para trabalhar? Em qual deles, imagina que os colaboradores terão melhores resultados?

Certamente, a segunda opção. E ela descreve justamente como agem lideranças inspiradoras. 

Neste artigo, vamos te mostrar:

O que é uma liderança inspiradora? 

Línderes inspiram colaboradores por meio de confiança, respeito, empatia, diálogo aberto, feedback construtivo, mas principalmente por compartilhar com eles sua visão de mundo, seu propósito e sua trajetória. 

Para entender do que estamos falando, vale citarmos o conceito de Golden Circle de Simon Sinek, escritor e especialista em liderança corporativa, que fundamenta sua teoria para explicar como grandes líderes inspiram

O Golden Circle é uma estrutura de liderança e comunicação que enfatiza a importância de “por que,” “como” e “o quê”.

Ele possui três camadas com o “porquê” no centro, o “como” no meio e o “o quê” na parte externa.

Por que (Why): No centro está o “porquê.” Isso representa a razão fundamental, a crença central que motiva uma pessoa ou organização. 

É a resposta para a pergunta: “Por que você faz o que faz?”. O “porquê” é o motor da inspiração e da motivação, além de ser o que diferencia líderes e organizações verdadeiramente visionários.

Como (How): A camada intermediária do círculo representa a maneira pela qual uma organização realiza sua missão ou como um líder faz seu papel. São a estratégia, os valores e os princípios que guiam a ação.

O quê (What): A camada mais externa representa o que exatamente uma organização faz ou o produto/serviço que oferece. É o aspecto mais tangível e visível da empresa.

O autor argumenta que, para ter um impacto duradouro e inspirar as pessoas, é fundamental começar nossas comunicações pelo “porquê” e depois passar para as outras duas perguntas, em vez de fazer o contrário. 

E isso tem um motivo: as organizações e líderes que comunicam seu “porquê” de forma eficaz atraem seguidores e clientes leais, criando conexões mais profundas e significativas. 

Partindo dessa teoria, o líder inspirador se comunica a partir do seu porquê , ou seja, do seu propósito, envolvendo as pessoas em torno dele.

Com essa habilidade, a liderança inspiradora funciona com um guia que mostra ao grupo que é possível um futuro promissor. Ele mostra uma direção transparente onde o coletivo segue para o mesmo lugar e consegue enaltecer o que há de melhor em cada um da equipe. 

É necessário que ele tenha o domínio total sobre a missão, os objetivos e as metas da empresa para inspirar através do exemplo.

Na prática, a liderança inspiradora incorpora uma visão de futuro que consegue influenciar os sentimentos de todos. Assume missões ousadas e convence, com inteligência e exemplo, que é possível realizá-las.

Líderes com essa performance podem assustar os que estão em uma zona de conforto, pois novas ideias e mudanças tendem a incomodar. 

É preciso coragem para assumir essa posição, mas com inteligência, responsabilidade e confiança, é possível atrair as pessoas para se aliarem em prol de grandes desafios. 

Vamos entender como líderes inspiradores fazem isso!

As 4 inteligências de líderes inspiradores

Segundo Klaus Schwab, são quatro os tipos de inteligências necessárias para ser um líder inspirador. Vejamos:

Inteligência contextual

É como a mente do líder inspirador se posiciona diante dos acontecimentos. Atentos ao contexto sócio-político-econômico do mundo e também da organização, esses líderes têm a habilidade de prever tendências e antecipar mudanças.

Esse tipo de inteligência se dá através de três habilidades:

Primeiro, entender a conjuntura atual. Por meio das suas redes de contatos, obtém dados e informações que o levam a tecer um conhecimento antecipado sobre as tendências.

Segundo, adaptabilidade. Ele é capaz de se adaptar com rapidez às novas tendências. 

Introduz mudanças e desenvolve alternativas através das informações e conhecimentos cooptados pelas suas redes sobre a realidade em questão.

Terceiro, conectividade. Para alcançar os resultados esperados, o líder inspiracional articula parcerias eficientes e a partir dessas parcerias redistribui o conhecimento proporcionando diálogos inteligentes sobre o contexto.

Inteligência física

Pessoas que não estão bem fisicamente não trabalham bem. E se isso é importante para os liderados, é ainda mais importante para os líderes.

Assim, a inteligência física está muito ligada à consciência corporal e todo o seu conhecimento a respeito do seu corpo e da sua mente. Sua habilidade em manter boa a sua saúde e a de toda a sua equipe. 

É imprescindível ter estado de presença, fazer check ups com regularidade e ter disciplina, que também auxilia na capacidade de foco e resiliência. 

Inteligência emocional

O líder inspiracional faz a gestão das emoções no ambiente de trabalho. Para tanto, ele precisa ter autocontrole, saber lidar e expressar seus sentimentos. 

Muitas vezes uma situação no trabalho pode despertar um gatilho traumático para o líder. 

Uma pessoa que teve suas necessidades psicológicas negligenciadas na infância, por exemplo, pode ter uma necessidade constante de aprovação. E, quando isso não acontece, uma dor antiga pode trazer complicações para uma situação do presente. 

E isso pode acontecer com qualquer um. Assim, é necessário que o líder também tenha empatia para compreender diferentes pontos de vista e facilitar as interações sociais.

Nesse sentido, quanto mais segurança psicológica ele construir na equipe, melhor. 

Inteligência inspiracional

É exatamente o assunto que estamos trazendo aqui: como o líder se inspira e sua capacidade de inspirar quem está à sua volta. 

Seu comprometimento e paixão pelo objetivo comum são exemplares. O senso de propósito, engajamento e confiança que emana se alinha de maneira que as pessoas envolvidas são tocadas, espontaneamente, por esse líder.

Não é simples ser uma liderança inspiradora, pois se trata de construir um conjunto de habilidades e comportamentos sensíveis. Mas esse é um estilo que tem trazido muitos resultados para as empresas, como veremos agora.

Qual a importância de ter lideranças inspiradoras?

Com a presença de líderes inspiradores, a empresa tem maiores chances de conseguir efetivar as mudanças que deseja e acessar as tendências do mercado em tempo. 

A comunicabilidade, o conhecimento da empresa e o entendimento da equipe torna o líder inspiracional um agregador e um defensor de qualquer organização

Ele resolve conflitos e desenvolve uma relação saudável com as pessoas envolvidas nos seus projetos. 

Esse tipo de liderança possui um caráter flexível. Consegue dar encaminhamentos mesmo nos momentos mais difíceis, apresenta soluções diante dos imprevistos e tem a capacidade de criar alternativas em meio às novidades do mundo moderno. 

Além dos benefícios expressivos para a estratégia empresarial, os líderes também são fundamentais justamente porque são uma peça chave para o desempenho das pessoas numa organização.

Segundo Fernando Sarcero, sócio-fundador da consultoria i9ação, um bom líder é capaz de melhorar o engajamento do time e diminuir o turnover em até quatro vezes, além de proporcionar performances 30% melhores do que as de uma equipe que não tem liderança boa.

Qual empresa não gostaria de ter um profissional com esse perfil?

Como desenvolver e manter líderes inspiradores?

A identificação de novos talentos para liderar é um caminho, mas também é importante que sejam dadas as condições certas para que esse indivíduo se desenvolva.

Um bom começo é identificar quem são colaboradores com capacidade de se tornarem líderes.

Para a empresa identificar os funcionários com perfil de liderança, uma boa dica é estimular o trabalho em equipe. No contato interpessoal, os indivíduos são levados a demonstrar suas aptidões comunicativas e seu nível de interação social. 

Outra maneira é dando espaço para que o colaborador possa demonstrar suas ideias e suas opiniões. Com mais liberdade para agir, os profissionais se tornam mais independentes e podem identificar soluções úteis para a empresa.

Veja algumas estratégias úteis para o desenvolvimento da liderança inspiracional:

Ofereça planos de carreira

Uma das formas de motivar um líder e mantê-lo na empresa é oferecer um plano de carreira. 

Quando as pessoas percebem que podem crescer profissionalmente na organização elas se dedicam mais. Tornar claro para o funcionário em desenvolvimento que ele pode evoluir junto com a empresa é um excelente caminho para a retenção de talentos

São elementos importantes para um bom plano de carreira: oferecer promoções, indicar reajuste de salário, realizar treinamentos afins, investir em programas de saúde e de saúde mental, entre outras ações.

Realize treinamentos

Para desenvolver as competências de um líder é fundamental treiná-los. Capacitações na área de gestão e de habilidades comportamentais são fundamentais.

O ideal é que todo líder atue como mentor de seus liderados, é isso que defende Paulo Erlich, um dos pioneiros na formação de líderes mentores no país. 

Na prática, ser mentor dos seus liderados significa utilizar seus conhecimentos e saberes para estimular o crescimento de outras pessoas, além de facilitar o desenvolvimento social e emocional do seu mentorado.

Assim como o líder inspirador, o líder mentor exerce um importante papel de modelo, de exemplo, para seus liderados, tanto em aspectos técnicos, como em questões morais e éticas.

Incentive o networking

Através da convivência e do apoio entre pessoas com o mesmo propósito e objetivos, é possível melhorar projetos e performances. 

A troca de informações e conhecimentos é um recurso poderoso para formação de lideranças inspiradoras, pois o contato com outras pessoas enriquece a bagagem e o repertório dos profissionais.

Dê oportunidades para tomada de decisão

O líder inspiracional precisa ter confiança na empresa e vice-versa. Nesse sentido, ele deve ter autonomia para tomar decisões. 

Quando tem apoio, o líder se sente capaz de fazer boas escolhas. Isso significa que oportunidades para decidir devem ser dadas, mas também é preciso oferecer embasamento e preparo, o que pode ser feito com capacitação e compartilhamento das informações necessárias. 

Nesse ponto, dados e informações sobre o histórico empresarial são indispensáveis para boas escolhas atuais.

Seis características de líderes inspiradores

Mas como a liderança inspiradora funciona na prática? Veja alguns exemplos!

São confiáveis

O líder inspiracional é confiável porque demonstra no dia-a-dia o seu engajamento e o seu compromisso. A busca pelo sucesso coletivo também inspira confiança. 

Segurança, competência, coragem e autoconfiança também são importantes características que levam os liderados a confiarem nele. 

Outro ponto importante é que o famoso ditado “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço” é totalmente oposto ao perfil da liderança inspiradora. Coerência e transparência são pilares de sua atuação.

Sabem dar bons feedbacks

Líderes inspiradores têm a capacidade de dar feedback de maneira eficaz porque compreendem a importância de um ambiente de trabalho que valorize o crescimento e o desenvolvimento. 

Eles reconhecem que o feedback construtivo é uma ferramenta fundamental para capacitar suas equipes, proporcionando orientação e oportunidades de aprendizado. 

Nesse processo, eles enfatizam as realizações e destacam o potencial de melhoria, criando um ambiente de confiança que incentiva os membros da equipe a se esforçarem para alcançar o melhor desempenho.

Têm visão de futuro

A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo

Segundo Peter Drucker, um dos mestres da administração moderna, “a melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. 

Visualizar o futuro embasado no presente é um grande papel das lideranças inspiradoras. 

A empresa e os seus líderes devem saber aonde querem chegar para focar nos objetivos, que devem ser claros e realistas. A partir dessa realidade, é preciso agir com estratégia e bom senso. 

Isso quer dizer que os objetivos devem ser realistas, mensuráveis, relevantes e detalhados. 

Delegam atividades

Uma liderança eficiente consegue delegar tarefas com equilíbrio para sua equipe. A produtividade do time vai depender disso, inclusive. 

Para isso, as tarefas precisam ser claras e o conhecimento da equipe e suas capacidades são características importantes. 

Também é importante demonstrar confiança na capacidade dos profissionais, isso contribui para a autoconfiança pessoal de cada um e do time como um todo. 

Têm habilidade para trabalhar em equipe

A habilidade para trabalhar em equipe é fruto da preparação profissional, da experiência e da estratégia do líder. Discutir as ideias com os colaboradores, bem como considerar e valorizar cada opinião vai inspirar confiança no grupo. 

Empresas modernas precisam de líderes que entendam que as informações importantes devem ser compartilhadas com todos.

Além disso, avaliar a capacidade de cada liderado e gerenciar os conflitos é obrigação de um líder. Ouvir os anseios e saber das necessidades de cada membro leva a uma análise correta da situação.

São criativos e ousados

Lideranças inspiradoras são criativas e ousadas na hora de pensar soluções e construir novas possibilidades. Essas características também são importantes para quem consigam conquistar as pessoas para a causa que defendem. 

Desenvolver líderes inspiradores é uma excelente estratégia para empresas, embora não seja simples. Mas a tendência é que a partir de um exemplo, o perfil se multiplique juntamente pela ampla capacidade inspiracional. Por isso, o importante é começar.

A Vittude é uma empresa especializada em saúde mental organizacional. Entendemos que ela é inegociável e não depende só de terapia. Ao contrário, o ambiente profissional tem uma influência enorme no bem-estar dos colaboradores.

Como nossa CEO, Tatiana Pimenta, diz, o trabalho pode ser um oásis de saúde mental numa realidade social em que ela é altamente prejudicado. 

Por isso, desenvolvemos uma solução completa que oferece psicoterapia, ferramentas para diagnóstico, mas também desenvolve treinamentos, workshops, palestras e várias outras atividades educacionais, que são fundamentais para desenvolver lideranças inspiracionais.

Veja como ajudamos o time da L’Oréal a priorizar a saúde mental dos colaboradores! 

Autor

Carol Motta

ver outros conteúdos

Redatora sênior, especialista em SEO On Page, cientista social e com experiência em conteúdos de saúde e RH. Trabalha para viver num mundo em que as pessoas sejam mais saudáveis e as organizações, mais inclusivas.