10 dicas para manter a motivação dos colaboradores em dia
Avalie este artigo
28 de setembro de 2020 | 7 min de leitura
Habilidades e Competências

10 dicas para manter a motivação dos colaboradores em dia

A motivação é um ingrediente essencial para o sucesso de uma empresa. O grande desafio é compreender quais são as necessidades dos seus colaboradores para que eles se sintam motivados, engajados e produzam com eficiência.

Pode ser que, a princípio, você pense que simplesmente oferecer um salário maior será o suficiente, mas não é o que as pesquisas apontam.

O estudo “Understanding Brazil’s Workforce in a Troubled Time”, realizado pela Boston Consulting Group, revelou que antes de salário e benefícios os brasileiros destacam outros pontos como motivadores de felicidade.

Confira, em seguida, os principais indicadores de felicidade no trabalho listados pelos brasileiros:

  • reconhecimento profissional;
  • aprendizado e desenvolvimento de carreira;
  • equilíbrio entre vida pessoal e trabalho;
  • relacionamento com superiores;
  • bom relacionamento com colegas;
  • valores da empresa;
  • estabilidade financeira da empresa;
  • oportunidade para liderar e assumir responsabilidade;
  • reputação do empregador;
  • atividade profissional interessante.

Não estamos falando que benefícios e salário não importam, mas não há mais dúvidas de que há outros fatores pesando na balança. Justamente por isso é importante ter clareza sobre o que pode estar afetando a motivação dos seus colaboradores e traçar um plano de ação capaz de solucionar tais adversidades.

Neste artigo, você poderá conferir dicas essenciais para mergulhar nesse assunto e elevar a motivação dos funcionários da sua empresa. Continue a leitura!

O que é a motivação no trabalho?

Primeiro, precisamos entender melhor o conceito de motivação no trabalho. Basicamente, se trata da junção de tudo aquilo que impulsiona as atitudes de um colaborador, influenciando na sua vontade, comprometimento e disposição em relação ao trabalho a ser executado.

A motivação pode ser interna ou externa, ou seja, pode vir de fatores da própria pessoa, como o desejo de crescer na carreira e atingir um determinado cargo.

Já os fatores externos estão bastante relacionados a tudo aquilo que a empresa pode fazer para motivar ainda mais seus colaboradores, por exemplo: prêmios, salários, benefícios, feedbacks, reconhecimentos etc.

A Pirâmide de Maslow e a motivação do ser humano

Quando o assunto é motivação, não podemos deixar de citar algumas teorias conhecidas mundialmente sobre o assunto. Abraham Maslow, psicólogo americano, é reconhecido pela famosa Pirâmide de Maslow, faz uma abordagem interessante sobre o assunto.

A pirâmide apresenta as necessidades que precisam ser conquistadas ou supridas para que uma pessoa se sinta satisfeita e motivada. Dividida em cinco necessidades, é importante ressaltar que aquelas que estão na base da pirâmide devem ser satisfeitas para que se possa ir em direção a próxima, até chegar ao topo.

Confira, em seguida, como se estrutura a pirâmide:

  1. necessidades fisiológicas: alimentação, acesso à água, sono, descanso, conforto;
  2. necessidade de segurança: casa, emprego, saúde, aposentadoria, segurança da família, plano de saúde, trabalho estável, remuneração;
  3. necessidades de relacionamento: amigos, família, relacionamento amoroso;
  4. necessidades de estima: sentimento de pertencimento a um grupo, confiança, respeito, autoestima, conquistas;
  5. necessidade de realização: crescimento pessoal, status, ausência de preconceitos, diversidade, autonomia, desafios.

A pirâmide de Maslow diz respeito tanto à vida pessoal como profissional, afinal, podemos encaixar tais necessidades nesses dois contextos. A motivação no trabalho está diretamente ligada a cada uma dessas necessidades que vimos anteriormente.

Ao mesmo tempo que as pessoas buscam por um ambiente que atenda as necessidades básicas de sono, alimentação e descanso, também têm querem crescer, ter autonomia e enfrentar desafios.

Não se esqueça, no entanto, de que de nada adianta atender as necessidades do topo se a base ainda não funciona bem. As empresas precisam começar pelo básico, oferecendo o mínimo para, então, evoluírem na pirâmide.

Qual é a importância de motivar os colaboradores?

Vamos agora reforçar por que é importante que a sua empresa possa contar com colaboradores mais motivados. Os benefícios são muito relevantes, tanto para o funcionário como para a organização. Confira em seguida!

Reduz índices de turnover e absenteísmo

Colaboradores motivados, com aquele brilho nos olhos, com certeza são mais engajados e produzem mais no dia a dia.

A consequência disso é que o turnover, índice de rotatividade na empresa, pode cair. Afinal, as chances de um funcionário desmotivado pedir demissão são muito maiores, não é mesmo?

O mesmo acontece com o absenteísmo, o número de faltas e/ou atrasos de um colaborador, que cresce quando a desmotivação aumenta também.

Garante melhores resultados e menos falhas

Profissionais mais motivados com certeza são capazes de entregar melhores resultados e atingir as suas metas com maior facilidade do que aqueles que estão sem ânimo para trabalhar.

Dessa forma, também cometem menos erros e evitam refações, o que impacta a empresa como um todo.

Melhora a imagem da empresa no mercado

Sabe aquelas empresas das quais todo mundo fala mal, inclusive os próprios colaboradores? Provavelmente esses funcionários não estão muito motivados e engajados em relação ao propósito da organização e nem com as suas próprias responsabilidades.

Garantir um nível de motivação elevado é importante para a empresa porque dessa forma ela trabalha a sua imagem no mercado também.

Ninguém quer trabalhar em um lugar em que todo mundo está desmotivado, portanto, há também um impacto na atração e seleção de talentos.

Eleva a produtividade

A produtividade está relacionada a produzir mais em menos tempo, ou seja, a usar bem o seu tempo para não precisar trabalhar horas e horas. Pessoas desmotivadas também acabam têm a tendência de serem menos produtivas, pois não têm ânimo para atingir os seus objetivos.

É importante garantir a motivação para que a empresa possa contar com funcionários mais eficientes.

10 dicas para manter seus colaboradores motivados

Enfim, chegamos às dicas valiosas que separamos para a sua empresa ter certeza de que está cumprindo o seu papel em relação à motivação dos funcionários.

Como já citamos anteriormente, a motivação é afetada tanto por fatores internos como externos. Aqui, falaremos sobre fatores externos relacionados à empresa.

1. Garanta uma jornada de trabalho saudável

Anos atrás era muito bonito trabalhar mais de 12 horas por dia, mas hoje muita gente já busca mais qualidade de vida. Infelizmente, isso ainda acontece em muitas empresas e o grande problema é quando se torna uma rotina.

Quantas vezes não ouvimos um colega ou amigo comentando que saiu de tal emprego porque não aguentava mais trabalhar até de madrugada todos os dias?

As pessoas querem mais equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, portanto, garantir uma jornada de trabalho flexível e saudável é importante para manter os colaboradores motivados.

Não adianta nada oferecer massagem e quitutes deliciosos para os seus funcionários se, no final do dia, eles não sentem que têm qualidade de vida na sua empresa.

Esse é um ponto essencial no qual é preciso ficar de olho, pois muitas organizações perdem bons talentos por conta de cargas de trabalho excessivas.

2. Ofereça um plano de carreira

Para um profissional, uma das coisas mais frustrantes que existem é não ter clareza sobre as possibilidades de crescimento em uma empresa. Muitos ainda negligenciam o plano de carreira, que nada mais é do que traçar uma rota de evolução para cada cargo e função.

Além de ser importante para a atração de talentos, ou seja, para contratar uma pessoa que atende os requisitos da vaga em aberto, também é essencial para reter talentos.

Muita gente fica desmotivada porque não enxerga oportunidades de crescimento onde trabalham e, por isso, saem em busca de outra vaga de emprego.

Às vezes, as oportunidades até existem, mas não estão claras para os seus colaborados. Use o plano de carreira para estruturar isso e garantir que nenhum dos seus funcionários irá embora por conta da ausência de possibilidades de evolução.

3. Reconheça um bom trabalho

Já vimos no estudo citado no início deste artigo que uma das mais eficazes armas contra a desmotivação é o reconhecimento profissional.

As pessoas sentem a necessidade natural de terem o seu trabalho reconhecido, mas muitas vezes não sentem que isso acontece no lugar no qual trabalham. E olha que não é difícil reconhecer um bom trabalho: para começo de conversa, um sistema de feedback organizado e consistente já pode ser um ótimo ponto de partido.

Aumento de salário e promoções também ajudam nesse tipo de reconhecimento, mas é possível pensar em outras formas de bonificar quem atinge ou supera as expectativas.

Basta pensar no “Funcionário do mês” que vemos em redes como McDonald’s. Pode ser algo que parece bobo, mas faz uma enorme diferença no dia a dia das pessoas que trabalham ali.

4. Esclareça os objetivos (tanto no macro como no micro)

É válido que todos sintam que estão em um mesmo barco, pois isso fortalece o sentimento de pertencimento. Para isso, a recomendação é que os colaboradores tenham conhecimento sobre os objetivos e metas da empresa como um todo, assim sabem para onde estão remando. No entanto, não pode parar por aí!

Para garantir a motivação no dia a dia, cada profissional deve ter clareza também sobre as suas próprias metas, afinal, é importante entender qual o propósito do seu trabalho dia a após dia.

5. Dê autonomia e ofereça desafios

Um bom desafio motiva as pessoas a saírem da sua zona de conforto. Por isso, aqui a dica é evitar deixar os seus colaboradores no limbo, sem nenhum desafio e, principalmente, com pouca autonomia para gerenciarem projetos e tomarem decisões.

Isso é muito importante para que cada um na sua função se sinta responsável por um pedacinho do crescimento da organização.

6. Ofereça treinamentos

É válido pensar na capacitação dos colaboradores também e os treinamentos, internos ou externos, são uma ótima maneira de fazer isso acontecer.

Todo mundo tem gaps que precisam ser desenvolvidos ou pontos positivos que podem ser potencializados. Por meio de cursos, workshops ou palestras é possível promover o desenvolvimento daqueles que desejam evoluir cada vez mais.

7. Garanta uma estrutura física adequada

Pode parecer besteira, mas sabia que o ambiente físico, ou seja, o escritório no qual as pessoas passam boa parte de seus dias também influencia na motivação?

Imagine um lugar cinza, sujo e com pouca iluminação: com certeza não vai motivar ninguém a trabalhar e ter boas ideias, não é mesmo? Já um escritório com a identidade visual da empresa, alto astral, arejado e bem iluminado pode ter o efeito contrário.

Em um dia ruim, às vezes tudo o que os seus funcionários precisam é de um ambiente acolhedor. Garanta isso para eles!

8. Crie uma cultura de feedback

Uma ferramenta essencial para o dia a dia de qualquer profissional: o feedback. Seja ele positivo ou negativo, tem o poder de orientar o seu desenvolvimento e te guiar nos próximos passos.

Portanto, é essencial que o RH da sua empresa organize ciclos de feedbacks para que existam pelo menos os momentos formais em que líder e liderado alinham desempenho e expectativas.

9. Ofereça um salário competitivo

Por mais que os incentivos financeiros não façam o trabalho todo sozinho, eles ajudam a complementar a balança da motivação.

É de extrema importância que as remunerações da sua empresa sejam competitivas com o mercado, mas se não forem, você deve equilibrar a balança de alguma outra forma.

10. Estude as necessidades do seu público interno

Para finalizar, não podemos deixar de falar sobre os benefícios corporativos. Plano de saúde, vale refeição, vale transporte e por aí vai.

Hoje em dia, esses benefícios são o básico, ou seja, toda empresa deveria oferecê-los. Para motivar os seus funcionários e oferecer o que eles realmente precisam, investigue as suas necessidades.

Você se dará conta de que a saúde mental, por exemplo, é uma delas! O Brasil lidera números tristes, como o de mais casos de depressão na América Latina.

Para completar, infelizmente essa é uma das doenças que mais causa o afastamento de pessoas do dia a dia de trabalho. Cuidar e prevenir distúrbios mentais, como burnout, ansiedade e depressão é importante para manter a produtividade, motivação e felicidade dos seus colaboradores. Para isso, conte com o Vittude Corporate.

Por meio de um​ investimento fixo mensal, por colaborador, a sua empresa oferece um subsídio parcial ou integral para sessões de psicoterapia com psicólogos da nossa base.

Especialmente desenhado para empresas que desejam desenvolver o pipeline de liderança, investir em inteligência emocional, ter funcionários mais engajados e cuidar preventivamente da saúde emocional do colaborador.

Ficou interessado e quer começar agora mesmo a cuidar do seu ativo mais valioso para que a sua empresa continue crescendo? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas.

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
absenteísmo bem-estar feedback motivação redução de turnover turnover

Leia também

Receba novidades da Vittude