Conheça o recrutamento misto e descubra como ele pode ajudar a encontrar novos talentos
Avalie este artigo
18 de novembro de 2020 | 6 min de leitura
Contratação

Conheça o recrutamento misto e descubra como ele pode ajudar a encontrar novos talentos

A atração de talentos é um grande desafio para a maioria das empresas, afinal, o que faz um profissional escolher a sua organização e não outra? Para otimizar os custos e obter melhores resultados, uma grande dica é usufruir do recrutamento misto.

Essa prática é vantajosa porque contempla tanto o recrutamento interno como externo, o que é benéfico para os negócios da empresa. É uma chance de dar oportunidade para os colaboradores que desejam continuar crescendo naquele ambiente de trabalho e, ao mesmo tempo, renovar os times com novas energias.

Sabemos da importância do recrutamento misto, portanto, separamos as principais informações neste artigo para que você possa mergulhar no assunto e entender o que faz mais sentido para a sua empresa! Vamos lá?

O que é o recrutamento misto?

O recrutamento misto diz respeito à atração e seleção de talentos interna e externa. Portanto, os profissionais que já trabalham na empresa, ou seja, os atuais colaboradores, fazem parte do recrutamento interno. Já as pessoas de fora são contempladas no recrutamento externo.

Dessa forma, há oportunidade para ambos os lados, pois tanto candidatos internos como externos concorrem para as vagas em aberto. E é claro que eles devem concorrer sob os mesmos critérios, ou seja, precisam ser avaliados da mesma maneira. Todos devem receber as mesmas oportunidades ao longo do processo, que deve ser honesto e justo.

Além disso, no recrutamento misto também pode acontecer a concorrência por cotas, que é uma distribuição das vagas em aberto entre o público interno e externo.

Quais são as vantagens do recrutamento misto?

Como você já deve estar imaginando, são muitas as vantagens de um recrutamento misto, afinal, ele dá chances para todos os possíveis públicos interessados nas vagas. É comum que algumas empresas, sempre que têm vaga em aberto, se esqueçam de que os próprios colaboradores possam se interessar pelas oportunidades.

O recrutamento misto sempre vai levar em consideração os profissionais que já estão na organização também, o que é vantajoso em muitos sentidos.

Em seguida, confira alguns dos benefícios do recrutamento misto!

Redução de custos

Não é novidade para ninguém que um processo de recrutamento exige tempo e dinheiro. Portanto, quando algumas vagas podem ser preenchidas internamente, há uma redução significativa de gastos nessa área, afinal, é possível fazer uma busca por profissionais em vários meios.

A economia ocorre, principalmente, quando as vagas são preenchidas pelo público interno, afinal, várias etapas são cortadas nesse processo.

Maior chance de encontrar bons candidatos

Muitas vezes, um dos maiores desafios do recrutamento é conseguir contratar os melhores talentos conforme as necessidades da empresa. O recrutamento misto ajuda nesse sentido também, afinal, busca por profissionais dentro e fora da empresa, aumentando as chances de trazer alguém mais capacitado para enfrentar os desafios.

Valorização e desenvolvimento dos colaboradores

Um dos grandes benefícios do recrutamento misto é que ele valoriza os profissionais que já estão na empresa, que se sentem reconhecidos e valorizados por poderem disputar por uma nova oportunidade.

Esse sentimento de pertencimento e valorização é vantajoso tanto para a empresa como para o profissional, que se sente mais motivado e faz um trabalho ainda melhor.

Além disso, esse tipo de recrutamento também estimula o desenvolvimento dos colaboradores, que por saberem de oportunidades como essa, passam a buscar pelo aprimoramento de suas habilidades e competências. Isso é ótimo porque, assim, não ficam na zona de conforto!

Maior retenção de talentos

Quando os colaboradores enxergam diferentes oportunidades de crescimento na empresa, consequentemente a retenção de talentos deve ser maior. Isso porque as pessoas estão sempre em busca do desenvolvimento e quando sentem que o lugar no qual trabalham proporciona isso, tendem a ficar mais tempo no emprego.

Fortalecimento da imagem da empresa

Um recrutamento bem estruturado é essencial para fortalecer a imagem de uma empresa no mercado. Estamos falando sobre employer branding, ou seja, as ações que têm como objetivo criar uma marca empregadora forte.

Para isso, é importante ser reconhecido positivamente no mercado e pelos seus próprios colaboradores. E os processos seletivos estão entre os fatores que contribuem para o employer branding. O recrutamento misto, por sua vez, é uma maneira de demonstrar às pessoas que há a possibilidade de crescimento e construção de carreira naquela organização.

Como implementar o recrutamento misto?

Existem três maneiras de você realizar o recrutamento misto na sua empresa. Não é nenhum bicho de sete cabeças, basta entender qual faz mais sentido para a sua realidade. Confira em seguida!

Primeiro o recrutamento interno e depois externo

Uma das maneiras de realizar o recrutamento misto é dar prioridade para os atuais colaboradores quando são abertas novas vagas. Isso significa que antes de divulgar as oportunidades ao público externo, é feito o comunicado internamente para entender quem teria interesse em se candidatar.

Essa prática é muito interessante porque ajuda a elevar os índices de motivação dos profissionais, que se sentem mais valorizados. Se, mesmo assim, não encontrar a pessoa ideal para preencher a vaga, é aberto um processo seletivo para o público externo.

Além da motivação, há outros benefícios desse modelo de recrutamento, entre eles: redução de custos, agilidade no processo e profissionais que já estão integrados à cultura e processos da empresa.

Primeiro o recrutamento externo e depois interno

Nesse caso, o recrutamento é feito de maneira inversa ao citado anteriormente. Isso significa que quando há vagas em aberto na empresa, elas são primeiro divulgadas a um público externo e, depois, caso não sejam preenchidas, são divulgadas aos profissionais que já trabalham na organização.

Não se engane ao pensar que esse processo é menos justo do que aquele que prioriza o público interno primeiro. Afinal, muitas vezes é importante trazer profissionais de fora para renovar as energias dos times. Isso contribui para novas visões e ideias, além de uma troca de experiências que pode enriquecer bastante o dia a dia de trabalho.

O recrutamento interno e externo ao mesmo tempo

Por fim, não podemos nos esquecer de que é possível realizar um recrutamento interno e externo simultaneamente. Dessa forma, os profissionais da empresa e os de fora podem, ao mesmo tempo, concorrer pelas vagas que estão em aberto e em um processo honesto e justo, a pessoa mais adequada ocupa a posição.

Quais outros tipos de recrutamento existem?

É válido ressaltar também que além do recrutamento misto, existem outras formas de atrair bons profissionais para a sua empresa. Em seguida, veja quais são as principais:

Indicação

Essa é uma das maneiras mais simples e muitas vezes eficazes de recrutamento. A área de Recursos Humanos divulga as vagas em aberto na empresa e pede para que os colaboradores indiquem conhecidos para participarem do processo seletivo. Em troca, a empresa pode até bonificar aqueles que indicarem alguém que for contratado, afinal, é uma maneira muito interessante de estimular esse tipo de recrutamento.

A vantagem? É sempre interessante receber indicações de profissionais com referências, mas isso não significa que será uma contratação certeira. É preciso analisar bem o perfil e experiências prévias do candidato para ter certeza de que ele se adequa à cultura organizacional e exigências do cargo.

Às cegas

Algumas empresas já praticam essa modalidade de recrutamento no Brasil. O processo acontece sem que o recrutador tenha acesso às informações pessoais do candidato, como a idade, estado civil, endereço, sexo etc. Isso significa que tais informações não são utilizadas como critérios de seleção ou eliminação ao longo do processo.

Assim, o que é levado em conta são as habilidades e competências do profissional para exercer as atividades do cargo. O grande benefício desse tipo de recrutamento é a eliminação de preconceitos (até mesmo os inconscientes) e, portanto, o fomento à diversidade na empresa.

Online

Prático e rápido, o recrutamento totalmente online é interessante para as empresas que buscam reduzir custos. O auxílio da tecnologia torna o processo otimizado, mas é preciso tomar cuidado com a quantidade excessiva de candidaturas que são recebidas, que podem tornar tudo mais penoso.

O recrutamento online funciona por meio da pesquisa de profissionais qualificados para as vagas em aberto nas redes sociais. O LinkedIn, por exemplo, é uma rede profissional que tem espaços para abertura de vagas, mas o próprio Facebook também conta com grupos onde as oportunidades podem ser divulgadas.

O recrutamento em tempos de pandemia

Durante a quarentena provocada pelo coronavírus, diversas empresas passaram a trabalhar em regime home office. Essa mudança (muitas organizações ainda nem tinham políticas de trabalho remoto) fez com que o recrutamento se transformasse também.

Graças à tecnologia, foi possível manter o dia a dia de trabalho e continuar recrutando. É possível anunciar vagas, analisar currículos, entrevistar e contratar: tudo online.

Apesar de todo novo cenário trazer inseguranças e dúvidas, podemos citar diversos benefícios desse contexto inusitado para o recrutamento, entre eles:

  • economia e flexibilidade;
  • alcance de um maior número de candidatos;
  • agilidade no processo de contratação.

Como toda mudança, as empresas precisam de um tempo para se adaptarem, mas aos poucos tudo se ajeita. E o recrutamento misto pode ser ainda mais interessante nesses tempos de pandemia e home office. Isso porque olhar para dentro da empresa e identificar os profissionais que poderiam mudar de cargo ou função é muito valioso para reduzir tempo e custo em contratações.

Todo mundo sai ganhando!

Como saber qual tipo de recrutamento é para a minha empresa?

Estamos chegando ao fim deste artigo e você deve estar com algumas perguntas em mente, afinal, todos os tipos de recrutamento existentes são interessantes, mas qual aplicar na sua empresa?

Não existe uma resposta certa, ou seja, não podemos afirmar que um tipo de recrutamento é melhor do que outro. O que podemos dizer é que com certeza um pode ser mais vantajoso do que outro dependente da realidade da sua empresa.

O ponto de partida é ter conhecimento sobre as diversas possibilidades para, assim, poder optar por aquela que faz mais sentido em cada contexto. Analisar os prós e contras de cada modelo é essencial, mas vale refletir também sobre outros pontos, por exemplo:

  • a urgência para preenchimento da vaga;
  • os recursos financeiros disponíveis para o recrutamento.

Esses dois pontos são muito importantes, afinal, podem interferir diretamente no modelo de recrutamento escolhido. Além disso, vale ter em mente que não é preciso escolher um formato e seguir com ele para sempre, pois é importante ter certa flexibilidade para ir adaptando o processo de seleção conforme as necessidades.

Gostou deste artigo? Continue navegando pelo blog do Vittude Corporate!

Por Bruna Cosenza

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
ambiente saudável crescimento crescimento profissional engajamento motivação recrutamento

Leia também

Receba novidades da Vittude