RH 4.0: como a tecnologia está transformando a área de pessoas
Avalie este artigo
24 de julho de 2020 | 9 min de leitura
Bem-estar

RH 4.0: como a tecnologia está transformando a área de pessoas

A revolução já chegou: o RH 4.0 já é uma realidade para muitas empresas. Quem ainda não parou para refletir sobre a importância da tecnologia nos processos do dia a dia da área de Recursos Humanos está ficando para trás.

O conceito de RH 4.0 está muito ligado à Indústria 4.0, ou seja, à quarta revolução industrial. Esta, por sua vez, diz respeito a uma enorme transformação na maneira em que as indústrias fabricam produtos. Estamos falando sobre automatização de processos e uso da tecnologia para otimizar e acelerar a produção.

A mesma lógica ocorre no RH 4.0. Por muitos anos o RH foi uma área pouco estratégica e que apenas se responsabilizava por burocracias rotineiras. Hoje, o contexto já é outro.

Mais do que nunca é necessário poder contar com uma área de Recursos Humanos estratégica e eficiente, que contribua para diversas esferas dentro de uma empresa. Uma gestão de pessoas inteligente e bem estruturada gera benefícios para todos os colaboradores de uma organização.

Vale pontuar também que a pandemia causada pelo novo coronavírus fez com que as empresas abrissem ainda mais os olhos para o RH 4.0. Afinal, todos precisaram se adaptar rapidamente a um mercado de trabalho online. O RH 4.0 foi mais uma das grandes tendências aceleradas nesse período.

Se você ficou curioso para entender melhor sobre do que se trata o RH 4.0, está no lugar certo. Vou te explicar tudo sobre este assunto para que a sua empresa possa se atualizar e se diferenciar em um mercado que está sempre evoluindo. Continue a leitura até o final para ter acesso a todas estas importantes informações!

O que é o RH 4.0?

O RH 4.0 trata-se da utilização de ferramentas tecnológicas com o objetivo de transformar a área de RH para que esta seja mais estratégica e eficiente e menos burocrática.

Como já citado anteriormente, o RH 4.0 está muito ligado à quarta revolução industrial. Dessa forma, não é equivocado dizermos que se trata de uma revolução também na área de Recursos Humanos.

Isso quer dizer que o RH deixa de ser apenas uma área responsável por ações manuais e burocráticas. Agora estamos falando de uma área com um papel muito mais relevante e estratégico dentro das empresas.

Estas mudanças e novas soluções que permitem um dia a dia mais otimizado e eficiente são decorrentes dos avanços na tecnologia. Por mais que a força de trabalho humano continue sendo importante e necessária, novas ferramentas têm surgido para facilitar a rotina destes profissionais.

Tais ferramentas são frutos de tecnologias inovadoras como Big Data, Computação em Nuvem, Inteligência Artificial e Internet das Coisas.

Uma pesquisa conduzida pela Deloitte em 2017 com mais de 10 mil líderes de RH já apontava que 73% destes profissionais consideram o tema “RH digital” algo importante ou muito importante.

Para completar, a pesquisa revelou que 56% das empresas já estavam redesenhando seus programas de RH com o objetivo de usufruir melhor do digital.

Não restam mais dúvidas da importância e necessidade de olhar para o presente por meio das lentes do RH 4.0. Portanto, deixar tais vícios e ações ineficientes é o caminho para um futuro muito mais estratégico e inteligente dentro do RH.

Qual é a diferença entre o RH tradicional e o RH 4.0?

Para que não restem dúvidas sobre as diferenças entre o RH tradicional e o RH 4.0, vamos deixar bem claros seus principais pontos de divergências.

Vamos começar nos lembrando de como o RH foi estruturado por muitos anos. Com certeza você deve ter em mente uma área que apenas tinha como objetivo gerenciar burocracias relacionadas à manutenção dos funcionários dentro de uma empresa.

Estamos falando da folha de pagamento, do pagamento dos salários e benefícios e por aí vai. Portanto, era pautado simplesmente em ações mecânicas e repetitivas, sem grandes estratégias por trás.

Por outro lado, o RH 4.0 chegou para revolucionar o RH tradicional. Isso quer dizer que não há mais espaço para um RH puramente burocrático, como foi por muitos anos.

Esta revolução dá mais espaço e protagonismo para estes profissionais tão importantes para a manutenção de diversas esferas dentro de uma organização. Dessa forma, o RH passa a ser uma área estratégica que contribui para:

Isso não quer dizer que a parte burocrática deixe de existir, mas que a automatização inteligente de algumas tarefas básicas permite que os profissionais desta área passem menos tempo cuidando de tarefas burocráticas e mais tempo estruturando estratégias eficientes.

Tudo isso é resultado de uma revolução tecnológica que tem sido muito útil para o dia a dia de diversos profissionais de diferentes áreas, inclusive do RH. Estamos falando de softwares de atração, recrutamento e seleção, plataformas de testes, aplicativos de pesquisa de satisfação, ferramentas de comunicação interna etc.

Quais são os benefícios do RH 4.0?

Um estudo de Tendências Globais de Recrutamento 2018, realizado pelo LinkedIn, revelou que a maioria dos recrutadores já utilizam dados em seu trabalho.

Além disso, 79% estão pelo menos um pouco propensos a utilizar dados no dia a dia de trabalho nos próximos dois anos. Realmente não restam dúvidas de que a tendência já chegou e muitas empresas estão usufruindo das vantagens da tecnologia no RH.

Confira, em seguida, mais detalhes em relação a tudo o que pode ser beneficiado pela revolução tecnológica no RH 4.0. Vamos lá?

Automatização e otimização de processos

Já falamos bastante ao longo do artigo sobre este benefício do RH 4.0: a automatização de processos que antes eram muito manuais. Mapear quais são estes processos internos do RH e entender como a tecnologia pode ajudar na automatização é essencial.

Dessa forma, é possível tirar os profissionais da área de tarefas extremamente manuais e robóticas e colocá-los para pensarem estrategicamente. As grandes vantagens são a redução de tempo e erros humanos, além de otimização dos processos.

Tomada de decisão mais certeira

A partir de dados e análises mais confiáveis e inteligentes os profissionais de RH podem tomar decisões mais certeiras. A tecnologia auxilia na coleta de informações e nas análises a partir destes dados, proporcionando uma visão mais sistêmica do cenário atual e gaps que precisam ser trabalhados.

Redução de custos com mão de obra e materiais

Vale ressaltar que o ser humano não vai deixar de existir e ter importância no RH apenas porque a tecnologia está assumindo um papel relevante. Os profissionais continuarão sendo necessários, mas com esta revolução e todas as mudanças que vem com ela é possível reduzir custos de mão de obra e materiais.

Muitas vezes, o que era função de um determinado cargo pode ser substituído por uma nova tecnologia, o que reduz o quadro de funcionários, mas ao mesmo tempo eleva a produtividade.

Dessa forma, é possível readequar os profissionais da área para posições mais estratégicas e eliminar aqueles que ficavam apenas focados em ações repetitivas e manuais.

Maior poder estratégico na gestão de pessoas

O RH agora tem uma grande missão prioritária: cuidar dos colaboradores. Aquela imagem de uma área que apenas dava gastos e cuidava das burocracias já era.

Com o auxílio de novas tecnologias, aplicativos e softwares os profissionais desta área tem como grande objetivo serem mais estratégicos no que diz respeito à gestão de pessoas.

Quando falamos sobre RH agora devemos pensar naqueles que são responsáveis, majoritariamente, pelo planejamento e criação de estratégias para atração e retenção de talentos, além de análise e manutenção do engajamento dos colaboradores. Ter este olhar mais apurado é mais do que necessário dentro do RH 4.0.

Otimização dos processos seletivos

Imagine só como seria para continuar a atração de talentos para a sua empresa em meio à pandemia do novo coronavírus se não houvesse a tecnologia?

A boa notícia é que a área de RH pode continuar o seu trabalho mesmo durante o isolamento social porque a nova era do RH 4.0 e todos os seus avanços permitiram. Por muitos anos os processos seletivos foram 100% presenciais, mas agora já vivemos tempos em que passar por todas as etapas online é totalmente normal.

O recrutamento do RH tradicional já era e, mais do que nunca, as empresas precisam estar preparadas para atrair os melhores talentos remotamente. Emails, testes online, entrevistas por vídeo e demais tecnologias já permitem que os processos seletivos sejam mais rápidos e eficazes.

Além disso, as pesquisas e cruzamento de dados permitem que os profissionais de RH detectem candidatos com maior fit cultural e as competências exigidas para cada cargo e função.

Melhora na atração e retenção de talentos

E já que estamos falando sobre processos seletivos, é preciso ressaltar que o avanço da tecnologia na era do RH 4.0 traz inúmeras vantagens quando estamos falando sobre atrair a pessoa certa para a vaga certa.

Softwares inteligentes, dados e pesquisas que permitem analisar o perfil comportamental e as competências dos profissionais: tudo isso contribui para um processo seletivo muito mais certeiro.

Além disso, os dados e análises disponíveis hoje em dia também contribuem para que o RH tenha muito mais informações de qualidade em mãos para detectar gaps e necessidades dos colaboradores. Dessa forma, a retenção de talentos sai ganhando também.

Melhora das análises de desempenho

A revolução do RH 4.0 trouxe inovações que permitem que agora o RH conte com softwares capazes de coletar e reunir um enorme volume de dados sobre os colaboradores de uma empresa.

Dessa forma, os gestores estão munidos de informações relevantes sobre o desempenho de seus times. Essa coleta e análise de dados é resultado do que conhecemos por Big Data, que nada mais é do que a junção de muitos dados que impactam os resultados de uma organização.

A consequência positiva é que na era do RH 4.0 é possível ter um controle maior sobre o desempenho dos colaboradores, o que proporciona espaço para a criação de estratégias que permitam otimizar a performance dos profissionais. Estamos falando de softwares de empresas como IBM e Google, muito eficazes para o dia a dia do RH.

Um RH mais colaborativo

Por fim, é importante citar também como o uso da tecnologia é importante para o compartilhamento de informações e, consequentemente, um dia a dia mais colaborativo. Os profissionais da própria área de RH, assim como líderes e gestores de outras áreas se unem para chegar a conclusões e estratégias mais eficientes.

Agora, com o RH 4.0, as tecnologias permitem que todos os departamentos da empresa atuem em processos que, anteriormente, ficavam apenas nas mãos do RH. Diferentes lideranças e posições da hierarquia podem participar do cotidiano da gestão de pessoas, contribuindo com métodos e ferramentas que beneficiam a todos.

Dessa forma, ter as pessoas dentro de uma empresa como prioridade deixa de ser apenas um discurso e se torna de fato o dia a dia de todos.

Como implementar o RH 4.0 na sua empresa?

Realizar a mudança e viver essa transformação não é tão simples, mas com certeza é possível. Muitas empresas já estão vivenciando o processo e vale entender um pouco mais a fundo como realizar este upgrade na sua organização, afinal, não há mais espaço para o RH tradicional!

Crie uma cultura de mindset 4.0 no RH

O primeiro passo para estas mudanças funcionarem dentro da sua empresa é garantir que todos estão cientes dos benefícios. Isso significa que os profissionais do RH devem entender a importância da revolução 4.0 para o RH.

Apenas dessa forma você terá o engajamento necessário ao longo da implementação. Vale apontar as novas tendências da área, dar exemplos e até incentivar a realização de cursos e palestras para tangibilizar melhor as mudanças e vantagens.

Faça um mapeamento das mudanças

Em seguida é importante também fazer um levantamento dos processos atuais da sua área de RH para entender o que ainda é feito manualmente e como é possível reduzir tempo e custos. O objetivo é otimizar os resultados por meio de ferramentas tecnológicas que facilitam os processos do dia a dia.

Adote ferramentas digitais para o RH

Para concluir o processo você deve analisar quais ferramentas digitais (softwares, aplicativos etc.) serão implementadas na rotina do RH da sua empresa. Vale fazer uma análise do que é bem recomendado no mercado e buscar as soluções que irão atender melhor às suas necessidades.

Busque suporte de quem entende do assunto

Nem todas as empresas contam com profissionais com profundo background em relação ao que é primordial implementar na sua empresa ao longo dessa revolução 4.0 do RH. Portanto, considere buscar ajuda especializada no assunto, como o Vittude Corporate.

Realizamos diversos Workshops e Treinamentos de Capacitação para o RH de empresas. Para conversar com um de nossos especialistas, clique aqui!

Banner Corporate

Cases de empresas que já estão na era do RH 4.0

Para finalizar este artigo sobre o RH 4.0, confira dois cases de empresas que já estão usufruindo dos benefícios da tecnologia no dia a dia do RH. Para você se inspirar e também se informar ainda mais em relação a todas estas vantagens, dê uma olhadinha nos cases abaixo!

O Google e o People Analytics

Reconhecida mundialmente por ser uma empresa pioneira no uso de People Analytics no RH, no começo dos anos 2000 o Google fazia em torno de doze entrevistas com um candidato a uma vaga.

Após uma análise profunda, chegou-se à conclusão de que este número poderia ser reduzido para menos da metade. Eles se deram conta de que após quatro entrevistas, as chances do conhecimento que eles tinham sobre determinado entrevistado levar a uma contratação certeira era de 86%. As demais oito entrevistas apenas elevavam essas chances em 1%.

Tal descoberta fez com que o recrutamento mudasse um pouco no Google e, a partir de então, a equipe não técnica começou a passar por quatro entrevistas e a equipe técnica por cinco. O que uma boa análise de dados é capaz de fazer, não é mesmo?

A IBM e a Gamificação

Um ótimo exemplo de uso da gamificação para a educação corporativa foi realizada pela IBM, que criou uma ferramenta chamada Your Learning para seus colaboradores.

Conforme o colaborador consome mais conteúdo ele recebe alguns certificados que podem ser compartilhados nas redes sociais, por exemplo, o LinkedIn, a maior rede profissional do mundo.

Os resultados? Bom, 80% dos funcionários acessou a plataforma pelo menos uma vez ao longo do seu primeiro mês e tem sido um sucesso desde a sua criação, em 2017.

Gostou do artigo e quer começar agora mesmo a estruturar as mudanças na sua empresa rumo ao RH 4.0? Entre em contato com o Vittude Corporate e fale com um especialista clicando aqui!

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
recursos humanos; human resources; gestão de pessoas

Leia também

Receba novidades da Vittude