Resoluções dos anos passados: como fazer diferente em 2017?

Resoluções dos anos passados: como fazer diferente em 2017?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

É final de ano, tempo de rever nossas ações ao longo dos últimos 12 meses e fazer resoluções para os 365 dias que estão por vir. Há quem chegue ao dia 31 de dezembro com o sentimento de dever cumprido e satisfação por ter alcançado com sucesso metas importantes. Isso ainda te traz mais ânimo para se lançar em novas metas no ano vindouro.

Uma parte de nós, no entanto, talvez faça um balanço não tão positivo de 2016. Você continua com a mesma barriga e, quem sabe, até com mais gordurinhas. O tão sonhado concurso ficou, mais uma vez, para uma nova tentativa. E a empresa que almeja abrir continua sem sair do papel. O cenário pode ser um pouco mais preto se você perceber que sequer se lembra do que realmente imaginava alcançar lá no final de 2015. O papel com as resoluções se perdeu ou o arquivo está esquecido em alguma pasta do computador.

Os mais positivos vão dar a volta por cima e acreditar que a mudança de ano pode trazer nova força para que seus anseios se tornem realidade. Esta empolgação inicial é valiosa. Aproveite-a. Na sequência, dê-se um tempo para avaliar o que pode ser feito de diferente para que, ao final de 2017, você se sinta bem consigo mesmo, definindo suas resoluções.

 As resoluções de ano novo e seu propósito de vida

Uma das primeiras etapas é verificar se suas metas estão condizentes com seu propósito de vida. Esta é uma das motivações mais fortes que te manterá firme nos seus objetivos. Aliás, é isso que dará significado e sentido a tudo aquilo que você fizer e para as coisas que te acontecerem. Por isso, é tão relevante.

Então, qual é o seu propósito de vida? Claro que a resposta para essa questão exige um trabalhinho. Porque isso depende de uma elaboração interna do que você é e, a partir disso, perceber qual pode ser sua contribuição no mundo. E lembre-se: isso é um processo. Nem sempre, após algumas horas de meditação, a resposta surgirá como mágica.

Descobrir aquilo que te move na vida e que realmente é importante para você está mais relacionado à ação do que a algo estático. Algumas pessoas ainda estão por entender que a paixão é resultado da ação e não, o contrário. Isso significa que, ao dedicar-se por inteiro a uma tarefa, você acabará descobrindo mais sobre si mesmo. O essencial está nos detalhes.

Talvez, uma boa sugestão é que você inclua nas suas resoluções de Ano Novo algumas atividades que te ajudem a clarear seu propósito de vida.

Organização é fundamental

Um fator importante para o cumprimento das suas resoluções está em organizar as suas metas. Quer dizer, é interessante montar um planejamento e os meios para conduzir suas ações neste projeto. Há ferramentas clássicas e também bastante atuais que podem te ajudar nisso.

S.M.A.R.T.

Uma delas é o método S.M.A.R.T. que, na tradução do inglês literal, significa perspicaz, esperto. Sim, é uma forma bastante inteligente de estruturar seus objetivos e metas. Através dele, você conseguirá definir um plano de ação com estimativas mais próximas do real. O S.M.A.R.T. trata-se de um sigla que aponta para 5 critérios necessários para se alcançar resultado.

Specific ou Especificidade

O “S” vem de “Specific” ou Especificidade. Bem simples: quanto mais específica for sua meta, mais fácil será. Por exemplo, “quero organizar minha vida” é amplo e subjetivo. A ideia de organizar a vida é diferente para cada um. Pode estar relacionado a decorar melhor sua casa, azeitar adequadamente sua agenda diária, pode ser milhares de coisas. Algumas perguntas podem facilitar nessas definições. O que exatamente você quer conquistar (responda com o máximo de detalhes possível)? Precisará da ajuda de outras pessoas? Quais são as condições obrigatórias?

Measurable ou Mensurável

O “M” significa “Measurable” ou Mensurável. Uma meta pode ser mensurada em termos financeiros, de tempo ou de resultados. Então, deixe de lado o aberto “quero emagrecer”. Quantos quilos exatamente quero perder? Qual o prazo necessário para chegar ao peso idealizado? Em números, quanto preciso perder mês a mês?

Attainable ou Alcançável

O “A” é de “Attainable” ou Alcançável. Desejos são infinitos. Não adianta tornar sua meta em uma missão impossível. Isso pode detonar seu ânimo e o fracasso será inevitável. Será que você conseguiria mesmo guardar 50% do seu ganho para aquela viagem dos sonhos em um prazo pequeno? Pense nisso. Alguns preferem “Assignable” ou Alocável. Deve depender só de Você, e não daquele joguinho da MegaSena.

Relevant ou Relevante

O “R” refere-se a “Relevant” ou Relevante. Uma boa meta é aquela que está alinhada ao seu propósito de vida, como falamos anteriormente. Caso este item ainda esteja em processo, pense em algo que impactará positivamente a sua vida e também de outras pessoas. Atente apenas para um fato: Nem sempre aquilo que a sociedade impõe é o mais acertado para você. Fama e riqueza são alguns deles. Pergunte-se se isso será realmente útil. Pode ser que sim, mas é preciso avaliar.

Time-Related ou Temporal

E, finalmente, o “T”, que significa “Time-Related” ou Temporal. Os prazos em cada um dos passos são essenciais para transformar a procrastinação em ação. Verifique se os seus “deadlines” são realistas. Caso contrário, você poderá criar situações estressantes para você. Ao mesmo tempo, permita-se definir prazos inteligentes, porque tempo excessivo também poderá desmotivá-lo. Aqui, há um fator de extrema importância: Seja disciplinado em respeitar as datas, principalmente se esta meta estiver associada a outras. Isso pode implicar em atrasos e, consequentemente, em sentimentos de culpa e frustração.

E apesar de toda esta metodologia comprovadamente eficiente, é comum ver uma boa parte das pessoas falhando em atingir os resultados planejados no começo do ano. Mas, acredite, não é preciso ser uma pessoa extraordinária e privilegiada para chegar onde se quer.

Técnicas, tecnologias e ferramentas disponíveis

Aproveite-se, por exemplo, das tecnologias disponíveis. Vários sites e aplicativos trabalham a seu favor nesta tarefa. Uma delas, o Trello, estrutura suas tarefas e eventos de maneira bastante dinâmica e funcional. Sua organização pode ser feita da maneira personalizada, podendo englobar o período inteiro.

Além disso, um Coaching pode ser um apoio importante para que você consiga realizar as mudanças necessárias em direção ao seu objetivo. Isso significa que, até para quem já realizou muita coisa, pode-se aproveitar das orientações deste processo.

Plataformas como a Vittude podem facilitar a busca por um psicólogo que atenda a requisitos específicos para atender a todos que precisem de acompanhamento. Acesse nosso site e confira você mesmo todas as oportunidades oferecidas!

O que é Coaching

Na tradução literal do inglês, “coaching” significa treinamento e “coach” seria treinador. Foi por volta de 1830, na Universidade de Oxford, que o termo “coach” foi utilizado pela primeira vez. Era uma gíria para tutor particular, ou aquele que prepara e conduz o estudante para seus exames. Recentemente, o processo de Coaching está cooperando para que muitas pessoas caminhem na direção de seus objetivos, alcançando resultados efetivos.

Isso porque um coach te apoia em muitos níveis. A finalidade principal é expandir as suas habilidades naturais. Através do autoconhecimento, é possível identificar os bloqueios internos e, ao limpá-los, os resultados pouco a pouco se mostram. Nesta metodologia, os resultados são tangíveis, com retorno do investimento em um prazo relativamente curto.

Em geral, parte-se da definição do objetivo que você quer alcançar. E, no processo, há uma corresponsabilidade entre você e seu coach. Durante as sessões, há muitas trocas e levantamento de questões importantes. Mas há que se conscientizar que os passos serão definidos e realizados por você. Portanto, os resultados dependem de você. A função do coach é estimular e acompanhar seu desenvolvimento contínuo. Fala-se em motivação, rendimento, capacidade de comunicação, sucesso, entre outros.

As vantagens de se ter um coach é a sua neutralidade, trazendo uma liberdade para suas ações, como começar um caminho do ponto zero. Além disso, ele pode trazer novos pontos de vista para situações que te paralisam há algum tempo. O conceito básico é te tornar auto suficiente e com maior controle de sua vida.

Resoluções sob um novo olhar

Com todos esses parâmetros em mente, você conseguirá estabelecer suas resoluções de Ano Novo com maior profundidade e responsabilidade. Dessa forma, continuar firme nas suas metas será muito mais consistente do que a simples força de vontade. Os obstáculos ou erros não te demoverão dos seus objetivos. Serão apenas uma reorganização das coisas. Então, gradativamente, você verá suas tarefas serem cumpridas no tempo adequado à realidade. E, com certeza, seu 2017 será feliz.

Paulo Vaz Ferreira Filho, Psicólogo e Supervisor Clínico e Organizacional. Especializado em Psicologia Analítica (Jung) e Psicologia Positiva. Atua como coach executivo para empreendedores e gestores. Atende adolescentes, adultos e casais em consultório, especialmente em terapias para Crescimento Pessoal e Resolução de Conflitos Pessoais e Profissionais. 

Leia também:

Orientação vocacional: por que fazer?

Terapia: eu faço, saiba por que

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta