Categoria: Psicologia Positiva

psicologia positiva

Psicologia Positiva: o que é e porque importa?

Psicologia Positiva: o que é e porque importa?
3 avaliações

  |  Tempo de leitura: 15 minutos

Psicologia positiva é o estudo da felicidade. A psicologia tradicionalmente se concentra no estudo das disfunções – pessoas com doença mental ou outras questões – e como tratá-las. A psicologia positiva, em contraste, é um campo que examina como pessoas comuns podem se tornar mais felizes e mais satisfeitas. A abordagem científica da psicologia positiva estuda pensamentos, sentimentos e comportamentos humanos com foco em pontos fortes em vez de fraquezas, construindo o bem na vida em vez de apenas consertar o mal.  

Continue lendo
Como as mães podem cultivar emoções positivas?

Como as mães podem cultivar emoções positivas

Como as mães podem cultivar emoções positivas
4 avaliações

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

Emoções positivas incluem respostas situacionais agradáveis ou desejáveis. Variam de interesse e contentamento a amor e alegria, mas são distintas da sensação prazerosa e do afeto positivo indiferenciado. As emoções positivas são marcadores do bem-estar geral ou da felicidade das pessoas, mas também aumentam o crescimento e o sucesso futuros. Isso foi demonstrado no trabalho, escola, relacionamentos, saúde mental e física e longevidade. A teoria ampliada das emoções positivas sugere que todas as emoções positivas levam a repertórios ampliados de pensamentos e ações.  E, que sentir mais emoções positivas ajuda a construir recursos que contribuem para o sucesso futuro. Ao contrário das emoções negativas, que são adaptadas para fornecer uma resposta rápida a uma ameaça focal, as emoções positivas ocorrem em situações seguras ou controláveis. Elas levam mais difusamente à busca de novos recursos ou à consolidação de ganhos. Esses recursos sobrevivem ao estado emocional temporário e contribuem para o...

Continue lendo

10 atitudes para aumentar a autoestima e ser mais feliz

10 atitudes para aumentar a autoestima e ser mais feliz
66 avaliações

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

Autoestima é uma avaliação positiva ou negativa que uma pessoa faz de si mesma em algum grau a partir de emoções, ações, crenças, comportamentos ou qualquer outro tipo de conhecimento de si próprio. A autoestima ou valor dado a cada pessoa por si mesma é fundamental para o bem-estar mental e físico de qualquer pessoa, já que a aceitação de si mesmo se reflete em cada aspecto da vida. Desde que nascemos, nossa vida nos determina condições para sermos estimados. Só seremos bem tratados e cuidados se formos obedientes, se sentarmos direito, se nos alimentarmos como desejam, se estudarmos, trabalharmos, se temos sucesso pessoal e profissional. Entretanto, segundo a escola humanista da psicologia de Rogers: “Todo ser humano, sem exceção, pelo mero fato do ser, é digno do respeito incondicional dos demais e de si mesmo; merece estimar-se a si mesmo e que se lhe estime.” O que é autoestima?...

Continue lendo
gratidão

Gratidão é a força de agradecer para cultivar coisas boas

Gratidão é a força de agradecer para cultivar coisas boas
5 avaliações

  |  Tempo de leitura: 6 minutos

Gratidão é uma emoção social que sinaliza nosso reconhecimento das coisas que os outros fizeram por nós. A gratidão é um estado cognitivo-afetivo que é tipicamente associado à percepção de que alguém recebeu um benefício pessoal que não foi intencionalmente buscado, merecido ou ganho, mas sim pelas boas intenções de outra pessoa.

Continue lendo
Ser feliz é o que importa

Por que ser feliz? Conheça 6 razões para cultivar a felicidade e ter mais saúde

Por que ser feliz? Conheça 6 razões para cultivar a felicidade e ter mais saúde
6 avaliações

  |  Tempo de leitura: 14 minutos

Por que ser feliz? Caso alguém precise ser convencido, evidências científicas revelam diversos motivos para aspirar a uma maior felicidade e satisfação. Os pesquisadores Ed Diener, Laura King e Sonja Lyubomirsky comprovaram que se tornar mais feliz não apenas faz você se sentir bem. A felicidade traz consigo múltiplos benefícios adicionais. Em comparação com seus pares menos felizes, as pessoas mais felizes são mais sociáveis. Elas são enérgicas, caridosas, cooperativas, e mais queridas pelos outros. Elas tendem a se casar mais e a permanecerem casadas. Além disso, indivíduos felizes possuem redes de amigos e apoio social mais ricos. As pessoas felizes mostram mais flexibilidade e criatividade em seus pensamentos, sendo mais produtivas em seus empregos. Elas são melhores líderes e negociadores e ganham mais dinheiro. Costumam ser mais resistentes diante das dificuldades, têm sistemas imunológicos mais fortes e são fisicamente mais saudáveis. Pessoas felizes ainda vivem mais tempo. Estudos sobre...

Continue lendo
Empatia: compreendendo sentimentos e emoções

Empatia: como se tornar uma pessoa altamente empática

Empatia: como se tornar uma pessoa altamente empática
3 avaliações

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

A empatia é uma habilidade que pode ser cultivada ao longo de nossas vidas. Ela pode ser utilizada como uma força de transformação social. Empatia é a habilidade de “calçar os sapatos” de outra pessoa, visando compreender seus sentimentos e perspectivas, e usar essa compreensão para orientar nossas ações. A empatia é uma condição das relações interpessoais funcionais. Em contextos pessoais, incluindo casamentos, parcerias, amizades e relacionamentos parentais, bem como em contextos profissionais, como relações gerenciais, profissionais-clientes, aluno-professor e pares, ser empático com as situações de outros pode promover a confiança, levando a comunicação aberta e honesta, facilitando assim a resolução de conflitos interpessoais e mudanças construtivas. Daniel Goleman, em seu trabalho sobre inteligência emocional, sugere que, o quociente emocional (QE), que inclui a empatia como componente central, às vezes pode ser mais importante do que o quociente de inteligência (QI). Empatia, um hábito a ser cultivado Se você acha...

Continue lendo