Saúde mental no trabalho: entenda como investir nisso pode alavancar os resultados da sua empresa
Avalie este artigo
13 de junho de 2019 | 6 min de leitura
Saúde Mental

Saúde mental no trabalho: entenda como investir nisso pode alavancar os resultados da sua empresa

Ao longo do desenvolvimento do capitalismo, a concepção do que seja a saúde do trabalhador modificou-se. Passou do patamar da ‘preocupação com a sobrevivência do corpo’ para a ‘preocupação com a saúde mental no trabalho.

A gestão da saúde foi sendo incorporada às novas formas de gestão dos empreendimentos capitalistas. Entretanto, o sofrimento no trabalho continua, expresso em manifestações como estresse, fadiga crônica, burnout, DORT ou LER etc.

De acordo com os dados divulgados pela Fundacentro (2007), entre 2000 e 2005 foram registradas 144.789 doenças relacionadas ao trabalho.

Pesquisas do Laboratório de Saúde do Trabalhador da Universidade de Brasília demonstram um aumento de 260% do número de afastamentos por doenças mentais entre os anos de 2000 a 2006.

Em 2006, os transtornos de humor representaram o segundo motivo de ausência de trabalho. Nesse mesmo ano, o custo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com auxílio-doença para quem sofria de transtornos neuróticos e relacionados ao estresse foi de R$ 90 milhões.

Segundo a OMS, um ambiente de trabalho negativo pode levar a problemas de saúde física e mental de trabalhadores, além do uso abusivo de drogas ou álcool, faltas e perda de produtividade.

Estudo recente liderado pela OMS estimou que os transtornos depressivos e de ansiedade custam 1 trilhão de dólares à economia global a cada ano em perda de produtividade.

A saúde mental no trabalho foi o tema do Dia Mundial da Saúde Mental de 2017. A data teve o objetivo de alertar sobre o tema e mobilizar esforços para apoiar uma melhor saúde mental a todos.

Fatores de risco para saúde mental no trabalho

A agência da ONU lembra que alguns dos principais fatores de risco para a saúde mental de trabalhadores são assédio e bullying, excesso de trabalho, jornadas inflexíveis, ameaça de desemprego, entre outros.

O bullying e o assédio psicológico são frequentes causas de estresse relacionado ao trabalho e apresentam riscos à saúde de trabalhadores. Eles estão associados tanto a problemas físicos como psicológicos.

As consequências em saúde podem ter custos aos empregadores em termos de produtividade reduzida e aumento da rotatividade de pessoal. Também podem ter impacto negativo nas interações familiares e sociais.

A ameaça do desemprego é outro fator de risco reconhecido que pode ocasionar problemas de saúde mental. Retornar ou obter um emprego são considerados fatores protetivos.

A maior parte dos fatores de risco também está relacionada ao tipo de trabalho, ao ambiente organizacional e de gestão, às capacidades e competências dos funcionários, e ao apoio disponível a trabalhadores para realizarem seu trabalho.

Por exemplo, uma pessoa pode ter as capacidades para concluir tarefas, mas poucos recursos disponíveis para fazê-lo, ou pode não ter apoio das práticas organizacionais ou de gestão.

Outros riscos

Outros riscos para a saúde mental incluem políticas inadequadas de saúde e segurança;

  • Participação limitada na tomada de decisões por parte dos funcionários ou baixo controle sobre uma área de trabalho;
  • Baixos níveis de apoio a funcionários;
  • Jornadas de trabalho inflexíveis;
  • Falta de clareza na determinação das tarefas ou de objetivos organizacionais;
  • Carga de trabalho elevada.
saùde mental no trabalho

Como empreendedor, é comum enfrentar muitos desafios diariamente. Ter um plano para se manter mentalmente apto e lidar com esses desafios de maneira produtiva é importante para a saúde, bem como para a longevidade dos negócios.

Faça da saúde mental uma prioridade

Independentemente de você ser autônomo ou gerenciar uma equipe de funcionários, a saúde mental deve ser uma prioridade para o seu negócio. A saúde mental inclui ter um senso de propósito, desfrutar do que você faz todos os dias, ter o apoio positivo dos outros, sentir-se seguro ao seu redor e ter energia suficiente para fazer as coisas.

O estresse e a fadiga podem afetar negativamente a capacidade das pessoas de realizar tarefas e alcançar objetivos, afetando negativamente os negócios que realizam.

Como empregador, você quer que seus funcionários façam o melhor e sejam felizes no trabalho. Isso significa fornecer as ferramentas de que sua organização precisa para que isso aconteça.

No entanto, você também pode se preocupar que a despesa de investir em programas de bem-estar ou motivacionais pode prejudicar sua linha de fundo.

A verdade é que o estresse dos funcionários e fadiga mental pode acabar custando seu negócio a longo prazo. Funcionários insalubres e infelizes podem levar a mais pedidos de licenças, menor produtividade e aumento no volume de negócios.

Você pode decidir que não pode se dar ao luxo de não investir em recursos de saúde mental.

Programas de bem-estar e um clima de apoio

Criar um ambiente de trabalho saudável não é apenas implementar programas. Você pode dar o exemplo para criar uma cultura organizacional que ofereça suporte e aprimore o bem-estar dos funcionários.

Defender uma boa saúde mental no trabalho pode ajudar a eliminar o estigma que alguns funcionários podem sentir se estiverem tendo dificuldades psicológicas e precisarem de ajuda ou tempo para se curarem, assim como fariam se sofressem uma lesão física.

Segundo a OMS, as intervenções de saúde mental precisam ser entregues como parte de uma estratégia integrada de saúde e bem-estar que cubra prevenção, identificação precoce, apoio e reabilitação.

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) também tem um guia para ajudar as empresas a melhorar o ambiente de trabalho de forma a garantir a saúde mental de seus trabalhadores. Clique aqui para acessá-lo, em inglês.

homem trabalhando feliz saúde mental no trabalho

Programas de treinamento e bem-estar baseados na motivação podem ensinar a todos nós como administrar nossa saúde mental e física, bem como coisas como nosso comportamento de aprendizado.

Se você pretende introduzir esses tipos de atividades em sua organização, compartilhe suas intenções com qualquer pessoa que possa se qualificar para participar. Você pode dar boas-vindas a sugestões e até mesmo deixar que os funcionários definam seus próprios objetivos.

Sugestões de atividades

  • Convide especialistas locais e qualificados em saúde mental para falar em seu local de trabalho sobre tópicos como nutrição, condicionamento físico e controle do estresse.
  • Patrocine funcionários para participar de eventos de caridade, campanhas de condicionamento físico, dias de atividade, etc.
  • Incentive os funcionários a formar comitês de bem-estar com apoio para aqueles que precisam, ou educação para a equipe como um todo.
  • Se você trabalha por conta própria, pode entrar em contato com outros empreendedores afins com os quais você poderia participar de atividades de bem-estar e criar uma rede de apoio.

Um guia recente publicado pelo Fórum Econômico Mundial sugere que as intervenções nas organizações devem ter três abordagens:

  • Proteger a saúde mental reduzindo os fatores de risco relacionados ao trabalho;
  • Promover a saúde mental ao desenvolver aspectos positivos de trabalho e as habilidades dos empregados;
  • Enfrentar casos de problemas de saúde mental no trabalho independentemente da causa.

Existem situações em que o apoio do local de trabalho ou da comunidade não seja suficiente para resolver problemas sérios. Se este for o caso, pode ser hora de procurar ajuda de um profissional de saúde mental licenciado.

18 maneiras de prezar por sua saúde mental no ambiente de trabalho

Para lidar com as tensões do trabalho e superar os desafios diários da vida, é importante que permaneçamos o mais mentalmente saudáveis. Isso pode nos ajudar a superar os desafios, construir relacionamentos bons e trabalhar de maneira mais produtiva.

Todo mundo tem um papel a desempenhar na criação de um local de trabalho saudável, e estratégias simples podem ajudar a alcançar isso. Exemplos de atitudes positivas para sua saúde mental no trabalho incluem:

  1. Respeitar seu limite de horas extras de trabalho;
  2. Agendar reuniões durante as horas de trabalho;
  3. Fazer pausas regulares;
  4. Não levar o trabalho para casa;
  5. Definir prazos realistas para as entregas;
  6. Dar um passeio durante os seus intervalos, uma caminhada pode ajudar a limpar a sua cabeça;
  7. Aprender algo novo, aproveitando oportunidades de trabalho para crescer;
  8. Conversar com seu gerente se achar que não é capaz de administrar as demandas ;
  9. Educar-se sobre saúde mental;
  10. Apoiar iniciativas para melhorar a saúde mental no local de trabalho;
  11. Ter empatia com sua própria saúde mental e de seus colegas;
  12. Ter a abertura para tomar decisões dentro do trabalho;
  13. Ter clareza dos papéis exercidos e responsabilidades definidas;
  14. Exercer uma variedade de tarefas no trabalho;
  15. Ter a oportunidade de usar suas habilidades e competências;
  16. Ser reconhecido por trabalhos realizados;
  17. Ter feedback dos trabalhos realizados;
  18. Falar abertamente sobre saúde mental no local de trabalho, incluindo experiências pessoais.

Converse com seus gestores e sua equipe para encontrar as melhores possibilidades para a saúde mental de todos. Cuidados com a saúde não são só do corpo e precisam estar presente em todos os momentos da vida, incluindo o ambiente de trabalho.

Avalie os resultados

Pode ser um desafio quantificar um “local de trabalho saudável”. Coisas como a medição do desempenho podem ajudar quando se trata de estabelecer uma linha de base e monitorar a melhoria daqui para frente.

É uma boa ideia acompanhar o número de participantes em programas de bem-estar ou treinamento motivacional. Assim, nota-se se há uma correlação direta entre participação e redução de faltas por doença ou invalidez ao longo do tempo.

Adotar uma abordagem proativa para a saúde mental ajuda todos a lidar com os inevitáveis ​​desafios e retrocessos de maneira produtiva e saudável. Em última análise, isso é bom para os negócios!

orçamento benefício vittude corporate

Plataformas como a Vittude Corporate oferecem uma boa oportunidade para que sua empresa comece a investir em saúde mental e melhore o bem-estar do seu ambiente corporativo. O que acha? Dê uma olhada no nosso site e confira todas as possibilidades oferecidas!

Se você gostou desse artigo, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e também assinar nossa newsletter!

Leia também:

Feedback: a importância da retroalimentação para nossa mente

Aprenda a desenvolver uma cultura de saúde mental na sua empresa

Por Tatiana Pimenta

Este post ajudou você? Então, aproveite para seguir a Vittude no Instagram e assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de mais conteúdos bacanas e novidades!
Avalie Este artigo
a importancia da saude mental no trabalho como promover a saude mental no trabalho oms saude mental saude mental nas organizações saude mental no trabalho resumo

Leia também

Receba novidades da Vittude