employer branding

Employer Branding: sua empresa precisa investir nisso

27 de agosto de 2018
Employer Branding: sua empresa precisa investir nisso
Avalie este artigo
  |  Tempo de leitura:8 minutos

Empresas que consistentemente atraem os melhores talentos conseguem uma coisa na certa: construir a marca do empregador.

As vagas de emprego estão começando a receber o mesmo cuidado do que qualquer outra venda e decisão de compra. Os candidatos estão se voltando para as mídias sociais e para sites específicos para obter informações reais sobre as empresas.

Cabe aos departamentos de recrutamento garantir que pessoas bem qualificadas e que se encaixam com a vaga e filosofia da empresa gostem do que veem. É aí que uma estratégia de desenvolvimento de marca do empregador cuidadosamente planejada se torna crítica.

O que é employer branding?

Qual é a sensação que você quer que os candidatos a um emprego no seu negócio tenham sobre sua marca? Esse sentimento permeia a sua organização. Uma parte pelos valores, outra parte pela cultura, outra por experiências e assim vai.

Employer branding é a identidade de sua empresa, a essência. É tudo que faz você diferente, tudo que faz você se destacar entre tantas outras organizações no mercado. O employer branding é definido como a capacidade de uma empresa de diferenciar e promover essa identidade para um grupo definido de candidatos com interesse na contratação.

O branding sempre foi uma ferramenta essencial para os profissionais de marketing que desejam conquistar os corações e as mentes dos consumidores. O fato de agora ser uma parte crucial da fórmula de atração de talentos nos mostra a influência que o marketing está tendo no recrutamento.

Por que employer branding é importante?

Employer branding não é novidade. Embora você possa não ter notado, sua empresa já possui uma marca empregadora. O perigo é que, por hora, ela pode não ser exatamente a que você quer.

Toda empresa tem uma escolha a fazer. Você quer tentar cultivar sua marca ou ficar satisfeito por qualquer coisa que os candidatos decidirem pensar sobre a empresa?

Com a competição pelos melhores talentos ficando cada vez mais feroz, a marca do empregador é uma ferramenta importante para as empresas que tentam se destacar da multidão e atrair os melhores candidatos.

Não é de admirar que, de acordo com o State of Talent de 2017, 55% dos líderes de talento viram o employer branding como a principal prioridade de investimento naquele ano. Dados da Harvard Business Review também mostram que os CEOs e os líderes de RH esperam aumentar o investimento em sua marca empregadora nos próximos anos. Até 2020, é provável que seja uma parte fundamental da estratégia de longo prazo da maioria das equipes de recrutamento.

employer branding

O que mudou na busca por candidatos?

Não é mais suficiente apenas sentar e esperar que as aplicações para vagas cheguem. O candidato moderno é diferente. Eles querem ser capazes de se informar sobre sua empresa antes de se candidatarem. Eles querem ser alimentados por sua equipe com cuidado, atenção, informação. Eles querem trabalhar para uma empresa com a qual se identificam em um nível emocional.

Se você não está pensando sobre seu employer branding, está perdendo uma excelente oportunidade de criar uma conexão com os candidatos antes que eles possam se inscrever, e está prejudicando seus possíveis clientes em longo prazo.

O mercado de talentos competitivo de hoje exige que as empresas façam o seu jogo para se tornarem e permanecerem com um empregador de escolha. Isso é especialmente difícil para organizações com funções difíceis de contratar e localizações geográficas diferentes.

Como melhorar meu employer branding?

Aqui estão cinco dicas para melhorar sua experiência de recrutamento e criar uma marca vencedora, para a qual as pessoas de talento querem trabalhar:

1. Saiba como você avalia a concorrência

Os candidatos vão para suas vagas de emprego antes de ir para seus concorrentes? Seus funcionários são leais aos seus cargos? Se você deseja ser um lugar onde as pessoas anseiam trabalhar, você precisa dominar a combinação perfeita de marca e tecnologia do empregador. Você pode ter a cultura divertida da empresa que os melhores talentos anseiam, mas você também precisa alinhar seus canais para mostrá-la ao mundo.

Isso pode ser feito marcando seu ambiente de trabalho, criando descrições de cargos mais envolventes, implementando uma nova tecnologia de RH e exibindo sua cultura por meio de redes sociais para aproveitar os melhores talentos.

2. Contrate para ajustar a cultura

Em vez de contratar apenas com base em qualificações de currículo, selecione candidatos para um ajuste de cultura. Para fazer isso com sucesso, estabeleça uma persona de funcionário com “ajuste certo” antes de iniciar a pesquisa. Suas personas serão diferentes com base na função para a qual você está contratando, mas cada uma deve descrever as características que você está procurando em uma nova contratação.

Ao construir uma persona, olhe para seus funcionários atuais e defina o que os torna estrelas. Documente seus fatores de adequação cultural e fatores não adequados. Para aprofundar um pouco mais, faça uma pesquisa interna com os funcionários para apresentar dados demográficos básicos. Esses dados podem ser: motivações, metas, barreiras e frustrações de seus funcionários, gostos, desgostos e gatilhos ao procurar um novo emprego.

3. Use uma narrativa visual nas descrições de trabalho

Tome um minuto para pensar sobre suas postagens de vagas atuais. Se elas estão cheias de longos parágrafos com o jargão da empresa, você pode fazer melhor. Para exemplificar o que sua empresa tem para oferecer, use vídeos e fotos para atualizar seus posts de vagas de trabalho.

No mercado atual, onde a internet está saturada de conteúdo, tornou-se cada vez mais importante aproveitar as gerações digitais. Chegou o momento em que você precisa trazer suas postagens de emprego para a narrativa de vida, literalmente. Crie uma história em que seu melhor talento possa se enxergar. A melhor parte? Fica cada vez mais acessível e barato fazer isso.

4. Crie uma experiência pronta para os Millennials

Quando se trata das próximas gerações de talentos, você tem que fazer as coisas de maneira diferente. Todas as gerações valorizam o trabalho significativo, mas a geração dos Millennials e a Geração Z estão mais interessadas em transparência na cultura de sua empresa. Elas exigem uma forma diferente de estilo de comunicação para serem totalmente engajadas. Elas se preocupam com a autonomia de como podem trabalhar, reconhecimento, recompensa por sua contribuição e a oportunidade de ter um impacto social em sua comunidade.

O seu site intriga os candidatos a emprego e os faz querer trabalhar para você? Deveria. Os candidatos querem saber o que acontece dentro das paredes da sua empresa. Portanto, use histórias autênticas de seus funcionários e compartilhe-as com seu público. Sua página de carreira e website devem mostrar seus principais valores e benefícios para os funcionários e as pessoas reais que trabalham para você.

Não apenas os candidatos estão interessados ​​em cultura, mas também estão pensando se sua empresa é experiente em tecnologia. Os candidatos considerarão sua experiência online à medida que avaliam as opções de emprego, como a facilidade de inscrição e se o site é compatível com dispositivos móveis, por exemplo. Os recrutas de hoje esperam uma experiência digital moderna quando se candidatam a um emprego, então é isso que você deve oferecer.

5. Veja a contratação como um esporte de equipe

A contratação não deve envolver apenas o gerente de contratação. Envolva toda a sua equipe para aproveitar ao máximo seus esforços de recrutamento. Algumas maneiras de incluir funcionários nas iniciativas de contratação do dia a dia são incentivar a participação deles nos sites de avaliação da empresa e nas mídias sociais.

A mídia social assume um papel quando se trata de sua estratégia de contratação. Incentive seus funcionários a compartilhar atualizações da empresa e vagas em suas contas pessoais, principalmente o LinkedIn. Não espere que seus funcionários compartilhem proativamente. Forneça a eles o conteúdo de que precisam para compartilhar com eficiência. Marque as mensagens que podem copiar e colar nos perfis deles para garantir que se envolvam com sua marca online.

employer branding

Lembre-se, a competição por talentos está em alta. Você está intensificando o seu jogo para se tornar um empregador de escolha? Você tem que conhecer o seu público-alvo para competir. Saiba onde eles participam e mostre a eles conteúdos atraentes sobre sua marca para convencer do por que eles precisam trabalhar com você.

6. Forneça benefícios

Considerando o cenário atual de alta competitividade, é preciso ter ferramentas para reter talentos. Para garantir o sucesso da empresa, os benefícios dados aos funcionários podem assegurar a permanência de colaboradores de qualidade.

Os benefícios dos empregados são remunerações não salariais que podem variar de empresa para empresa. Eles são fornecidos por organizações além do salário para conquistar e reter talentos.Oferecer aos funcionários bons benefícios de saúde e bem-estar é vital para atrair e manter os melhores talentos. Isso não significa apenas cobertura de saúde física, mas também odontologia, visão e saúde mental. Estes são elementos onerosos e estressantes da vida de todos e ajudam os funcionários a lidar com a vida e as despesas.

Proporcionar atendimentos contínuos com terapeutas e psicólogos é fundamental para o equilíbrio emocional de sua equipe. E as vantagens disso irão se refletir diariamente na forma com que as pessoas se relacionam, no trabalho em equipe e nos resultados diários.

O Vittude Corporate te ajuda a fornecer esse serviço de forma prática e simples, por meio de consultas online ou presencial. Conheça mais esse serviço!