Como estimular e auxiliar no desenvolvimento pessoal dos colaboradores da empresa?
Avalie este artigo
30 de outubro de 2020 | 6 min de leitura
Habilidades e Competências

Como estimular e auxiliar no desenvolvimento pessoal dos colaboradores da empresa?

Uma das responsabilidades das empresas é ter um plano de ação claro em relação ao desenvolvimento pessoal de seus colaboradores. Afinal, isso é muito importante porque impacta diretamente várias esferas.

Para começo de conversa, os trabalhadores ficam muito mais satisfeitos quando a organização faz questão de participar ativamente do desenvolvimento das pessoas que trabalham ali diariamente.

Além disso, quanto melhor preparados holisticamente, maior será a produtividade e o desempenho dos colaboradores. Portanto, auxiliar no desenvolvimento pessoal das pessoas que fazem a sua empresa funcionar dia após dia é uma estratégia eficaz em vários sentidos.

Se você ainda não tem clareza sobre o assunto e quer conferir dicas essenciais, então continue a leitura deste artigo para ter acesso a informações valiosas.

O que é desenvolvimento pessoal?

Para começo de conversa, é preciso entender o que significa desenvolvimento pessoal. Bom, nada mais é do que desenvolver e potencializar competências e habilidades relacionadas a objetivos de diferentes âmbitos da sua vida. Dessa forma, o âmbito profissional faz parte disso tudo também.

O desenvolvimento pessoal pode estar relacionado a lidar melhor com as suas emoções, adversidades, trabalhar em equipe, se comunicar, aprofundar o autoconhecimento, desenvolver habilidades sociais ou até melhorar a sua qualidade de vida. Tudo depende dos seus objetivos como ser humano e de como está buscando evoluir.

O desenvolvimento pessoal na Pirâmide de Maslow

A Pirâmide de Maslow, criada pelo psicólogo Abraham Maslow, demonstra de uma forma interessante a necessidade que o ser humano tem de se desenvolver pessoalmente ao longo da vida.

A base da pirâmide contempla as necessidades mais urgentes, que dizem respeito às necessidades fisiológicas. Em seguida, estão as questões relacionadas à segurança, social, estima e, por fim, no topo, as realizações pessoais.

Essas realizações pessoais estão conectadas à questão do desenvolvimento pessoal. Dentro de uma empresa, a lógica não é diferente. Primeiro, é preciso garantir que as necessidades da base estão sendo atendidas. Em seguida, é preciso investir nas motivações do topo, ou seja, de desenvolvimento pessoal.

Por que estimular o desenvolvimento pessoal dos colaboradores?

Às vezes, temos uma mania equivocada de querer separar completamente as pessoas em âmbito pessoal e profissional, mas nos esquecemos de que cada ser humano é um só. Portanto, tudo o que você faz na esfera pessoal pode refletir na pessoal e vice-versa.

Não podemos simplesmente dividir uma pessoa em dois e esperar que as facetas não se comuniquem. Ao longo da vida, o desenvolvimento pessoal ocorre com diferentes níveis e enfoques.

Pare e pense no seguinte exemplo: se em algum momento você decide promover o autoconhecimento na sua vida para entender melhor quem é, suas motivações e paixões, tem como isso não afetar a sua vida profissional? Uma pessoa com um autoconhecimento melhor desenvolvido com certeza irá se beneficiar disso no dia a dia de trabalho.

Não podemos, portanto, dissociar o desenvolvimento pessoal do profissional. Ambos estão conectados e sofrem impacto um do outro. E por isso as empresas estimularem e auxiliarem o desenvolvimento pessoal dos seus colaboradores é importante.

Esse tipo de postura e atitude impacta positivamente o bem-estar e a satisfação dos membros da equipe, ou seja, tem um efeito cascata na empresa como um todo. Não é só o colaborador que sai ganhando, todos os envolvidos são beneficiados.

Quais são os benefícios de auxiliar o desenvolvimento pessoal dos colaboradores?

São diversos os benefícios proporcionados pelo desenvolvimento pessoal, que pode acontecer em diferentes esferas da vida. A partir do momento em que a pessoa está  focada nesse tipo de desenvolvimento, a empresa sai ganhando também.

Confira, em seguida, alguns desses benefícios:

  • profissionais mais motivados e satisfeitos;
  • aumento da produtividade;
  • profissionais mais conscientes de seus pontos fortes e fracos;
  • maior reconhecimento e controle sobre suas emoções;
  • desenvolvimento de habilidades sociais;
  • melhor administração do tempo.

A empresa, por sua vez, se beneficia quando os trabalhadores estão melhor preparados. Além disso, ao auxiliar no desenvolvimento pessoal de seus colaboradores, a empresa também sai ganhando em termos de fortalecimento da sua imagem no mercado.

Como estimular o desenvolvimento pessoal dos seus colaboradores?

Agora que já ficou claro por que estimular e auxiliar o desenvolvimento pessoal dos colaboradores da sua empresa, vamos conferir algumas estratégias para fazer isso acontecer. Afinal, não basta só falar, é preciso colocar em prática.

Lembre-se de que o desenvolvimento pessoal é uma via de mão dupla: empresa e colaborador precisam estar empenhados. Não adianta nada a empresa oferecer diversas oportunidades para o crescimento dos seus colaboradores se eles se engajam nas ações propostas.

Portanto, um trabalho de conscientização sobre a relevância e necessidade do desenvolvimento pessoal pode ser muito interessante também.

Em seguida, confira alguns exemplos de ações que podem ser colocadas em prática na sua empresa com foco no desenvolvimento pessoal dos trabalhadores.

Cultura organizacional que promova o desenvolvimento pessoal

Uma das primeiras coisas que deve entrar no plano de ação é o cultivo de uma cultura organizacional que promova o desenvolvimento pessoal. Para que haja uma coerência entre o falar e o agir, é importante que todos reconheçam a empresa como um ambiente que preza pela evolução de cada ser humano ali.

Treinamentos e cursos

Os treinamentos e cursos são muito comuns quando o assunto é desenvolvimento pessoal. Por isso, é interessante que a empresa tenha uma verba focada nisso que possa ser distribuída a cada gestor de time.

Assim, as lideranças devem alinhar com cada um dos membros dos seus times o foco do desenvolvimento de cada um a cada ciclo de avaliação.

O lado bom é que hoje em dia já existem diversos formatos de cursos e treinamentos, portanto, cada um pode escolher o que for mais adequado para a sua realidade. Além disso, o interessante de cada área ter uma verba específica é que, assim, os treinamentos não ficam muito generalizados e cada um pode investir no desenvolvimento daquilo que considera mais importante na sua fase de vida.

Feedbacks

Talvez você não tenha se dado conta ainda, mas os ciclos de feedbacks também são muito importantes quando o assunto é desenvolvimento pessoal. Isso porque é nesses momentos de troca que acontece muito aprendizado.

Existem muitos pontos cegos que as pessoas não enxergam sobre si mesmas, portanto, quando o outro aponta o que você está fazendo muito bem e o que precisa melhor pode ser um grande divisor de águas.

É necessário que esses feedbacks aconteçam com certa frequência para que haja um acompanhamento da evolução de cada profissional. É uma maneira simples e eficaz de estimular o desenvolvimento pessoal e apontar o que pode ser aprimorado.

Cabe ao RH das empresas estruturar esses ciclos de feedbacks e implementar essa cultura nas organizações para que todos tenham clareza sobre a importância dessa ferramenta.

Palestras

As empresas também podem assumir a responsabilidade de promover palestras com personalidades e/ou profissionais que possam agregar por meio de suas histórias e conhecimentos.

Essa é uma maneira de proporcionar ótimos ensinamentos para os colaboradores da organização de uma forma mais interessante, afinal, eles têm a oportunidade de conhecer a história de vida de outras pessoas.

Muitas vezes, o estímulo está nas coisas mais simples, como uma palestra em que alguém conta sobre seus altos e baixos, dá dicas e conselhos práticos. Não é algo mirabolante e complicado de se fazer e que pode trazer ótimos resultados.

Uma dica é, após a palestra, realizar algumas atividades com os colaboradores para estimular o pensamento reflexivo e fazer com que eles pensem sobre o que aprenderam e como irão aplicar tais aprendizados no dia a dia.

Mentorias

As mentorias também podem ser um caminho quando o assunto é desenvolvimento pessoal. Existem várias maneiras de conduzir esse processo.

Os profissionais mais experientes da empresa podem se candidatar para serem mentores de quem está começando a carreira. Outro caminho é convidar mentores de fora da organização também.

Independente do formato escolhido, o importante é que a mentoria seja levada a séria por todos os envolvidos, afinal, quando bem feita, tem um impacto muito positivo no desenvolvimento pessoal.

Uma das únicas regras é que o mentor seja mais experiente do que o mentorado, pois deve ajudá-lo a atingir seus objetivos em âmbito pessoal e/ou profissional.

Psicoterapia

Por fim, mas não menos importante, considere que a psicoterapia pode ser a sua aliada no desenvolvimento pessoal dos colaboradores. Muita gente ainda associa esse serviço apenas à prevenção e tratamento de distúrbios mentais, mas ela vai muito além.

A psicoterapia, na realidade, é uma ótima ferramenta para o desenvolvimento pessoal e profissional. Por meio das sessões, junto de um psicólogo, é realizado um profundo mergulho de autoconhecimento. Diversas habilidades são desenvolvidas: inteligência emocional, comunicação, liderança e por aí vai.

Tudo depende do objetivo de cada pessoa, mas o fato é que todo mundo tem algo para desenvolver e a psicoterapia pode te ajudar a chegar lá.

Mas você deve estar se perguntando: como ofereço isso aos meus colaboradores? O Vittude Corporate existe para te ajudar a levar a psicoterapia como um benefício corporativo. Por meio de um​ investimento fixo mensal, por colaborador, a sua empresa oferece um subsídio parcial ou integral para sessões de psicoterapia com psicólogos da nossa base.

É uma maneira eficaz de estimular o desenvolvimento pessoal dos seus colaboradores e, ainda por cima, garantir que eles estejam com a saúde mental em dia. Afinal, cuidar preventivamente da saúde emocional do seu trabalhador é essencial para garantir produtividade e motivação lá no alto.

Para atender as expectativas de seus colaboradores, converse com eles

Não se esqueça: uma maneira simples e fácil de oferecer as melhores ferramentas para os seus colaboradores se desenvolverem é perguntando a eles o que gostariam de vivenciar no dia a dia da empresa.

Às vezes, as respostas estão logo ali, com as pessoas que trabalham todos os dias na organização. Basta rodar uma pesquisa e unir esforços para tentar atender as expectativas da maioria.

Promover o desenvolvimento pessoal dentro da sua empresa não é uma tarefa impossível. É necessário comprometimento, organização e planejamento, mas você consegue chegar lá mais rápido do que imagina.

E se quiser o auxílio da Vittude Corporate, converse conosco e leve a psicoterapia para a sua empresa.

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
autodesenvolvimento carreira desenvolvimento pessoal saúde mental terapia vida profissional

Leia também

Receba novidades da Vittude