Como anda seu nível de depressão, ansiedade e estresse? Faça o teste agora!

Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse – Saiba mais sobre o DASS-21

O questionário DASS-21 (Depression, Anxiety and Stress Scale) é um teste de depressão, ansiedade e stress que mede os níveis desses transtornos a partir de comportamentos e sensações experimentados nos últimos sete dias. Ele tem 21 perguntas e leva cerca de 3 minutos para ser respondido. Entenda como funciona e faça sua avaliação!

O DASS-21 (Depression, Anxiety and Stress Scale), desenvolvido pelo PhD Peter Lovibond, da University of New South Wales (UNSW), na Austrália, possui capacidade de mensurar simultaneamente e distinguir a depressão, a ansiedade e o estresse. Trata-se  de um teste em domínio público, que pode ser originalmente acessado no site da UNSW, sendo esta uma tradução livre realizada pela Vittude.

Trata-se de um questionário com 21 perguntas, que medem a intensidade de comportamentos e sensações experimentados nos últimos sete dias. Cada pergunta é classificada em uma escala Likert de quatro pontos de frequência ou gravidade das experiências dos participantes durante a última semana com a intenção de enfatizar os estados emocionais sobre os traços.

Lovibond, comparou propriedades psicométricas do DASS-21 com as Escalas de Beck para ansiedade e depressão, obtendo resultados satisfatórios na comprovação das análises fatorial exploratória e confirmatória. Isso mostra que as respostas do questionário de fato apontam para um indicativo bastante preciso dos quadros de depressão, ansiedade e estresse.

O teste DASS-21

A função principal do teste DASS-21 é avaliar a severidade dos sintomas centrais da depressão, ansiedade e stress. Desta forma, a avaliação permite não só uma maneira para medir a gravidade dos sintomas do paciente, mas também um modo de acompanhar e medir a resposta do paciente ao tratamento psicológico.

O resultado do DASS não deve ser usado sozinho para avaliar a presença ou ausência de depressão ou ansiedade. Pontuações mais altas no DASS certamente devem alertar o psicólogo ou psiquiatra para um elevado nível de sofrimento no paciente e isso precisa ser mais explorada no âmbito do processo de entrevista. Da mesma forma, as baixas pontuações no DASS não devem ser um substituto para uma entrevista clínica abrangente.

Segundo Heloisa Caiuby, psicóloga com mais de 30 anos de experiência clínica, uma avaliação como o DASS-21 constitui uma medida objetiva, confiável e clara para que um indivíduo entenda como está se sentindo. Ele fornece o ponto de partida e aponta a direção a tomar.

>> Além de saber se tem depressão, ansiedade ou estresse, que tal se conhecer melhor? Nossa equipe preparou uma trilha do conhecimento gratuita, com conteúdos sobre autoconhecimento, autocuidado, dicas de meditação, respiração e recomendações de filmes e livros. Esses conteúdos foram divididos em 5 e-mails, que você pode começar a receber à partir de agora, basta clicar aqui e se cadastrar!

 O Teste DASS-21 e o diagnóstico

Embora o DASS possa contribuir para a avaliação dos níveis de ansiedade ou depressão, o questionário não é concebido como uma ferramenta de diagnóstico. Na verdade, uma série de sintomas típicos da depressão não são cobertos pelo DASS e precisam ser avaliados de forma independente. São eles: alterações no sono, no apetite e o surgimento de distúrbios sexuais. Por isso, o DASS não se destina a substituir uma entrevista clínica abrangente.

Aviso importante

O resultado da avaliação não indica um diagnóstico conclusivo. Para determinar qualquer diagnóstico potencial discuta seu resultado com um psicólogo ou um médico psiquiatra.

Instruções

Por favor, leia cuidadosamente cada uma das afirmações abaixo e assinale o número apropriado 0, 1, 2 ou 3. A pontuação indicará o quanto ela se aplicou a você durante a última semana, conforme a indicação a seguir:

0 – Não se aplicou de maneira alguma

1 – Aplicou-se em algum grau ou por pouco tempo

2 – Aplicou-se em um grau considerável ou por uma boa parte do tempo

3 – Aplicou-se muito ou na maioria do tempo

Campos obrigatórios são marcados com *

1.Achei difícil me acalmar *
2.Senti minha boca seca *
3.Não consegui vivenciar nenhum sentimento positivo *
4.Tive dificuldade em respirar em alguns momentos (ex. respiração ofegante, falta de ar, sem ter feito nenhum esforço físico) *
5.Achei difícil ter iniciativa para fazer as coisas *
6.Tive a tendência de reagir de forma exagerada às situações *
7.Senti tremores (ex. nas mãos) *
8.Senti que estava sempre nervoso *
9.Preocupei-me com situações em que eu pudesse entrar em pânico e parecesse ridículo (a) *
10.Senti que não tinha nada a desejar *
11.Senti-me agitado *
12.Achei difícil relaxar *
13.Senti-me depressivo (a) e sem ânimo *
14.Fui intolerante com as coisas que me impediam de continuar o que eu estava fazendo *
15.Senti que ia entrar em pânico *
16.Não consegui me entusiasmar com nada *
17.Senti que não tinha valor como pessoa *
18.Senti que estava um pouco emotivo/sensível demais *
19.Sabia que meu coração estava alterado mesmo não tendo feito nenhum esforço físico (ex. aumento da frequência cardíaca, disritmia cardíaca) *
20.Senti medo sem motivo *
21.Senti que a vida não tinha sentido *

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Autor

Tatiana Pimenta

ver outros conteúdos

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta

Avalie esse artigo:

4.3/5 - (30738 votos)

Comentários:

Subscribe
Notify of
2.5K Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Sah S2
22 horas atrás

Oi, tenho tido dias que já se formaram em anos complicados, venho de uma familia complicada, minha mãe e meu pai se divorciaram quando eu tinha 5 anos, hoje tenho 16, e tenho suspeita de tdah, quero passar na USP ou numa boa faculdade federal, mas eu tô desanimada o tempo todo, e toda vez que tento falar com a minha mãe ela diz que é besteira ou que estou sendo influenciada, sou lésbica, e pra piorar tudo minha mãe não me aceita nem meu padrasto, sinto que tenho que fingir que estou bem todos os dias, e toda vez… Read more »

Ellen Martins
23 dias atrás

oi, tenho 17 anos e sinto vontade d morrer todos os dias. Tenho mts problemas com minha mãe e um deles é que ela ama zombar da minha cara e falar que oq eu preciso é de Deus e não de terapia. Faço de tudo em casa, tiro notas boas, nunca trouxe nenhum garoto p dentro de csa, nunca briguei na rua, sempre fui educada e respeitosa mas mesmo assim só ouço reclamações, nn ganho presentes e muito menos palavras bonitas e de carinho da minha mãe, ja apanhei muito, ja escutei muita coisa desde pequena, e sofro com isso… Read more »

Mariana Santos
1 mês atrás

Olá eu venho sofredo a muito tempo vontade de desistir de tudo!! Faz mais de 4 anos que tomo remédio , antes disso tentei me cortar , para ver se alguém notava que eu não estaba bem , mais agora mesmo tomando remédios, não me sinto bem , vontade de sumir no mundo vontade de morrer eu me sinto tão sozinha !! Oque eu mais pesso a Deus e que me dê forças para continuar , meu filho depende de mim !! Meu casamento não existe mais amor nem ente entendimento ! Tudo é tão difícil!!

Mari4yx
3 meses atrás

Hello galera tenho 14 anos e a minha ansiedade piorou Mt quando fiz 13 anos, parece q qualquer coisa agr fico nervosa, já conversei com a minha mãe sobre isso mas parece que ela faz de tudo pra comparar os meu problemas com o dela, e ela também falou que era só frescura e que não preciso de psiquiatra, já conversei com a terapeuta mas nada ta adiantando. N sei mais oq fazer só tenho vontade de morrer e viver em paz 👍🏽 desabafei aqui

Last edited 3 meses atrás by Mari4yx
E nao ta tudo bem
4 meses atrás

Oi, eu sou a Mypa (apelido), recentemente completei o ensino médio e alcancei a maior idade. Meu gato completou 1 mês de falecido quando descobri que não passei no vestibular, 3 dias depois terminei com meu namorado. Tenho muitos problemas econômicos e meus pais não me deixam trabalhar. Cresci num lar desequilibrado, cheio de brigas e ameaças, coisas que são frequentes até hoje. Dei tudo de mim pra ser a filha perfeita na infância (nunca dei trabalho, sempre estive acima da média). Aos 13 anos comecei a sentir tremedeiras, aperto no coração, invasão de pensamentos, e muito medo de tudo;… Read more »

Ana vitoria Levado
4 meses atrás

Tenho 12 anos e tenho td extremamente severo (agr é o momento q eu percebo q eu to fudida na vida 🤓☝️)

Darlene Matacano
4 meses atrás

Olá, tenho 13 anos e sinceramente não quero incomodar ninguém com meus problemas psicológicos. Não sei fazer nada direito, tudo que faço sai errado. Não tenho ânimo para fazer nada e, quando tenho, minha mãe me proíbe de fazer o que quero. Não culpo ninguém, apenas acho que minha família seria mais feliz sem mim. Sinto que sou apenas mais uma no mundo. Tenho medo de falar dos meus problemas para alguém e essa pessoa me achar dramática. Eu já pensei em me matar, mas nunca tive coragem… acho que esse é o meu único problema.

Mano Véi
5 meses atrás

Eu queria me sentir bem

laura dourado
5 meses atrás

olá, tenho 16 anos e eu não aguento mais viver, sei que sou nova e para alguns seja só “drama de adolescente”, mas nao consigo me sentir bem, me sinto vazia, me sinto sozinha, sou dependente de uma pessoa que me faz mal, isso tá acabando comigo, penso que a unica forma de me livrar disso seria tirando a minha vida, eu não aguento mais, meus pais são tóxicos e superprotetores, não me deixam fazer nada, eu errei com eles, mas me arrependi, e mesmo assim eles só me machucam com frases ruins e me desmotivam de fazer tudo o… Read more »

Last edited 5 meses atrás by laura dourado
v3nom ?
5 meses atrás

Eu não sei oque ta acontecendo comigo, antes eu era alegre sorridente só pensava positivo, mas minha vida começou a ficar pior em pouco em pouco e eu fui notando, eu me comparo com eu atualmente com eu do passado e eu vejo que eu do passado 1000 é vezes melhor que eu atualmente, e as vezes eu penso que eu não mereco ter a namorada que eu tenho ela é incrivel e maravilhosa, e eu sou apenas eu, não sou ninguem especial não sou ninguem importante, EU penso que ela merece alguem melhor doque eu todos os dias infelizmente.… Read more »

Merry Fox
7 meses atrás

Olá meu nome é Maria Clara tenho 13 anos. E eu acabei de fazer o teste e todos deram estremo eu já sabia q não iria escapar de traumas pq eu cresci vendo violência domésticas e ainda vejo, eu sinto que ninguém da minha família liga pra mim. Minha mãe não liga pra mim desde q minha irmã mais nova nasceu e meu pai é alcoólatra, as únicas pessoas que eu sentia q me amava estão dando as contas para mim de pouco a pouco, oq eu faço?. Continuo fingindo q tá tudo bem?, ou só falo a realidade. Obrigado… Read more »

Last edited 7 meses atrás by Merry Fox
Cleiton Cruz
7 meses atrás

Olá, tenho 31 anos e a cerca de 1 ano e 8 meses (mais ou menos) começou a minha história com a ANSIEDADE e logo em seguida também a DEPRESSÃO. Infelizmente após essas doenças começarem a fazer parte da minha vida, foi tudo começando a ficar ruim. Nunca tive uma vida fácil, sempre tive dificuldade como a grande maioria das pessoas de classe baixa, mas msm assim estudei, trabalhei, me relacionei e nunca percebi nenhum transtorno mental nesse período até Fevereiro de 2021 até então eu era uma pessoa NORMAL. Desde então iniciei o tratamento medicamentoso e faço terapia, me… Read more »

Bea
9 meses atrás

Tenho medo e ódio do futuro, pois sei que não conseguiria ser nada, de qualquer forma eu sempre penso que não vou estar viva até o tal futuro chegar, eu odeio tudo oq eu vivo e odeio muitas das pessoas que vejo todos os dias, tenho mudanças de humor com frequência podendo acordar com uma vontade enorme de ser uma boa pessoa, e podendo acordar com vontade de não existir Mais pros fins da noite sempre penso de mais e acabo no meu estado de agora, com vontade de acabar com tudo e de só receber um abraço e poder… Read more »

Gessica oliveira
11 meses atrás

A única coisa que sei é que me sinto tão cansada, e com vontade de partir deste mundo. Ando muito cansada mesmo.

Anti- Monochampion
1 ano atrás

Sigo fazendo algo em que acredito não ser eficiente e que vai contra meus valores, abrir mão do processo apenas para seguir um objetivo questionável pq alguém julga como indispensável, a virtude é tímida e eu faço oque faço não por reconhecimento, espero ter um problema mais digno depois que “isso” for resolvido, ansiedade 18, stress 12 e depressão 18, uma forma questionável de ser torturado, não eu não esperava menos, eu quase odeio a adolescência, por isso me tornei um crítico, tanto estudo para brincar de aprovação, que patético, a quem chame isso de necessário, ensino fundamental,médio e Enem… Read more »

Eleilson Carlos
1 ano atrás

Eu me sinto culpado por coisas que fazia mais decidi para mais ñ consigo e me sinto culpado o tempo todo mesmo sabendo que já mudei que aqueles erros ñ iram se repeti ainda sinto muito culpado eu tenho 14 anos e os resultados deram em torno de 28 cada um

Last edited 1 ano atrás by Eleilson Carlos
Aline Sensei
1 ano atrás

O meu deu severo nós 3 achei q tava melhor que antes mais parece que piorou

juliogames BR (JulioFino)
1 ano atrás

Eu tô meio desanimado esses tempos pq não consigo fala com uma simples pessoa, Quando eu chego perto dela eu começo a me tremer todo é gagueja é acabo desistindo de fala com. Tô me sentindo impotente pq não consigo fala com ela.

Pâmela Paz
1 ano atrás

Achei legal as pessoas desabafando nos comentários, pq dessa forma um acaba incentivando o outro a continuar. Pâmela, 17 anos, e como a maioria das pessoas, resultado crítico para depressão, stress e ansiedade. Tenho um probleminha chamado desrealização, isso desde que era criança (uns 4, por aí). Hoje a minha desrealização melhorou, já que alguns aspectos mudaram na minha vida durante os últimos meses. Mas a ansiedade não melhorou. Infelizmente ela só piora. Ela é consequência da minha desrealizaçãom. Devo ter ansiedade desde os 11. É claro, problemas com a família, sentimento de inferioridade e incapacidade. Grande parte desses sentimentos… Read more »

Maria Julia Pinheiro
1 ano atrás

Ando muito triste ultimamente por causa de um término e sou diagnosticada com transtorno obsessivo compulsivo e ansiedade extrema, queria entender só porque eu sou assim, estranha e ridícula para as pessoas n me quererem por perto…

Monster Line
1 ano atrás

Pra quem tiver interesse em comprar medicamentos sem a necessidade de receita médica, estamos oferecendo esse serviço. Compre direto no site ou por Whatsapp, basta pesquisar MONSTERLINE no google ou chamar no whats: (34) 99836-1677

Monster Line
1 ano atrás

.

Last edited 1 ano atrás by Monster Line
Monster Line
1 ano atrás

Edt

liroele
1 ano atrás

Oi. Me chamo Gabriella, tenho 24 anos. Tenho uma mãe narcisista e desde muito nova fui diagnosticada com TAB (transtorno afetivo bipolar), depressão e ansiedade. Acontece que, de uns tempos pra cá, justamente pelo TAB, quando estou em episódios de mania gasto mais do que deveria e, por isso, estou com problemas financeiros que tem tirado meu sono. Cursava faculdade de Direito e estava estagiando, como tranquei a faculdade consequentemente perdi o estágio. Não durmo, tenho crises de ansiedade todo o tempo em que estou acordada. Infelizmente por ter tido uma mãe narcisista não consigo conversar com ninguém da minha… Read more »

Tiago Brandao
1 ano atrás

Me chamo Tiago e tenho 19 anos. Desde criança sempre demonstrei sinais de ansiedade e stress. Tenho parentes que têm ansiedade e cresci num ambiente estressante com brigas e discussões rotineiras, não me surpreende ter tidos os resultados severos e extremamente severos. Eu fico confuso às vezes, não me considero com depressão severa, pois nunca cogitei na ideia de suicídio, na verdade, eu amo a vida, amo viver e pretendo continuar. Mas eu já passei por muitas situações quando era criança e desenvolvi muitos traumas e a cada dia que passa um vazio dentro de mim cresce constantemente. Não importa… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Tiago Brandao
ʀᴀʏʏᴡ
1 ano atrás

Yay, me chamo rayssa e tenho 17 anos, eu sempre tive ansiedade, desde criança eu demonstrava sintomas, porém msm meus pais percebendo isso eles nunca me levaram, não foi uma surpresa eu ver que todos os resultados deram severos, apartir do momento em que eu comecei a pensar frequentemente em ir de F ( me matar ) eu percebi que não estava bem, eu me sinto culpada por está nessa situação, eu sinto decepção de mim mesma, tem pessoas que gostam de mim e fazem de tudo para me ver bem, mas mesmo assim eu não deixo de me sentir… Read more »

St3rd7
1 ano atrás

Eae gente tudo bem? Bom como muitos aqui eu também tive tudo severo kkkkkkkk e não é pra menos, eu acabei de sair de uma síndrome de despersonalizações e isso não é brincadeira, só quem passou sabe o quão horrível é, o quão agonizante é, mas hoje eu me encontro muito feliz, muito mesmo, e sim, ainda sim estou com resultados tudo em severo, claro que pretendo mudar isso mas eu sei que já estive pior, eu vi muita gente aqui reclamando e se preocupando dos resultados, você não precisa se sentir mal por estar mal, acontece, ainda é possível… Read more »

Last edited 1 ano atrás by St3rd7
Linda Máximo
1 ano atrás

Desde criança ali na ore adolescência passei por depressão e ansiedade severa hj aos pleno 18 desconfio de algum transtorno todos os testes que faço dão “severos” é sobre isso

Uvinha Linda
1 ano atrás

Eu me chamo Maitê,tenho 11 anos e estou fazendo esse teste dia 11/02/23.O vittude é um site que eu conheci na pandemia.O primeiro teste que fiz foi em meados de 2020 e deu tudo extremamente severo…Eu me sentia como lixo,mal conseguia levantar da cama e lembro de olhar para potes de remédio,facas e cordas e pensar: Se eu fizer isso,a dor vai passar? Cheguei a contar sobre como me sentia para minha mãe,mas ela não me ajudou muito…Dps,(teoricamente)me sentindo um pouco melhor,refiz o teste em 2021 e nada mudou.Eu acho que o que mais me machucava era não saber o… Read more »

Vivi Santos
1 ano atrás

Oii tudo bem? Eu me chamo Vitória tenho 19 anos. Eu tava lendo os comentários de vcs e me senti triste ao ver tantas adolescentes e jovens com Depressão ansiedade, eu sei que não é fácil passar por isso mas saiba certas coisa aconteceram para nos ensinar dar valor pra algumas coisas. Bom eu só passei por aqui pra Dizer que existe um Deus que é Deus de milagres Deus que é especialista em transformar vidas e curar feridas que são impossível de curar! Quero que SAIBA que Deus cuida de vcs cada momento e que vcs não desistam! Jesus… Read more »

Artigo publicado em Todos