Como saber se estou tendo um ataque de ansiedade

Como saber se estou tendo um ataque de ansiedade?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

O ataque de ansiedade é um dos sintomas mais característicos do Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG). Apesar disso, poucos conseguem identificar os seus sinais e procurar maneiras eficientes de se acalmar. Muitas pessoas se perguntam “como saber se estou tendo um ataque de ansiedade ou experimentando sintomas do transtorno da ansiedade ou simplesmente muito agitado”? Há também a confusão entre ataque de ansiedade e ataque do pânico, pois seus sintomas são semelhantes. Ainda assim, há algumas características que os diferem as quais devem ser compreendidas.  O que é ataque de ansiedade? O ataque de ansiedade, ou crise de ansiedade, é uma reação emocional extrema de pânico e nervosismo. Geralmente, está relacionado com momentos estressantes, traumas ou de medo extremo. Mesmo quem não tem o transtorno de ansiedade pode ter um ataque em circunstâncias extremas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país mais ansioso...

Continue lendo
medicamentos psiquiátricos

Medicamentos psiquiátricos: quais são os mais utilizados e para o que servem

  |  Tempo de leitura: 11 minutos

No Brasil, o consumo de medicamentos psiquiátricos é crescente. Em 2017, foi reportado um aumento de 74% no consumo de antidepressivos. Este dado faz todo sentido considerando que o nosso país é o mais deprimido da América Latina, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Por conseguinte, as pessoas passaram a ingerir mais medicamentos para tratar a desordem de químicos no cérebro provocada pela depressão. Porém, esta não é a única doença psicológica que merece a nossa atenção. Ansiedade, síndrome do pânico, agorafobia, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno de estresse pós-traumático, entre outros, também são tratados com remédios específicos. O que são medicamentos psiquiátricos? Os medicamentos psiquiátricos, psicofármacos ou psicotrópicos são grupos de substâncias químicas que trabalham no sistema nervoso central. Por afetarem os processos mentais, alteram a percepção, emoções e comportamentos dos pacientes. Assim, é possível “se desligar” dos sintomas dos transtornos mentais, combatendo-os. Há dezenas de psicofármacos no Brasil...

Continue lendo