Categoria: Transtornos Depressivos

Fibromialgia sintomas e sua relação com a depressão

Fibromialgia: sintomas e sua relação com a depressão

Fibromialgia: sintomas e sua relação com a depressão
5 avaliações

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

A Fibromialgia é uma síndrome de dor crônica relativamente comum e muito complexa. Seus sintomas clássicos são dores musculares e nas articulações, ambas generalizadas. Ela ocorre nos tecidos fibroso e muscular ao longo de todo o corpo. Também é conhecida como SFM – Síndrome de Fibromialgia ou Síndrome de Joanina Dognini. A fibromialgia pode durar anos ou a vida inteira. É a segunda condição mais comum que afeta ossos e músculos, atrás apenas da artrite. No entanto, muitas vezes é mal diagnosticada e mal entendida. Não há cura para fibromialgia. Mas uma combinação de medicação, exercício, controle do estresse e hábitos saudáveis pode aliviar seus sintomas o suficiente para que se possa viver uma vida normal e ativa.

Continue lendo
transtornos mentais

O que o ursinho Pooh pode nos ensinar sobre os transtornos mentais

O que o ursinho Pooh pode nos ensinar sobre os transtornos mentais
6 avaliações

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

O carismático Ursinho Pooh marcou uma geração de crianças e adultos com suas histórias, tendo aparecido pela primeira vez nos livros em 1921. Agora, ele está de volta com o filme live-action, Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível, com previsão de estreia dia 2 de agosto. No filme, Christopher Robin, o dono e criador do ursinho Pooh (Ewan McGregor) cresceu e agora é um adulto. Obrigado a trocar seu tempo de lazer com a esposa e a filha pelo trabalho, ele fica infeliz. Em um momento de desespero, ele reencontra Pooh, que vai ajudá-lo a buscar seus princípios esquecidos. O desenho é inspirado nas obras de Alan Alexander Milne, tendo “Winnie the Pooh” como título original. Você pode conferir o primeiro trailer legendado abaixo: Mas o que isso tem a ver com psicologia? O que poucas pessoas sabem é que existem especulações de que as inocentes e divertidas histórias do...

Continue lendo
tristeza

12 formas de combater a tristeza antes de se tornar doença

12 formas de combater a tristeza antes de se tornar doença
3 avaliações

  |  Tempo de leitura: 10 minutos

A tristeza faz parte das seis emoções básicas que todos os seres humanos têm, sendo as outras: medo, felicidade, repulsa, surpresa e raiva. Estar triste é caracterizado por ter baixa auto-estima, sentimentos de solidão, culpa, cansaço, angústia ou dor. A tristeza pode ser a resposta para eventos desagradáveis, decepções, morte de alguém próximo, separação, raiva em relação a alguma pessoa, entre outros. Da mesma forma, é possível se sentir triste sem nenhum motivo aparente. Todos experimentam a tristeza em algum momento de suas vidas. Estudos mostram que a tristeza dura mais do que muitas outras emoções, porque tendemos a gastar mais tempo pensando nisso.

Continue lendo
antidepressivos

Os efeitos dos ansiolíticos e antidepressivos

Os efeitos dos ansiolíticos e antidepressivos
9 avaliações

  |  Tempo de leitura: 4 minutos

A introdução dos psicofármacos no tratamento de transtornos mentais se popularizou na medicina por volta dos anos 50. Isso mudou completamente as perspectivas e paradigmas que prevaleciam na psiquiatria e outros campos relacionados a saúde mental. Segundo levantamentos nacionais promovidos por seguradoras de saúde brasileiras realizados em 2017, o consumo de antidepressivos no Brasil cresceu 74% em seis anos. Em 2013, em levantamento realizado pelo IMS Health, foi apontado que o brasileiro gasta R$ 1,8 bilhões com antidepressivos e estabilizadores de humor.  

Continue lendo
terapia eletroconvulsiva um tratamento possível para depressão

Terapia eletroconvulsiva: um tratamento possível para depressão

Terapia eletroconvulsiva: um tratamento possível para depressão
3 avaliações

  |  Tempo de leitura: 8 minutos

A terapia eletroconvulsiva (ECT) é um procedimento feito sob anestesia geral, no qual pequenas correntes elétricas passam pelo cérebro, desencadeando intencionalmente uma breve convulsão. A terapia eletroconvulsiva parece causar mudanças na química cerebral que podem reverter rapidamente os sintomas de certas doenças mentais.

Continue lendo
Automutilação

Automutilação: por que uma pessoa faz cortes no próprio corpo?

Automutilação: por que uma pessoa faz cortes no próprio corpo?
84 avaliações

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

Automutilação. O que significa quando uma pessoa corta a própria pele, por espontânea vontade? Quando estamos manuseando uma faca na cozinha, no preparo de alimentos, ou utilizando um estilete para apontar um lápis, por exemplo, e nos cortamos involuntariamente, a dor causada pelo ferimento condiciona a sermos cada vez mais cuidadosos ao manipular esses objetos cortantes. Se, para a maioria das pessoas, o medo do ferimento com uma lâmina provoca tantos cuidados, por que então existem outras que se cortam propositalmente?

Continue lendo