Acolhimento psicológico: sua empresa está aderindo ao futuro?
Avalie este artigo
15 de setembro de 2021 | 7 min de leitura
Employer Branding

Acolhimento psicológico: sua empresa está aderindo ao futuro?

Um dos grandes efeitos colaterais da pandemia foi o aumento do número de pessoas sofrendo com transtornos mentais. O medo, o isolamento e a insegurança provocados pelo vírus contribuíram, principalmente, para o crescimento de casos de depressão e ansiedade. Com isso, o acolhimento psicológico também se tornou cada vez mais necessário.

Os cuidados com a saúde mental já eram prioridade antes da pandemia, mas a crise colocou o holofote em uma questão que, infelizmente, ainda era negligenciada por muitos.

Mais do que nunca precisamos falar sobre prevenção e tratamento por meio da psicoterapia e da importância do acolhimento psicológico dentro das empresas. Afinal, é responsabilidade de todos cuidar do bem-estar emocional.

Para entender melhor sobre o assunto e descobrir como é possível criar um plano de acolhimento psicológico na sua organização, continue a leitura deste artigo.

O que é acolhimento psicológico?

O serviço de acolhimento psicológico se trata de um atendimento pontual, em que a pessoa que está passando por um problema ou crise tem acesso ao auxílio profissional imediatamente.

A escuta é a grande base do acolhimento psicológico, pois ter alguém para escutar as suas dores e aflições ajuda no processo de lidar com a dor e o mal estar.

Para entender melhor, basta pensar em algum momento da sua vida em que você estava se sentindo muito mal e não conseguiu encontrar conforto e suporte em amigos e familiares. Eles não escutavam de verdade o que você tinha para dizer e, dessa forma, não conseguiam ajudar da maneira que você precisava.

Em diversas situações da vida, aqueles que fazem parte do nosso círculo social não serão ideais para nos ajudar a lidar com as dificuldades. E é nessa hora que o acolhimento psicológico é importante. Este tipo de serviço pode ser conduzido online, presencialmente ou até mesmo por telefone.

As rodas de escuta

O interessante do acolhimento psicológico é que ele pode ser realizado de diversas formas, o mais importante é que haja um momento de escuta. Antes da pandemia, por exemplo, existia a possibilidade de se fazer rodas de escuta em que as pessoas conversavam sobre as suas dores e momentos de dificuldades.

Dessa forma, o encontro entre as pessoas promovia um ambiente repleto de empatia e companheirismo, que ajuda bastante no processo de entendimento da dor e na recuperação.

Quais são as diferenças entre acolhimento psicológico e psicoterapia?

Muita gente confunde a psicoterapia e o acolhimento psicológico, mas é necessário entender que se trata de duas modalidades de serviços diferentes.

A psicoterapia é o tratamento terapêutico contínuo, em que a pessoa tem o acompanhamento de um profissional especializado por um longo período. A terapia, como é chamada popularmente, pode ser realizada em diferentes fases da vida e com diferentes objetivos.

O acolhimento psicológico, por sua vez, costuma ser procurado por pessoas que desejam lidar melhor com algo que está acontecendo naquele momento de suas vidas. A psicoterapia, por outro lado, é para quem busca um acompanhamento contínuo.

Ambos são conduzidos por um psicólogo, mas o que os difere são os momentos em que são acionados e os motivos que levam um indivíduo a procurar por cada um desses tipos de serviços.

Para ficar mais claro, confira algumas situações que funcionam como gatilhos para que uma pessoa procure por acolhimento psicológico:

  • luto;
  • mudanças bruscas na rotina;
  • crises de ansiedade.

Qual é a importância do acolhimento psicológico para as empresas?

O acolhimento psicológico é de extrema importância, pois ao longo da vida todo ser humano se depara com situações difíceis de encarar, como a morte de um ente querido, uma separação, problemas financeiros, mudanças no trabalho e por aí vai.

Para conseguir lidar com as adversidades da maneira mais saudável e equilibrada possível, nem sempre é viável fazer tudo sozinho. Pode ser necessário o auxílio de um profissional especializado que irá ajudar a vivenciar este processo.

Vale ressaltar também que qualquer questão, seja ela pessoal ou profissional, pode impactar o dia a dia de trabalho de uma pessoa. Por isso, o acolhimento psicológico é relevante para as empresas também, afinal, quando um colaborador está passando por um momento delicado, dificilmente conseguirá manter seus níveis de motivação e produtividade sem o apoio psicológico necessário.

Em seguida, confira alguns dos principais benefícios do acolhimento psicológico para as empresas e entenda como ele é vantajoso no meio corporativo:

Manutenção da produtividade e motivação

Você sabia que deixar de tratar quadros como depressão e ansiedade custa caro para e economia global? Segundo a OMS, a estimativa de perdas é de U$$ 1 trilhão devido à queda na produtividade de trabalhadores com ansiedade e depressão. Assustador, não é mesmo?

Quando uma pessoa está enfrentando um momento difícil e não tem auxílio psicológico para lidar com a situação, pode acabar desencadeando transtornos mais graves. A consequência direta é a queda na motivação e produtividade no trabalho, o que com certeza não é vantajoso para nenhuma empresa.

Por outro lado, se houver suporte e acolhimento psicológico, as chances disso acontecer são menores.

Fortalecimento da marca empregadora

Outro ponto interessante é como o investimento em acolhimento psicológico também é positivo para a marca empregadora, ou seja, para o employer branding. Ao construir uma imagem positiva da sua empresa, mais profissionais, parceiros e potenciais clientes irão se aproximar.

E, para isso, levantar as bandeiras certas é muito importante. Organizações que reforçam a importância dos cuidados com saúde mental e promovem iniciativas voltadas para tratamento, prevenção e disseminação de informações são muito bem vistas hoje em dia.

Por isso, criar um plano de acolhimento psicológico na sua empresa é bom para os colaboradores e para a empresa como um todo.

Redução de custos com contratação

A depressão já é a maior causa de afastamento do trabalho mundo. Este cenário só deixa ainda mais evidente a necessidade de prevenir e tratar transtornos psicológicos e cuidar do bem-estar emocional dos colaboradores da empresa.

Caso contrário, as consequências podem ser muito negativas, inclusive levando ao aumento de índices como o turnover e o absenteísmo. Com isso, crescem também os custos com contratações e substituições temporárias, que exigem tempo e dinheiro que poderiam ser alocados em outras frentes da empresa.

Situações que podem desencadear a necessidade de um psicólogo

Existem muitos momentos ao longo da vida em que uma pessoa pode necessitar de auxílio psicológico. Em seguida, confira algumas situações que podem se tornar gatilhos e, se não forem bem cuidadas, acabar ocasionando o desenvolvimento de transtornos como depressão, Síndrome de Burnout e ansiedade no trabalho:

Vida pessoal

  • morte de um ente querido;
  • traição e/ou separação;
  • problemas financeiros;
  • a descoberta de uma doença;
  • mudanças, como casamento, filhos ou casa;
  • conflitos e desavenças com amigos ou familiares.

Vida profissional

  • insatisfação profissional;
  • insegurança sobre os próximos passos na carreira;
  • sentimento de desencaixe profissional;
  • excesso de carga de trabalho;
  • chefes abusivos;
  • dificuldades para liderar;
  • problemas para equilibrar vida pessoal e profissional;
  • instabilidade financeira.

Esses são apenas alguns exemplos de situações que podem desencadear uma crise, conflito ou dor que precisa ser acompanhada por um psicólogo. O mais importante é ter clareza de que, independentemente da causa do problema, não é preciso enfrentar tudo sozinho. Os psicólogos existem justamente para facilitar os processos mais dolorosos da vida de uma pessoa.

Como elaborar um plano de tratamento e acolhimento psicológico?

Agora que você já entendeu o que é acolhimento psicológico e a sua importância, vamos nos aprofundar em estratégias que podem ser implementadas na sua empresa.

Vale ressaltar que é preciso analisar as peculiaridades de cada organização e as necessidades dos colaboradores. Mas, em seguida, você poderá conferir um plano de ações abrangentes que, posteriormente, podem ser adaptadas para a sua realidade.

Vamos lá?

1. Disseminar informações sobre o assunto

Quando o assunto é saúde mental e acolhimento psicológico, a disseminação de informação é a maior aliada. Muitos estereótipos e preconceitos persistem por aí porque as pessoas não têm acesso às informações corretas, confiáveis e de qualidade.

Por isso, criar um plano de ação que contemple essa etapa é tão importante. Antes de sair criando diversas iniciativas, foco na informação.

E a informação pode vir de diversas maneiras, mas uma das mais interessantes é por meio de especialistas, afinal, são as pessoas mais confiáveis para falar sobre o tema.

Portanto, que tal convidar psicólogos para uma roda de conversa, workshop ou debate sobre o assunto? O ideal é que seja durante o horário de trabalho para que os colaboradores não tenham desculpas para não participar.

Além disso, outra maneira de começar a criar uma cultura organizacional voltada para saúde mental, é instruindo as lideranças da empresa em relação ao tema. Isso significa que estes profissionais não devem fazer piadas maldosas, reforçar estereótipos e nem incentivar falas ou ações que vão contra o acolhimento psicológico e os cuidados com a saúde mental.

Lembre-se: os líderes são responsáveis por disseminar a imagem da empresa tanto interna como externamente.

2. Conversar individualmente com os colaboradores

Junto da disseminação de informações, pode ser interessante também que o RH se coloque à disposição dos colaboradores para conversas individuais sobre questões relacionadas à saúde mental.

Talvez, no início, nem todos se sintam confortáveis para se abrir, mas é importante que o RH conte com profissionais empáticos e abertos para que, aos poucos, os funcionários entendam que há uma ponte aberta para o diálogo.

Essas conversas podem ser importantes para que a empresa entenda se há padrões, fatores de estresse no dia a dia de trabalho e, dessa forma, possa direcionar os trabalhadores para o auxílio psicológico quando for necessário.

3. Oferecer acolhimento psicológico e psicoterapia

Além de toda a disseminação de informações e conversas individuais, pode ser necessário que alguns funcionários tenham acesso ao acolhimento psicológico ou à psicoterapia para cuidarem de suas questões com mais atenção.

Pensando nisso, as empresas podem oferecer esse tipo de serviço como um benefício corporativo. Essa já é a realidade em muitas organizações, principalmente depois da pandemia, quando a necessidade de suporte psicológico ganhou os holofotes.

Muitas pessoas não têm clareza de que precisam de acolhimento psicológico ou psicoterapia para trabalhar e superar um momento difícil pelo qual estão passando. Nessas horas, é importante que a empresa tenha esse olhar mais cuidadoso e direcione os seus funcionários em relação à possibilidade que existe dentro dos benefícios corporativos.

Com o parceiro certo, é possível oferecer esses tipos de serviços de maneira segura e confiável para que todos os colaboradores tenham acesso ao acolhimento psicológico quando precisarem.

O acolhimento psicológico deve ser uma prioridade nas empresas

Após a leitura deste artigo você já deve estar convencido de que o acolhimento psicológico deve ser uma prioridade dentro da sua empresa, não é mesmo?

Em plano século XXI não podemos mais ignorar a importância dos cuidados com a saúde mental e como essa esfera é capaz de interferir na motivação, felicidade e produtividade dos colaboradores.

Por isso, não pense duas vezes e comece agora mesmo a traçar um plano de ação que contemple diversas iniciativas para levar o acolhimento psicológico e a psicoterapia para a sua organização.

Continue lendo artigos como este no blog do Vittude Corporate!

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo

Leia também

Receba novidades da Vittude