Teste de depressão, teste de ansiedade, teste de estresse

Como anda seu nível de depressão, ansiedade e estresse? Faça o teste agora!

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse – Saiba mais sobre o DASS-21

O questionário DASS-21 (Depression, Anxiety and Stress Scale) é um teste de depressão, ansiedade e stress que mede os níveis desses transtornos a partir de comportamentos e sensações experimentados nos últimos sete dias. Ele tem 21 perguntas e leva cerca de 3 minutos para ser respondido. Entenda como funciona e faça sua avaliação!

O DASS-21 (Depression, Anxiety and Stress Scale), desenvolvido pelo PhD Peter Lovibond, da University of New South Wales (UNSW), na Austrália, possui capacidade de mensurar simultaneamente e distinguir a depressão, a ansiedade e o estresse. Trata-se  de um teste em domínio público, que pode ser originalmente acessado no site da UNSW, sendo esta uma tradução livre realizada pela Vittude.

Trata-se de um questionário com 21 perguntas, que medem a intensidade de comportamentos e sensações experimentados nos últimos sete dias. Cada pergunta é classificada em uma escala Likert de quatro pontos de frequência ou gravidade das experiências dos participantes durante a última semana com a intenção de enfatizar os estados emocionais sobre os traços.

Lovibond, comparou propriedades psicométricas do DASS-21 com as Escalas de Beck para ansiedade e depressão, obtendo resultados satisfatórios na comprovação das análises fatorial exploratória e confirmatória. Isso mostra que as respostas do questionário de fato apontam para um indicativo bastante preciso dos quadros de depressão, ansiedade e estresse.

O teste DASS-21

A função principal do teste DASS-21 é avaliar a severidade dos sintomas centrais da depressão, ansiedade e stress. Desta forma, a avaliação permite não só uma maneira para medir a gravidade dos sintomas do paciente, mas também um modo de acompanhar e medir a resposta do paciente ao tratamento psicológico.

O resultado do DASS não deve ser usado sozinho para avaliar a presença ou ausência de depressão ou ansiedade. Pontuações mais altas no DASS certamente devem alertar o psicólogo ou psiquiatra para um elevado nível de sofrimento no paciente e isso precisa ser mais explorada no âmbito do processo de entrevista. Da mesma forma, as baixas pontuações no DASS não devem ser um substituto para uma entrevista clínica abrangente.

Segundo Heloisa Caiuby, psicóloga com mais de 30 anos de experiência clínica, uma avaliação como o DASS-21 constitui uma medida objetiva, confiável e clara para que um indivíduo entenda como está se sentindo. Ele fornece o ponto de partida e aponta a direção a tomar.

>> Além de saber se tem depressão, ansiedade ou estresse, que tal se conhecer melhor? Nossa equipe preparou uma trilha do conhecimento gratuita, com conteúdos sobre autoconhecimento, autocuidado, dicas de meditação, respiração e recomendações de filmes e livros. Esses conteúdos foram divididos em 5 e-mails, que você pode começar a receber à partir de agora, basta clicar aqui e se cadastrar!

 O Teste DASS-21 e o diagnóstico

Embora o DASS possa contribuir para a avaliação dos níveis de ansiedade ou depressão, o questionário não é concebido como uma ferramenta de diagnóstico. Na verdade, uma série de sintomas típicos da depressão não são cobertos pelo DASS e precisam ser avaliados de forma independente. São eles: alterações no sono, no apetite e o surgimento de distúrbios sexuais. Por isso, o DASS não se destina a substituir uma entrevista clínica abrangente.

Aviso importante

O resultado da avaliação não indica um diagnóstico conclusivo. Para determinar qualquer diagnóstico potencial discuta seu resultado com um psicólogo ou um médico psiquiatra.

Instruções

Por favor, leia cuidadosamente cada uma das afirmações abaixo e assinale o número apropriado 0, 1, 2 ou 3. A pontuação indicará o quanto ela se aplicou a você durante a última semana, conforme a indicação a seguir:

0 – Não se aplicou de maneira alguma

1 – Aplicou-se em algum grau ou por pouco tempo

2 – Aplicou-se em um grau considerável ou por uma boa parte do tempo

3 – Aplicou-se muito ou na maioria do tempo

Campos obrigatórios são marcados com *

1.Achei difícil me acalmar *
2.Senti minha boca seca *
3.Não consegui vivenciar nenhum sentimento positivo *
4.Tive dificuldade em respirar em alguns momentos (ex. respiração ofegante, falta de ar, sem ter feito nenhum esforço físico) *
5.Achei difícil ter iniciativa para fazer as coisas *
6.Tive a tendência de reagir de forma exagerada às situações *
7.Senti tremores (ex. nas mãos) *
8.Senti que estava sempre nervoso *
9.Preocupei-me com situações em que eu pudesse entrar em pânico e parecesse ridículo (a) *
10.Senti que não tinha nada a desejar *
11.Senti-me agitado *
12.Achei difícil relaxar *
13.Senti-me depressivo (a) e sem ânimo *
14.Fui intolerante com as coisas que me impediam de continuar o que eu estava fazendo *
15.Senti que ia entrar em pânico *
16.Não consegui me entusiasmar com nada *
17.Senti que não tinha valor como pessoa *
18.Senti que estava um pouco emotivo/sensível demais *
19.Sabia que meu coração estava alterado mesmo não tendo feito nenhum esforço físico (ex. aumento da frequência cardíaca, disritmia cardíaca) *
20.Senti medo sem motivo *
21.Senti que a vida não tinha sentido *

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta

Avalie esse artigo:

Comentários:

1840 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ʝυlια
15 horas atrás

o teste é bom mas deu severo em td e eu n sou depressiva as vezes ate fico um pouco mas tipo n é tanto assim e ansiedade nunca tive crise so de panico mas q eu sou ansiosa sou enquanto o stress ai acredito

ᴍᴏʀᴇɴᴀ† Adrielly
20 horas atrás

Eu queria ser feliz ser como a pessoa que eu era a 5 anos atras sorrir e ter sonhos nao so acorda como mais um dia na vida sem sentido sem sonho sem cor sem nada eu queria poder pedir ajuda a alguem por perto mas nao tenho ngm nao tenho ngm entao vc vai se curando sozinho secando suas lagrima sozinha mas chega uma hora que vc desgasta e so simples mente dexa as crises vim como ondas em 1 mar com ressaca dai elas vem te engolindo e vc lutando contra a mare mas ai chega uma hora… Read more »

Gabriela C.
2 dias atrás

l

Last edited 2 dias atrás by Gabriela C.
Laura Gotelip
2 dias atrás

.

Last edited 2 dias atrás by Laura Gotelip
Maria
3 dias atrás

Não sei se hoje tenho depressão, penso que não, e também não sei se estou caminhando para ela novamente, mas já tive, e o pior, fiquei calada. Não sei como consegui superar sozinha, mas foi horrível. Eu tinha 12, 13 anos, tinha amizades tóxicas e não me aceitava de jeito nenhum como lésbica. Me dizia que era hétero. Deixava as unhas grandes e me ******** assim, só pra machucar. Odiava minha aparência e não me cuidava. Aliás, hoje até fico indignada por isso, porque eu sou de fato bonita. As vezes fico com medo dos meus pais passarem a não… Read more »

Gabriely Naberezny
3 dias atrás

Severo em tudo (:

Bruna Balsinelli Cavicchiolli
4 dias atrás

DEU EXTREMAMENTE SEVERO EM TUDO MAN

Last edited 4 dias atrás by Bruna Balsinelli Cavicchiolli
Amanda Freire
4 dias atrás

Deu severo em tudo k… rindo de nervoso Eu tenho 16 anos, vivo com a minha mãe e meu padrasto, e estou começando a ficar cansada das coisas aqui. Eles só sabem brigar e, toda vez, as coisas acabam sobrando pra mim, como consequência vêm as crises de ansiedade e os surtos, além dos pensamentos suicidas. A pior parte é que eu n posso contar com ngm, eu não tenho mais os meus amigos, e eu sei que não posso contar com ngm daqui de casa… tudo o que me restou foi um caderno que eu tentei começar a escrever… Read more »

Last edited 4 dias atrás by Amanda Freire
Sarah Olivier
5 dias atrás

eu so estou cansada de tudo isso …..

Yukii Ionkovich
6 dias atrás

Eu sou cigano e sou gay. Sempre me culpei por ser assim. Minha mãe nunca me aceitaria. Perdi meu pai tem 5 anos e antes disso ele lutou contra o câncer por 6 anos. Nunca fui o filho que tinha a atenção dos pais. Tenho mais duas irmãs que uma era a preferia da minha mãe e a outra do meu pai. Nunca me incentivaram a estudar inclusive fui proibido agora estou correndo atrás fazendo EJA e não arrumo trabalho nem um oque me deixa cada vez mais triste pq não tenho dinheiro pra comprar os medicamentos que os psiquiatra… Read more »

Johnny Capone
6 dias atrás

Meu resultado foi stress moderado, ansiedade moderada, porém o grau de depressão foi severo…eu só quero sentir felicidade, pois me sinto num beco sem saída, sufocado…e sem esperança de continuar a vida.

donniexluv
7 dias atrás

Eu só quero ser feliz.

Luiza Moreto
7 dias atrás

Eu tô lendo os comentários e chorando muito, porque estou me vendo na maioria deles, e eu realmente não sei mais como suportar isso.
Eu realmente queria pedir ajuda, mas ao mesmo tempo tenho medo e sou muito orgulhosa.

AHHH eu não aguento mais isso.

Last edited 7 dias atrás by Luiza Moreto
Samuel Costa
7 dias atrás

oi, vi que vc joga lol, porque nao me adiciona no discord? pra a gente fazer mais tarde call? Hahah, gostei muito de ve haha…Vamo duo no lol? Haha, eu nem jogo de adc mas se vc quiser…. Eu posso te levar pro diamond hahah. Oque? Qual é o meu champion favorito? Ah, eu gosto de jogar muito de Yasuo e Zed, sou um pouco fa do coresy e do ayie btw, eu até demorei um pouco pra masterizar o coresy combo, que é aquele lá  :E+FLASH+O+AA+E+O+CTRL+6+SHIFT+ENTER+M+A+C+A+C… Ahh, assisto alguns, mas só uns cults, talvez ve nao conheça hahah, tipo… Read more »

Grazi Lira
10 dias atrás

Desde pequena eu tinha muita dificuldade em me relacionar com as pessoas, quando eu conseguia me aproximar de alguém eu criava mil espectativas, colocava minha esperança e emoções na pessoa, era muito grudenta. Em 2018 por causa disso eu sofri muito e mudei drasticamente. Me fechei bastante, procuro não me aproximar das pessoas mais, me sinto mais insegura ainda com tudo, nervosa, não consigo ter um relacionamento com ninguém, qualquer que seja, porque não tenho forças nem pra isso. Com esse comportamento fiquei cada vez mais anti-social, o que piora tudo. As pessoas acham que eu não sinto nada e… Read more »

Last edited 10 dias atrás by Grazi Lira
Tainá Morghinstar
11 dias atrás

O meu deu tudo elevado, eu tô com muito medo de ter alguma coisa não sei como vou ficar

roi sceleny
11 dias atrás

eu to tao cansada, cansada de duvidar sempre de mim mesma, da minha dor, de duvidarem dela e me tratarem somente como dramática demais. eu tomo tantos remédios que perdi a conta, e juro que nao sei como cheguei tao fundo. quando eu fiquei tao fudida? não sei o porquê, não sei como, e talvez nao haja explicaçao, talvez eu esteja tentando mentir pra mim tentando nao aceitar que de fato eu so quero morrer logo. quem diz que a morte é a escolha mais fácil claramente nunca esteve numa situação onde realmente pensou em si matar, o medo é… Read more »

Blé Blé
12 dias atrás

aos 6 ano eu perdi meus pais, avó materna, avô paterno e minha irmã mais nova em uma acidente de carro um dia depois do meu aniversário, e desde então quem tem me criado foi ainha vó paterna. durante muito tempo eu lidei bem com o acidente e tudo q aconteceu, mas aos 16 eu comecei a me isolar e nesse período eu estava passando por uma mudança drástica na minha vida, com uma escola nova em outro estado e tudo mais, só que eu não me encaixei bem e não consegui me inturmar e com a pandemia eu acabei… Read more »

Alessandro Almeida
12 dias atrás

O meu deu stress e ansiedade normal e depressão moderado

Mariana Rodrigues
14 dias atrás

O meu deu stress leve depressão severa e ansiedade severa

Mariana Rodrigues
14 dias atrás

Oi tenho 15 anos meu problema é que minha tristeza bate de repente as vezes eu tô alegre as vezes tô com raiva ou triste as vezes penso em me matar só que eu não tenho coragem pois não quero deixar minha mãe e minha família triste

Ana Carolina Fernandes
16 dias atrás

Todos estremamente severos😕

Nathalia Paulino Rossetto
16 dias atrás

22/42 e to com depressão severa hahahaha, que merda de teste

José Orlando Lunardelo
17 dias atrás

oi,já faz mais de dez anos que tomo remedio pra ansiedade,e ja tentei parar duas vezes e não consegui.Não entendo o que acontece comigo,só na hora de dormir que vem formigamento nos braços e coração acelerado e eu não consigo dormir.Eu tomo escitalopran,e hoje quando voltei a tomar,tomei de madrugada e a reaçao nõ foi boa,tive aumento da pressão,o que eu faço,quero me livrar disso.

HS PLAYER
17 dias atrás

Apenas 53 pontos hahahaha que legal😪

Maria Luíza Ferreira de Albuquerque
17 dias atrás

Desde pequena sempre fui tímida e muito insegura,e isso me afetava muito. Quando tinha 2 anos de idade sofri um acidente e acabei quebrando meus dois dentes da frente, e desde então sofre bullying na escola e em casa,desde que esse vírus chegou ao mundo eu me senti aliviada de se afastar um pouco da escola, assim as pessoas parariam de me chamar de dente de dominó, mônica, dentuça,etc… Mas não parou por aí, quando ficaríamos em casa por causa do vírus mundial, e desde então aqui estou em casa com minha família me chamando de dente de esquilo,dentes de… Read more »

Last edited 17 dias atrás by Maria Luíza Ferreira de Albuquerque
DV e o mundo de tudo
19 dias atrás

Eu sempre fui alegre sem dificuldade pra nada mais isso mudou após a separação dos meus pais eu entrei em panico rabisquei a casa inteira escrevendo várias coisas eu começei a chorar na frente dos meus pais isso foi aos 8 anos hj eu estou alegre com a familia do padrasto e tudo isso mais mais eu me sinto mal pq a minha mãe ñ me da tanta atenção passo o dia inteiro no meu quarto e n consigo desabafar nada só aqui q é a primeira vez eu tentei desabafar com minha mãe antes só q ñ falei nada… Read more »

Wânnia Nunes
23 dias atrás

Eu tive depressão desde pequena, isso foi se tornando perigoso na adolescência, procurava inúmeras formas de suicidar, graças a Deus sem sucesso. Com 16 anos tenho, ansiedade, bulimia, baixa auto-estima e depressão. E ninguém da minha família está do meu lado, me sinto sozinha, se eu abrir a boca falam que é frescura de adolescentes, eu não choro na frente de ninguém, e sim por trás, a minha companhia é a única que eu tenho. Minha saúde mental está acabada, destruída, sou anti-social e isso piora ainda mais a minha situação.

Last edited 23 dias atrás by Wânnia Nunes
Cláudia Victória
24 dias atrás

Desde criança, sempre fui tímida e insegura com tudo, tendo dificuldades de fazer amigas na escola, então quando eu conseguia eu tinha a tendência de ser muito grudenta, de botar minha dependência emocional nessa pessoa. Até os 12 eu fui assim, mas quando fiz 13 eu sofri uma mudança bem drástica, me fechei completamente : pra minha mãe, pra novos relacionamentos (de amizade mesmo) e pra novas descobertas. Tanto ao ponto de nem sequer saber como se abraçar uma pessoa, como conversar com alguém, como me abrir pras pessoas que eu gosto. Desde sempre eu tbm sempre fui pessimista, sempre… Read more »

Last edited 24 dias atrás by Cláudia Victória
Dernière Afton
24 dias atrás

Tenho dezenove anos e minha ansiedade, estresse e depressão permanecem em estados avançados. Ambos severos. Nesses tempos de pandemia venho passando por mudanças que desafiam a minha saúde mental, e deixaram meu mundo de ponta cabeça. Penso em bloquear amigos de longa data, perder o contato com minha “família”, apagar todas as minhas redes sociais… tudo isso para permanecer sozinha. Minha angústia não me deixa dormir, minhas crises me trazem danos catastróficos e as vezes penso em desistir da minha vida. Muitos problemas para resolver mas que continuam sem soluções, e a fadiga não dá nem um impulso para que… Read more »

Last edited 24 dias atrás by Dernière Afton

Artigo publicado em Estresse