A importância dos 5 pilares da gestão de pessoas
Avalie este artigo
20 de outubro de 2021 | 7 min de leitura
Desenvolvimento de Pessoas

A importância dos 5 pilares da gestão de pessoas

Para uma empresa alcançar os resultados almejados é preciso contar com colaboradores produtivos e motivados. Para isso, é necessário aplicar os 5 pilares da gestão de pessoas no dia a dia da organização.

Não vivemos mais em um contexto que os funcionários são vistos apenas como mão de obra. Para que a empresa se torne realmente competitiva é importante que seus talentos sejam desenvolvidos e valorizados. Assim, permanecerão por mais tempo em seus empregos e contribuirão de verdade para o crescimento organizacional.

Neste artigo, você poderá se aprofundar nos 5 pilares da gestão de pessoas e entender a sua importância para as organizações. Continue a leitura para conferir tudo!

O que é a gestão de pessoas?

Vamos começar entendendo o que é a gestão de pessoas. Trata-se de uma responsabilidade da área de Recursos Humanos, que tem como objetivo desenvolver habilidades nos colaboradores, reter profissionais e tornar o capital humano da empresa ainda mais valioso.

A gestão de pessoas visa identificar e atrair talentos, além de desenvolvê-los a fim de elevar o engajamento, a motivação e a produtividade. Dessa forma, cria-se uma vantagem competitiva por meio de funcionários muito mais felizes, satisfeitos e alinhados à cultura organizacional.

Quais são os 5 pilares da gestão de pessoas?

Você sabia que existem 5 principais pilares da gestão de pessoas, responsáveis por conduzir o trabalho nessa esfera dos Recursos Humanos? A seguir, confira quais são:

1. Motivação

É essencial contar com profissionais motivados, afinal, sem motivação a produtividade e qualidade do trabalho entregue caem significativamente. Além disso, em muitos casos o colaborador pode até mesmo pedir demissão para ir em busca de um novo desafio e melhores oportunidades.

A motivação, portanto, é muito importante para que os objetivos da empresa sejam alcançados, mas engana-se quem pensa que este fator depende somente da automotivação. Também é preciso analisar como a organização vem influenciando a motivação dos funcionários, seja negativa ou positivamente.

Vale ter em mente também que apesar da motivação ter pontos em comum entre várias pessoas, é interessante que o gestor de cada time entenda quais são os fatores motivacionais de cada um.

No geral, boa parte dos colaboradores se sente motivado com um bom salário e benefícios corporativos, no entanto, nem sempre é o suficiente. Alguns são movidos por desafios e metas, outros precisam conectar seus valores pessoais à cultura organizacional e ao propósito da empresa.

São, portanto, muitos fatores que podem influenciar a motivação de um colaborador. No geral, é importante que a gestão de pessoas contemple esferas como:

Mas, além disso, é necessário que cada gestor tenha clareza sobre os pontos individuais que também podem ser determinantes para aumentar os índices de motivação.

2. Comunicação

Uma comunicação clara, transparente e eficiente também é necessária para que o dia a dia de trabalho flua tranquilamente e todos estejam na mesma página.

Além da comunicação entre líderes e gestores, também é importante que a empresa em si seja capaz de se comunicar com os colaboradores como um todo. Dessa forma, todos têm clareza sobre o momento da organização, desafios e oportunidades.

Para isso, é importante que a empresa conte com um software de comunicação interna e entre equipes, pois assim todos centralização as conversas em um único ambiente. Ótimas dicas são o Microsoft Teams e o Slack.

Além disso, caso a comunicação entre os funcionários esteja falha e resultando em muitos erros, pode ser interessante considerar a realização de um treinamento sobre o assunto.

3. Trabalho em equipe

Evitar a competitividade e promover a colaboração entre os funcionários também é um dos 5 pilares da gestão de pessoas.

Por mais que cada colaborador tenha as suas metas e projetos, todos estão trabalhando em prol de um mesmo objetivo, que é o sucesso da empresa. Justamente por isso, todos devem se enxergar como aliados e não rivais.

A união entre equipes é necessária para que todos evoluam e cresçam juntos. Para isso, é interessante que a organização promova momentos de integração entre as pessoas, como happy hours, celebrações e até mesmo treinamentos que exigem trabalho em equipe e fortalecem os laços.

Já no dia a dia de trabalho, além de a cultura organizacional fomentar a colaboração, também é válido buscar formas de colocar todos na mesma página. Uma forma interessante de se fazer isso é criar o hábito de fazer reuniões de acompanhamento de projetos e definir um software para o compartilhamento de tarefas.

4. Competências

A gestão de pessoas também passa por uma análise das habilidades e competências de cada colaborador. Afinal, é importante saber quais são os pontos fortes de cada um para alocar os profissionais certos nos projetos. Só assim é possível bater as metas e atingir os objetivos.

Todo este processo tem início na atração de talentos, que deve buscar a contratação de pessoas com fit cultural e as competências necessárias para o cargo/função em questão. Buscar por profissionais com potencial para se desenvolver e crescer é o ideal.

Além disso, lembre-se de que é importante analisar o indivíduo tem sede por conhecimento e busca aprimorar suas habilidades. Muitas vezes, ele pode até não ter todas as competências desejadas, mas a sua busca intensa por desenvolvimento compensa.

Por fim, vale também focar na estruturação de uma avaliação de desempenho baseada em competências, que visa identificar quais são as competências necessárias para cada área e cargo da empresa. Dessa forma, mais fácil analisar a performance de cada um e entender onde existem gargalos.

5. Treinamento e desenvolvimento

A busca por desenvolvimento também deve ser constante e, por isso, faz parte dos 5 pilares da gestão de pessoas. É necessário que seja uma iniciativa em conjunto, tanto da empresa como de cada um dos colaboradores. Além disso, os treinamentos ajudam bastante a elevar os níveis de motivação e valorizar os profissionais.

Nesse caso, é interessante conversar com os próprios funcionários para entender o que eles gostariam de aprender ou aprimorar. Isso pode ser feito por meio de pesquisas online, por exemplo.

No entanto, não se esqueça de que, para que o investimento valha a pena, é necessário cruzar os desejos dos colaboradores com as necessidades da empresa. Além disso, não se esqueça de que podem ser voltados para hard e soft skills.

Os treinamentos e cursos podem ser ministrados presencialmente ou online, existindo a possibilidade de um membro mais experiente do time realizá-lo ou contratar um profissional externo.

Qual é a importância da gestão de pessoas?

A gestão de pessoas é essencial para o crescimento sustentável de uma empresa. Nunca se esqueça de que o capital humano é responsável por executar tarefas, bater metas e traçar objetivos.

Este é o ativo mais valioso de qualquer organização, portanto, traçar estratégias que visem a valorização, desenvolvimento e motivação dos colaboradores é uma prioridade.

Em seguida, confira alguns dos principais benefícios da gestão de pessoas nas empresas:

Melhora a marca empregadora

Estamos falando sobre employer branding. Não há como negar que uma boa gestão de pessoas cria um ambiente organizacional mais feliz e satisfatório, o que contribui para a marca empregadora.

Conforme os colaboradores se sentem valorizados por meio de iniciativas voltadas para a gestão de pessoas, disseminam mensagens e depoimentos sobre o dia a dia na organização que impactam no employer branding de forma positiva.

Atração e retenção de talentos

Como consequência, uma boa marca empregadora também ajuda na atração e retenção de talentos. A contratação de profissionais de qualidade é facilitada e, ao mesmo tempo, os colaboradores permanecem por mais tempo na empresa já que estão felizes e motivados.

Com isso, índices negativos, como turnover e absenteísmo tendem a cair, o que é ótimo para a organização como um todo.

Aumento da motivação e produtividade

Não é novidade que a motivação e a produtividade também se beneficiam de uma boa gestão de pessoas. Os funcionários se sentem mais valorizados e, consequentemente, procuram dar o seu melhor e produzir com foco em atingir os objetivos e melhorar os resultados.

Melhora o suporte para a liderança

Quando os profissionais de Recursos Humanos realizam uma boa gestão de pessoas as lideranças da empresa ficam mais preparadas para lidar com os desafios diários de se gerir uma equipe.

É necessário, portanto, que haja um alinhamento entre o RH e os líderes para que todos os processos sejam executados com qualidade.

Melhora dos resultados

Por fim, outro benefício claro da gestão de pessoas é a melhora significativa nos resultados. Isso acontece porque os colaboradores estão mais motivados e produtivos, mas também porque estão se capacitando constantemente para aprimorar competências que ajudarão na execução de um trabalho muito melhor.

Como estruturar uma gestão de pessoas mais estratégica?

Agora que você já conheceu os 5 pilares da gestão de pessoas e a sua importância para as empresas, confira como pode ser estruturado esse processo de forma muito mais estratégica.

1. Entender os objetivos

O primeiro passo é garantir que a gestão de pessoas está alinhada aos objetivos da organização, caso contrário, os benefícios não serão percebidos em sua totalidade.

Os responsáveis pela gestão de pessoas, portanto, precisam estar cientes dos objetivos de curto, médio e longo prazo da empresa para que, dessa forma, as ações estabelecidas contribuam para as metas organizacionais.

2. Realizar um diagnóstico

Nesse caso, o diagnóstico é tanto dos colaboradores em si como do RH. Essa é a hora de analisar os funcionários, suas habilidades, competências e o papel que desempenham para o cumprimento das metas. Além disso, vale entender a questão dos fatores motivacionais e possíveis ruídos de comunicação que precisam ser aprimorados.

Ao mesmo tempo, é o momento de entender os pontos fortes e fracos da área de Recursos Humanos para traçar quais devem ser a prioridades no plano de ação.

3. Definir as ferramentas necessárias

Chega a hora de analisar quais ferramentas estão sendo utilizadas no dia a dia de trabalho e quais poderiam ser incluídas para automatizar processos e tornar o trabalho da gestão de pessoas ainda mais estratégico.

4. Estruturar um cronograma

Não adianta querer fazer tudo ao mesmo tempo. É preciso de profundidade e qualidade nas ações traçadas para que o resultado seja satisfatório. Para isso, vale a pena criar um cronograma contemplando as ações estratégicas de curso, médio e longo prazo.

Também é interessante incluir etapas de revisões e ações corretivas, que podem ser necessárias.

Empresas que são referências em gestão de pessoas

Não é novidade que o Google foca bastante em gestão de pessoas por meio de escritórios que prezam o bem-estar, a produtividade e criatividade. O design dos prédios é pensado com o objetivo de promover ambientes colaborativos, descontraídos e que prezam pela inovação e o conforto.

O Facebook, por sua vez, foca em benefícios diferenciados que visam ajudar os colaboradores no equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Um exemplo é a licença paternidade remunerada de quatro meses.

Por fim, a Magazine Luiza também é muito reconhecida no mercado por suas ações estratégicas voltadas para a gestão de pessoas, como:

  • programa de carreira estruturado;
  • plataforma online de treinamentos;
  • programa de trainee voltado para pessoas negras.

Foque na gestão de pessoas mais estratégica na sua empresa

Se você ainda tinha alguma dúvida sobre os 5 pilares da gestão de pessoas e os seus benefícios, provavelmente não tem mais. Após ler este artigo ficou claro porque é necessário direcionar esforços para o gerenciamento de pessoas dentro das empresas.

É muito importante para os colaboradores e para o crescimento da organização como um todo. Portanto, não deixe de começar a criar um plano de ação estratégico e colha os benefícios.

Curtiu este conteúdo? Continue lendo nossos artigos no blog do Vittude Corporate.

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo

Leia também

Receba novidades da Vittude