Liderança compassiva: como capacitar os gestores?
Avalie este artigo
5/5 - (1 vote)
29 de dezembro de 2021 | 6 min de leitura
Sem categoria

Liderança compassiva: como capacitar os gestores?

5/5 - (1 vote)

Durante muitos anos, ser líder teve relação direta com autoridade e poder. As lideranças mais admiradas eram aquelas puramente estratégicas e racionais, que se voltavam apenas para os resultados da empresa. Com todas as transformações no mercado, as necessidades também mudaram e a liderança compassiva vem ganhando cada vez mais espaço.

Ser um líder, atualmente, vai muito além de simplesmente comandar uma equipe. É sobre gerir pessoas, fomentar a colaboração, ser um exemplo inspirador e conseguir extrair o potencial de cada membro do time para elevar os resultados coletivos.

E o líder compassivo reflete bem essas mudanças dos últimos tempos. Se quiser aprender mais sobre o assunto, continue a leitura do artigo e confira as principais características desse tipo de liderança!

O que caracteriza uma liderança compassiva?

A liderança compassiva é um modelo de gestão de pessoas humanizada, pautada na segurança psicológica, colaboração, compaixão e empatia. Este tipo de líder compreende que o seu papel é estar disponível para que a sua equipe se sinta psicologicamente segura e tenha um excelente desempenho.

O termo “compassivo” significa “que tem ou revela compaixão; que se compadece; condolente”. Portanto, a liderança compassiva é aquela que tem como eixo principal a compaixão e atua de forma integrada, se conectando genuinamente com os seus liderados.

Este modelo de gestão é baseado em três pilares: o entendimento cognitivo, a compreensão emocional e a conexão motivacional.

O entendimento cognitivo diz respeito à capacidade de analisar situações e processá-las com objetividade. A compreensão emocional é sobre a leitura das emoções das pessoas ao seu redor. E a conexão motivacional, por sua vez, é a junção desses elementos em prol de uma gestão que vai além de somente a busca pelo lucro. Ela abraça qualidades de cada um, visa o desenvolvimento contínuo e corrige falhas ao longo processo.

Agora que você já entendeu o que é a liderança compassiva, vamos nos aprofundar ainda mais nas suas características:

Aprendizagem

Um líder compassivo entender que, apesar de todo o seu conhecimento e experiência, está cercado de pessoas inteligentes e capazes de contribuir positivamente para o seu crescimento e a execução de um excelente trabalho.

É sobre entender que, apesar da sua posição hierárquica superior dentro da empresa, os líderes sempre podem aprender e se desenvolver com outros profissionais, independentemente de seus cargos e posições.

Humanidade

A humanidade é um dos pontos centrais da liderança compassiva, pois este profissional deve ser parte do todo e não um ser isolado. O líder precisa deixar de lado o ego e se identificar com a sua própria humanidade para, assim, identificar a humanidade das pessoas ao seu redor e exercer empatia, compaixão etc.

Presença

O líder compassivo está realmente presente e consegue trabalhar de maneira equilibrada, sendo capaz de auxiliar e orientar os liderados sempre que necessário. É um profissional que defende como ser multitarefa nem sempre é produtivo e o excesso de informações pode apenas gerar estresse e ansiedade.

Uma liderança 100% presente consegue se conectar muito mais com o time e ser eficaz nas suas contribuições. Para aqueles que enfrentam dificuldades nesse sentido, a meditação mindfulness pode ser uma ótima aliada.

Influência

A liderança compassiva não foca na autoridade e sim na influência. São profissionais que encorajam, inspiram, orientam e apoiam os membros do time. Tudo isso com o objetivo de extrair o máximo potencial de cada um e fomentar paixão, compromisso e entusiasmo diariamente.

É um perfil de líder que visa, acima de tudo, tornar a vida das outras pessoas ainda melhor e contribuir para o desenvolvimento e crescimento dos liderados.

Paixão

Uma das habilidades da liderança compassiva deve ser inspirar paixão em outras pessoas, pois entende que o sucesso é resultado de indivíduos apaixonados e dedicados a uma causa.

Este profissional sabe que os liderados motivados querem fazer parte de algo maior e significativo, com um propósito. Por isso, há uma preocupação constante com o sentimento dos membros do seu time para que eles sintam que estão vivenciando uma experiência de trabalho positiva e que agrega valor.

É sobre ser apaixonado pelo o que se faz. Quando um líder realmente ama o seu trabalho, consegue inspirar as pessoas ao seu redor para que também coloquem o coração no que fazem.

Colaboração

O líder compassivo acredita que o sucesso, seja na vida pessoal ou profissional, é resultado de um trabalho conjunto e dos esforços entre várias pessoas. O papel da liderança é manter o foco e o direcionamento, principalmente em cenários mais arriscados. No entanto, sem o suporte do seu time, não é capaz de atingir os resultados esperados sozinho.

Por isso, uma das suas características é a capacidade de unir uma equipe com profissionais complementares que, juntos, irão alcançar o sucesso. Além disso, é uma liderança que assume o seu papel e responsabilidades quando a equipe está oscilando ou em risco, mas também é capaz de se afastar para que os liderados alcancem conquistas por conta própria.

Escuta ativa

Tradicionalmente, a figura do líder é muito associada a alguém que dá ordens e promove uma comunicação unilateral. A liderança compassiva, no entanto, tem como característica a escuta ativa.

Isso significa realmente escutar atentamente o que os liderados têm a dizer e levar em consideração as suas opiniões, insatisfações, desejos, elogios e críticas. Tudo isso é fundamental para a manutenção de um dia a dia de trabalho muito mais saudável e harmonioso, em que todos sentem que têm espaço para dialogar.

Empatia

A empatia é essencial para desenvolver a compreensão emocional, afinal, é sobre se colocar no lugar do outro. É a capacidade psicológica de sentir o que a outra pessoa sentiria se você estivesse na mesma situação vivenciada por ela.

E como isso é importante para uma liderança conseguir entender os desafios, angústias, insatisfações e alegrias de seus liderados, não é mesmo? Ser capaz de enxergar as situações a partir da visão dos membros da equipe é necessário para se levar em consideração o que eles estão vivenciando no dia a dia de trabalho.

Compaixão

A compaixão não poderia ficar de fora, não é mesmo? Afinal, este é o eixo central de um líder compassivo. Trata-se da habilidade de compreender o estado emocional de outra pessoa combinada com o desejo de aliviar o sofrimento alheio e demonstrar gentileza e carinho.

É sobre olhar para os liderados como seres humanos acima de tudo e entender que eles têm sentimentos, altos e baixos e necessidades. Por muitos anos, os líderes corporativos foram profissionais distantes e frios, que não se preocupavam com o estado emocional das pessoas ao redor. Mas a liderança compassiva é exatamente o contrário disso.

Quais são os benefícios da liderança compassiva?

A liderança compassiva traz muitas vantagens para as empresas, pois é um modelo de gestão realmente humanizado, o que é algo muito valorizado nos dias atuais. Em seguida, confira alguns dos principais benefícios para as organizações que contam com líderes compassivos:

Como desenvolver lideranças compassivas na sua empresa?

O desenvolvimento de lideranças compassivas é uma via de mão dupla, ou seja, exige tempo e investimento por parte dos profissionais e da empresa também. É preciso que a pessoa realmente queira desenvolver e aprimorar habilidades, mas o incentivo da organização também é muito bem vindo.

Aliás, se a empresa deseja fomentar este modelo de gestão é importante levar isso em consideração em processos de recrutamento e seleção e treinamentos internos.

Além disso, confira algumas iniciativa que podem ser implementadas na sua empresa visando o desenvolvimento de lideranças compassivas:

Psicoterapia

A psicoterapia é uma excelente ferramenta de autoconhecimento e existem psicólogos especializados no desenvolvimento de lideranças. Ao longo das sessões, o indivíduo terá a oportunidade de aprender mais sobre os seus padrões de comportamento e traçar estratégias para aprimorar habilidades relevantes para atuar como líder compassivo, por exemplo:

As empresas, por sua vez, podem incluir a psicoterapia no plano de benefícios corporativos para incentivar os funcionários a aderirem a este processo.

Capacitação e treinamentos

Outra forma de capacitar os gestores é por meio de treinamentos voltados para a liderança compassiva. Existem várias opções de cursos online e presenciais sobre o assunto, sendo esta uma forma de investimento prática e que promete resultados mais a curto prazo.

Palestras e workshops

Palestras e workshops são formas mais dinâmicas e interativas de contribuir para o desenvolvimento de lideranças compassivas. A empresa pode contratar especialistas no assunto e líderes que são referência no mercado para expor ensinamentos e técnicas de uma maneira mais expositiva e interessante.

Mentoria

Para aqueles que precisam de um acompanhamento mais próximo, a mentoria é a pedida certa.

Este processo pode ser conduzido por meio de um programa interno, em que os líderes mais experientes mentoram os ininciantes. Outra possibilidade é contratar mentores externos, o que também pode funcionar muito bem.

Rodas de conversa

Criar rodas de conversas entre os líderes da empresa para que eles possam compartilhar aprendizados e experiências é uma maneira mais informal de promover o desenvolvimento destes profissionais.

Para funcionar, é preciso definir um mediador para as conversas, ou seja, alguém que será responsável por conduzir o processo e definir as pautas para os encontros.

Para a sua empresa crescer, cuide das lideranças

Ter um olhar atento às lideranças é fundamental para garantir o crescimento sustentável da empresa. Estes profissionais são responsáveis por orientar e influenciar os outros colaboradores, o que reflete nos resultados da organização como um todo.

Portanto, investir em um processo de recrutamento de ponta e na capacitação dos gestores é o caminho mais indicado. Comece agora mesmo a pensar nisso para colher os frutos lá na frente!

Continue lendo conteúdos no blog do Vittude Corporate!

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
5/5 - (1 vote)

Leia também

Receba novidades da Vittude