Equilíbrio emocional como promotor de mudanças na sua empresa
Avalie este artigo
12 de junho de 2019 | 5 min de leitura
Bem-estar

Equilíbrio emocional como promotor de mudanças na sua empresa

Um dos tópicos mais difíceis nos ambientes de trabalho de hoje está relacionado às emoções, estejam ou não lá e em que medida. Ter equilíbrio emocional é um requisito para diversas situações. Ainda assim, cada um de nós tem uma infinidade de emoções, quer nós queremos ou não.

Não é nenhum segredo que enterrar emoções não é saudável. Entretanto, também sabemos o que é estar perto de outras pessoas que exibem tanto suas emoções que são difíceis de lidar. Há definitivamente uma linha fina e um saldo a ser criado.

Mas como exatamente criamos equilíbrio emocional e quais são os benefícios disso? O equilíbrio emocional é uma indicação da inteligência emocional (EQ). Esse termo é bem conhecido em psicologia e educação e está chamando a atenção nos círculos de negócios com mais frequência do que nunca.

As emoções viajam de pessoa para pessoa como um vírus. Escolas de negócios ensinam executivos a serem emocionalmente inteligentes e a administrarem as emoções de seus empregados.

Esta é uma mudança significativa, dado que sabemos que o equilíbrio é uma das muitas qualidades que os profissionais de alto desempenho exibem. Na verdade, foi determinado que 90% dos melhores desempenhos também são ricos em EQ.

Como sabemos que os funcionários de alto desempenho têm quocientes de equilíbrio elevados, podemos concluir que são adeptos ao gerenciamento de emoções. O que é bem gerenciado tende a ser menos perturbador.

Administrar alguma coisa é ser responsável por ela. Estar encarregado de algo requer que você faça uma escolha. Depois de decidir se encarregar de suas emoções (em vez de permitir que elas tomem conta de você), aqui estão seis sugestões que irão capacitá-lo a descobrir emoções equilibradas.

Eleve sua consciência para o equilíbrio emocional

Consciência é o estado de estar desperto e consciente do meio que o rodeia. Para aumentar a consciência, aprenda mais sobre você.

O que você gosta ou não gosta? O que te enche ou suga suas energias? Quais sentimentos certas experiências ou pessoas provocam? O que você percebe quando diminui a velocidade e realmente absorve o que está ao seu redor que está conectado a todos os seus sentidos? Você percebe as pequenas coisas? Ou você está tão ocupado preenchendo seu tempo e sua vida com ações que você não percebe tais coisas ou momentos?

Escale sua auto-consciência

A autoconsciência é o conhecimento consciente do próprio caráter, sentimentos, motivos e desejos da pessoa. É a base da inteligência emocional e é fundamental para todos e cada um de nós.

Não é algo, no entanto, com o qual nascemos ou estamos conscientes em todos os momentos de cada dia. É algo que transforma quem somos e explode em vários pontos ao longo de nossas vidas, dependendo das situações e da nossa personalidade.

Uma vez que você é mais autoconsciente, é mais fácil entender a si mesmo e se ver como uma pessoa naturalmente criativa, cheia de recursos e completa. Com bastante frequência, criamos nossas vidas em torno dos rótulos e expectativas que os outros atribuíram a nós.

Principalmente às nossas famílias de origem, tanto que perdemos o que somos capazes de ser. Tecnicamente, em nenhum lugar da vida, somos ensinados a entender e a corresponder às nossas próprias expectativas.

Ser autoconsciente e adquirir mindfulness ou atenção plena é fundamental para vivermos com maior equilíbrio emocional. Uma das melhores formas de escalar a autoconsciência é através da psicoterapia. Trabalhando em conjunto com um psicólogo você poderá mergulhar dentro de si e como diria Sócrates, conhecer a ti mesmo.

orçamento benefício vittude corporate
vittude corporate

Aprenda sobre emoções

No nível mais básico, as emoções são um sistema instantâneo de informações. Eles fornecem insights sobre você que são vitais para a sua saúde e bem-estar. Eles servem como um indicador para revelar o seu eu autêntico, mas apenas se você estiver sintonizado o suficiente para ouvir.

A única maneira de aprender com as emoções é sintonizá-las, não evitá-las. Você é corajoso o suficiente para fazer isso? Considerando a falta de compreensão que temos sobre as emoções, não é de surpreender que a maioria das pessoas se sinta desconfortável com o pensamento de genuinamente aprender mais sobre elas.

Em um mundo em que somos recompensados ​​por realizar o próximo nível em nossas carreiras, obter satisfação ao comprar uma casa maior ou o mais recente dispositivo tecnológico, pode ser difícil ver o benefício de adquirir conhecimento desse tipo.

Malhar a mente também é necessário e fundamental para desenvolver o equilíbrio emocional. Uma das melhores formas de fazer isso é com o acompanhamento de um psicólogo.

Plataformas como a Vittude Corporate oferecem uma boa oportunidade para que sua empresa comece a investir em saúde mental e melhore o bem-estar do seu ambiente corporativo. O que acha? Dê uma olhada no nosso site e confira todas as possibilidades oferecidas!

Identifique ou rotule emoções

Quando crianças, muitos de nós podem não ter aprendido como identificar ou rotular emoções. Estar confortável com isso requer o desenvolvimento de um nível de conforto consigo mesmo.

Os benefícios de identificar e rotular emoções permitem compartilhar o que você está sentindo com um nível de clareza que não existe de outra forma.

Em vez de ser ambíguo sobre o que você está sentindo, os rótulos fornecem descritores universalmente compreendidos com os quais os outros podem se relacionar e apreciar. Os rótulos criam uma vitória para a pessoa que experimenta as emoções e a pessoa que está testemunhando as emoções de outra pessoa.

Desenvolva mais empatia

A empatia é definida em revistas científicas como “sinto com você”. Com empatia, compartilhamos a dor do outro e estamos cientes dos efeitos de nossas ações neles. O ato de empatia é rastreável no cérebro. A empatia ilumina a ínsula, que é uma área do cérebro que conecta o fluxo de informação entre a parte frontal do cérebro e as áreas emocionais.

Quando somos empáticos, podemos ver o mundo através dos olhos de outra pessoa. Isso pode mudar as decisões e ações que tomamos. Acredita-se que a empatia seja a habilidade mais importante que você pode praticar. Isso leva a um maior sucesso pessoal e profissional e permite que você torne o outro e a si mesmo mais feliz quanto mais você pratica.

Cresça em compaixão

A compaixão, diferente da empatia, é definida como “eu sinto por você”. Com compaixão, o foco se move na direção de desejar e ajudar outra pessoa a alcançar a liberdade da dor. No cérebro, a compaixão vem muito das mesmas áreas iluminadas com empatia. Mas com a adição do córtex pré-frontal (lado esquerdo), a área acima dos olhos envolvida na tomada de decisões.

Desenvolver compaixão nos ajuda a desenvolver um senso de cuidado com o outro. Quando vemos o outro como um igual entendemos que, assim como nós, quer ficar longe do sofrimento. Assim, fica muito mais fácil crescermos juntos em qualquer ambiente, inclusive no trabalho.

Se você gostou desse artigo, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e também assinar nossa newsletter!

Leia também:

Como cultivar o equilíbrio emocional no trabalho?

Tendências Globais de saúde e bem-estar

Por Tatiana Pimenta

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
a importancia da saude mental no trabalho bem-estar equilíbrio emocional estabilidade emocional estabilidade emocional no trabalho saúde mental saúde mental do trabalhador saude mental nas organizações

Leia também

Receba novidades da Vittude