Todos

Mentoria de carreira: quais as vantagens para empresas e profissionais?

Aprender com quem já percorreu o mesmo caminho é a grande vantagem da mentoria de carreira.  

Muitos profissionais têm preferido essa abordagem de desenvolvimento a treinamentos e cursos tradicionais em que o conhecimento é compartilhado de maneira menos personalizada. 

Compreendendo a demanda dos colaboradores e percebendo vantagens para a própria organização, grandes corporações têm aderido ao mentoring. De acordo com a Forbes, 70%  das empresas listadas na Fortune 500 possuem programas de mentoria

Entre os benefícios atribuídos estão: felicidade no trabalho, retenção de talentos e formação de lideranças.

Neste artigo, você vai ver:

O que é uma mentoria de carreira?

Mentoria ou mentoring é uma abordagem de desenvolvimento que vem se popularizando no Brasil há alguns anos. 

Paulo Erlich, um dos pioneiros no país no estudo e na aplicação de mentoria, define: 

“É um processo que acontece em relacionamentos em que uma pessoa que tem conhecimento e experiência em determinada área utiliza essa bagagem para estimular o desenvolvimento de outra pessoa nessa mesma área”.

Quem compartilha o conhecimento é chamado de mentor e quem recebe a ajuda do mentor é chamado de mentorado. 

As relações de mentoria podem ser informais, quando surgem de maneira espontânea e não estão estruturadas sob um método; e formais, quando há um método estruturado, previsão de duração do relacionamento, metas e outros mecanismos de regulação.

Neste texto, vamos abordar as relações formais, focando na mentoria de carreira. 

Qual a importância de uma mentoria de carreira?

O grande objetivo da mentoria de carreira é ajudar profissionais a encurtar caminhos em direção às metas que definem para sua jornada.

Além de agilizar o crescimento por meio de dicas e orientações técnicas, ainda é possível ter ganhos intangíveis relacionados ao desenvolvimento de soft skills, ganho de conhecimento e suporte emocional em momentos difíceis. 

Entenda sobre esses e outros benefícios nos tópicos a seguir:

Empregabilidade

Ao proporcionar um olhar mais crítico sobre a própria carreira com a ajuda de um mentor, é possível que o profissional ganhe maior percepção sobre suas necessidades de desenvolvimento, potencialidades e pontos de melhoria. 

Com isso, é possível aumentar seu desempenho e definir objetivos para a carreira, aumentando a empregabilidade.

Aceleração profissional

Como dissemos, a mentoria de carreira funciona como um encurtador de caminhos, um verdadeiro atalho, pois os mentores ajudam os mentorados a não cometerem os mesmos erros que eles, facilitam o acesso a conhecimentos importantes, além de oferecerem conselhos valiosos.

Networking de qualidade

A aceleração profissional da mentoria de carreira também acontece por conta da ampliação da rede de contatos. O mentor coloca a disposição do mentorado sua rede, indicando-o a oportunidades e apresentando-o para pessoas que podem ser importantes para o profissional.

Engajamento no trabalho

Tanto o mentor quanto o mentorado costumam se tornar mais engajados com o trabalho durante o processo. 

A mentoria é um benefício bastante valorizado atualmente, pois o investimento na própria carreira tem sido foco de grande atenção dos profissionais. 

Já os mentores aumentam o senso de propósito quando percebem que a bagagem que formaram ao longo da vida está influenciando outras pessoas. 

Inspiração e apoio

Dentre as funções da mentoria de carreira, estão as socioemocionais, entre elas aceitação, escuta ativa e aconselhamento; além da função modelar. 

A função modelar diz respeito ao papel de modelo que o mentor exerce para o mentorado. Nas relações de mentoria de carreira, a inspiração pode ir além do conhecimento técnico e acontecer também em relação à visão de mundo e aos valores praticados pelo mentor.

Tanto a função modelar, quanto a aceitação, a escuta ativa e o aconselhamento podem trazer grande inspiração e apoio para os mentorados.

Como encontrar um mentor?

Diferente do coaching, na mentoria, o mentor precisa ter conhecimento e experiência na área em que pretende desenvolver o mentorado.

Por isso, quem deseja fazer a mentoria de carreira deve buscar um profissional de sua área que admire técnica e eticamente e, de preferência, que tenha alcançado o reconhecimento que deseja para si.

O mentor, por sua vez, deve ser alguém que esteja aberto para compartilhar honestamente não só seus conhecimentos, mas também sua trajetória para chegar aonde chegou.

Isso significa que um bom mentor deve abrir-se com seu mentorado sobre seus erros, medos, inseguranças e como fez para superá-los. Isso ajuda no processo de identificação e conexão entre os dois e possibilita que o mentorado evite falhas e caminhos mal sucedidos que o mentor já conheceu.

Por isso, um mentor não pode ver o mentorado como seu concorrente, mas como um aluno. Senão o processo não vai funcionar e pode gerar atritos.

Para encontrar o profissional ideal, observe esses aspectos e use as ferramentas disponíveis, como as que citamos a seguir:

Pesquise referências na sua área

No Google, nas redes sociais, nos sites especializados em sua área e conversando com seus colegas de trabalho, descubra boas referências. Se você é iniciante no mercado em que está entrando, verifique o que é valorizado pelos seus pares com mais experiência. 

Mobilize sua rede de contatos

Converse com as pessoas sobre seu desejo de realizar uma mentoria de carreira. Muita gente não se intitula como mentora mas pode estar disposta a ajudar caso receba uma proposta. 

Mas atenção: o processo de mentoria terá melhores resultados se o mentor tiver, além de conhecimento e experiência, um método de mentoring estruturado para conduzir o trabalho. 

Procure mentores no LinkedIn

O Linkedin é uma rede profissional onde as pessoas compartilham informações sobre sua carreira, seus conhecimentos, sua visão de mundo e como isso afeta sua forma de trabalhar. 

Use palavras chaves para buscar as pessoas especialistas nos conhecimentos que deseja adquirir, conecte-se com elas e acompanhe seus conteúdos. Essa é uma excelente maneira de se aproximar e decidir se vale a pena realizar mentoria de carreira com alguém.

O que as empresas ganham com a mentoria?

A mentoria possibilita o crescimento do mentor e do mentorado por meio de um relacionamento interpessoal rico em compartilhamento de conhecimentos. Mas sabia que as empresas onde há processos de mentoria também são impactadas com os benefícios dessa relação?

Veja como isso acontece:

Agilidade na aprendizagem

A gestão do conhecimento é uma das principais demandas dos Recursos Humanos nas organizações. 

Por mais que o processo de recrutamento e seleção seja assertivo com a escolha dos profissionais mais preparados, sabemos que cada organização possui seus fluxos e processos e para cada novo funcionário aprender isso, o que leva um tempo.

Sem falar na aprendizagem da cultura organizacional, algo que é extremamente importante para a adaptação dos recém-chegados. 

Agora imagine ter um profissional com mais experiência apoiando a chegada deles na empresa ou na equipe. Isso pode ser feito por um mentor que já atua como líder ou colaborador na organização. 

Dessa forma, parece bem provável que o processo de aprendizagem organizacional seja mais breve e menos desafiador, não é mesmo? Consegue perceber o que a empresa ganha com isso?

O mentorado se torna mais produtivo, mais engajado no trabalho e seu sentimento de pertencimento também aumenta. 

Desenvolvimento de lideranças humanizadas

A mentoria de carreira pode ser utilizado no contexto organizacional para ajudar colaboradores a desenvolver habilidades de liderança, o que é muito valioso para a sustentabilidade de uma instituição.

Mas além disso, existe outra forma de aproveitar o mentoring organizacional para formar líderes. Trata-se de ajudar as lideranças a atuarem como mentoras de suas equipes. É o chamado líder mentor.

O que faz um líder mentor? 

Ele compartilha o que sabe com seus liderados; cultiva com eles relacionamentos ricos em respeito, admiração mútua e comunicação assertiva; oferece suporte emocional, quando preciso, e feedback construtivo; além de escuta ativa e aconselhamento.

O resultado disso também são equipes mais engajadas e produtivas, o que é excelente para a empresa.

Redução de custos com treinamento

O ganho de produtividade possibilitado pela agilidade na adaptação de recém-chegados e pela atuação de líderes mentores já representa redução de custos para a empresa. 

Mas se pararmos para pensar, além disso, quando os próprios colaboradores atuam como mentores, cria-se um ecossistema de colaboração e desenvolvimento contínuo dentro da organização. 

Com isso, a necessidade de contratação de treinamentos externos também é reduzida, pois os próprios colaboradores atuam como mentores entre si, compartilhando o que sabem e otimizando a gestão do conhecimento organizacional. 

Como desenvolver mentoria de carreira na empresa?

Existem várias maneiras de desenvolver uma cultura de mentoring na empresa. 

A escolha entre elas vai depender dos objetivos e do nível de desenvolvimento que a organização espera alcançar. Veja a seguir:

Palestras sobre mentoria

Esse tipo de solução é uma forma de introduzir o conceito de mentoria de carreira nas empresas onde o assunto nunca foi abordado. 

As palestras geralmente são atividades com poucas horas de duração e podem ajudar a despertar nos colaboradores e líderes o espírito de mentor, estimulando-os a desenvolver habilidades de escuta ativa, comunicação assertiva, feedback construtivo, compartilhamento de conhecimento e suporte emocional.

Treinamentos in company

Para as empresas que desejam ir mais fundo nas soluções de mentoria de carreira, é possível realizar um treinamento dentro da instituição com consultorias especializadas. 

É interessante que a atividade seja adaptada para a realidade da organização e sejam traçados objetivos específicos para o processo. 

Programa de mentoria organizacional

Um programa de mentoring ou de mentoria organizacional é uma das formas mais completas de implementar a abordagem numa instituição. Trata-se de uma atividade que demanda mais esforço, mas que traz resultados mais consistentes a longo prazo. 

Geralmente, é necessário uma consultoria com método bem estruturado para construir e conduzir o programa na empresa, que geralmente dura alguns meses, podendo chegar a um ano. 

Essa atividade demanda que a instituição defina muito bem qual o ou quais objetivos deseja atingir com o processo. Por exemplo: adaptação de novos colaboradores, preparação de sucessores, mudança de cultura organizacional, formação de lideranças, etc. 

Os participantes recebem treinamento sobre a abordagem e aprendem como desempenhar os papéis de mentor e mentorado. Em seguida, são formadas duplas, por meio de uma metodologia que une pessoas de acordo com as necessidades de desenvolvimento e outros aspectos importantes. 

O desenvolvimento acontece de fato durante os encontros entre mentor e mentorado e todo o programa acontece com a supervisão de um especialista em mentoring. 

Ao final do processo, os resultados de cada dupla são avaliados a fim de verificar se o objetivo final do programa foi atingido.

O que define uma mentoria de carreira saudável?

O mentoring autêntico pressupõe o desenvolvimento de uma relação saudável entre mentor e mentorado baseada em abertura para uma convivência respeitosa, com aceitação do outro sem julgamentos e com confiança e respeito mútuos.

Por isso, em comparação com outras abordagens, a mentoria de carreira é uma das que possibilita grande ênfase na promoção da saúde mental dos colaboradores e no desenvolvimento de ambientes de trabalho realmente saudáveis. 

Mas isso só é possível a partir da conscientização de alguns aspectos. 

Se o mentor se colocar numa posição arrogante, inferiorizando o mentorado de alguma forma; se, como falamos acima, ele sentir-se inseguro com essa posição e começar a criar um clima de competição; entre tantas outras práticas parecidas, é melhor parar com a mentoria. 

Veja como criar um processo saudável para ambos os lados:

Respeito mútuo

Na relação entre mentor e mentorado é imprescindível que ambos se respeitem como profissionais. Logo no início do processo, é firmado um acordo entre eles que irá definir as regras de convivência para a manutenção do respeito mútuo e o alinhamento de expectativas para o processo.

Feedbacks assertivos e empáticos

Uma das principais funções do mentor é oferecer feedbacks construtivos, ou seja, devolutivas sobre as atitudes do mentorado por meio de uma linguagem assertiva e empática. 

Além disso, é interessante que o mentorado também dê feedbacks para o mentor sobre a sua atuação. Assim, ambos podem melhorar suas perfomances. 

Aprendizado valioso

Uma das maiores saberes de um mentor é o seu conhecimento tácito, ou seja, tudo aquilo que aprendeu por meio da prática. Um aprendizado muito valioso que não se encontra em livros ou manuais.

Afinal, são as situações do dia a dia que o tornaram especialista em resolver problemas. Nem tudo pode ser previsto e é importante que o mentorado aprenda a lidar com isso. 

Escuta de qualidade

A escuta ativa é um grande presente do mentor para o mentorado e é a partir dela que todo o processo de aconselhamento e desenvolvimento se baseia. 

A ideia é que o mentor, além de oferecer conselhos quando necessário, faça perguntas que levem o mentorado a aprofundar suas reflexões, chegando ele mesmo a soluções criativas e originais para os desafios que enfrenta.

Expectativas realistas

Como o mentor é alguém que já percorreu o caminho que o mentorado está trilhando, é provável que ele contribua para o mentor desenvolver metas realistas para o próprio desenvolvimento, diminuindo frustrações e aumentando as chances de sucesso.


Por conta de tudo isso, a mentoria é, sem dúvida, uma maneira de ajudar os colaboradores a lidarem com os desafios do ambiente corporativo. 

Isso é especialmente valioso durante os momentos que demandam mais dos funcionários, como nos processos de sucessão, promoção, chegada em uma nova empresa, mudança organizacional, entre outros. 


Com a ajuda de uma pessoa mentora, colaboradores podem ter alguém com quem dividir as tensões e angústias, aumentando as chances de terem sucesso em suas metas, sem comprometer a saúde mental. 


A Vittude é a única empresa especialista em saúde mental corporativa do Brasil, apoiando as instituições no diagnóstico e no desenvolvimento de ambientes de trabalho realmente positivos. 

Podemos te ajudar a estruturar mentorias de carreira segundo os objetivos da sua empresa de maneira completa: com soluções de diagnóstico e educação, além da plataforma de psicoterapia que é muito relevante para construção do autoconhecimento – fundamental em qualquer processo de desenvolvimento profissional. 


Converse com um de nossos especialistas para desenvolver uma solução customizada para sua empresa!

Carol Motta

Redatora sênior, especialista em SEO On Page, cientista social e com experiência em conteúdos de saúde e RH. Trabalha para viver num mundo em que as pessoas sejam mais saudáveis e as organizações, mais inclusivas.

Recent Posts

Tristeza: entenda as causas e aprenda a lidar com esse sentimento

Aprender como lidar com a tristeza é fundamental para construir uma vida mais saudável e…

1 dia ago

Motivação: 7 Estratégias para se manter inspirado em qualquer situação

Entenda o que é a motivação e quais fatores internos e externos influenciam essa força…

3 dias ago

Benefícios dos exercícios de mindfulness + 5 exemplos para incluir na sua rotina

Os exercícios de mindfulness são uma ótima estratégia para encontrar um pouco de paz, silêncio…

1 mês ago

Qual é a relação entre saúde mental e qualidade de vida?

Entenda como saúde mental e qualidade de se relacionam e confira hábitos que você deve…

1 mês ago

Quais são os efeitos colaterais de medicamentos psiquiátricos?

Entenda quais são os efeitos colaterais que podem ser causados por medicamentos psiquiátricos e tire…

1 mês ago

Técnicas de relaxamento para ansiedade: 8 dicas para aliviar crises

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem a maior prevalência…

1 mês ago