Diferença entre psicólogo e psiquiatra

Psicólogo e Psiquiatra: você sabe qual é o profissional indicado para você?

Psicólogo e Psiquiatra: você sabe qual é o profissional indicado para você?
6 avaliações

  |  Tempo de leitura: 5 minutos

Você sabe a diferença entre psicólogo e psiquiatra? Se você tem percebido problemas relacionados à sua saúde emocional, você precisa procurar ajuda. Talvez, nesse exato momento você esteja questionando-se: qual profissional eu devo procurar? Como devo saber qual é o profissional de saúde mais indicado para o meu caso? Devo procurar um psicólogo ou um psiquiatra?

Se você está se questionando e não sabe exatamente qual é a resposta correta, acalme-se, você não está sozinho. Recebemos questionamentos como esse em nossos canais de comunicação a todo momento. Ainda existe muita confusão com relação ao trabalho desses dois profissionais.

Apesar de existirem algumas semelhanças, existem diferenças extremamente importantes. Preparamos esse texto para que vocês possam esclarecer algumas dúvidas e decidir qual é o profissional mais indicado para o seu caso.

A diferença entre psicólogo e psiquiatra

Psicólogos e psiquiatras são profissionais de saúde habilitados para tratar de questões psíquicas e mentais. Ambos são preparados para realizar um processo de psicoterapia e ajudá-los a lidar com questões relacionadas aos transtornos relacionados à mente.

Psicólogo e Psiquiatra – Formação acadêmica

Psiquiatras:

São profissionais que possuem graduação em Medicina. Além dos 6 anos necessários para a formação de um médico, para ser considerado um psiquiatra, o médico deve passar por uma residência médica na área de psiquiatria, que compreende outros 3 anos de formação prática. Nesse período realizam estágios em áreas como neurologia, enfermagem, clínica médica, emergência psiquiátrica, dependência química, psiquiatria infantil, entre outros. Vivenciam a prática médica em ambulatórios especializados como esquizofrenia, transtornos de humor e psicoterapia.

Ou seja, para que um profissional obtenha um título de médico especialista em psiquiatria, são necessários pelo menos nove anos de estudos acadêmicos e práticos. Os bons psiquiatras costumam manter-se atualizados, realizando formações strictu senso, como mestrado e doutorado. Que podem somar ao conjunto outros 6 anos de formação.  

Em razão da formação médica, os psiquiatras podem prescrever tratamentos medicamentosos, provavelmente seja esta a distinção mais conhecida entre a psicologia e a psiquiatria.

Psicólogos

São profissionais que possuem graduação em Psicologia, ciência que trata dos estados e processos mentais, do comportamento do ser humano e de suas interações com um ambiente físico e social. A graduação em Psicologia tem duração de 5 anos. Para a psicologia os campos de atuação possíveis são:

  • Psicologia Escolar/Educacional;
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho;
  • Psicologia de Trânsito;
  • Psicologia Jurídica;
  • Psicologia do Esporte;
  • Psicologia Clínica;
  • Psicologia Hospitalar;
  • Psicopedagogia;
  • Psicomotricidade;
  • Psicologia Social;
  • Neuropsicologia.

O Psicólogo Clínico

O Psicólogo que deseja atender pacientes em consultório é chamado de psicólogo clínico. Para atuar nessa área é recomendado que este profissional tenha passado por estágios supervisionados em uma clínica escola, durante o período de graduação. Durante esse período eles também são preparados e habilitados para aplicação de testes.

Quando decidem atuar na área clínica é desejado e esperado, que os psicólogos sejam supervisionados por outros colegas mais experientes e que façam psicoterapia pessoal, para que não confundam seus problemas e questões pessoais com as dos seus futuros pacientes. Esse é um processo que deve durar durante todo o exercício da profissão.

Encontre um psicólogo

 

Essa informação, em geral, não é do conhecimento de pessoas que não são da área. Portanto, ao buscar o serviço de um psicólogo, procure saber se o teu psicólogo faz análise pessoal e se possui um supervisor clínico orienta-o durante sua atuação.

O vídeo abaixo mostra a diferença entre psicólogo e psiquiatra e também fala do psicanalista. Aperta o play!

Psiquiatria e Psicologia – O tratamento

Quando falamos de tratamento, também há diferença entre psicólogo e psiquiatra. Ambos os psiquiatras e psicólogos são tipicamente treinados para praticar a psicoterapia – conversando com seus pacientes sobre seus problemas. No entanto, os psicólogos são os profissionais que observam de perto o comportamento humano. Eles irão investigar padrões de sono, alimentares e buscar a compreensão de pensamentos negativos que podem estar causando ou contribuindo para o problema.

Os psiquiatras, por sua vez, possuem um sendo mais forte de biologia e neuroquímica. É provável que realizem um diagnóstico de exclusão. O que significa isso em termos práticos? Significa que antes de afirmarem que determinado indivíduo está ou não com um quadro de depressão, irão realizar alguns exames para certificar de que o paciente não esteja com alguma deficiência de vitaminas ou de hormônios. Podem ser utilizados, exames de imagens, testes neurológicos, psicológicos para auxiliar a avaliação do indivíduo, podendo ser solicitado exames laboratoriais e físicos. Após a realização do diagnóstico inicial, geralmente prescrevem remédios para tratamento e reabilitação dos mais variados transtornos mentais, como depressão, transtorno bipolar e esquizofrenia.


Confira também o artigo: TOP 10: Perguntas mais frequentes a um Psicólogo ou estudante de Psicologia no dia a dia!  Produzido pela psicóloga Aline Lisboa, no Blog Lysis Psicologia.


Trabalho Multidisciplinar

É comum e bastante recomendado que o médico psiquiatra realize trabalho em conjunto com equipes multidisciplinares, como psicólogos, médicos neurologistas, fonoaudiólogos e outras especialidades dependendo do diagnóstico.

Em quadros de depressão, por exemplo, o médico psiquiatra será o responsável por prescrever medicamentos para aliviar os sintomas do paciente, enquanto o psicólogo será o profissional responsável por ajudar o indivíduo a compreender e enfrentar os problemas. Os dois profissionais, psicólogo e psiquiatra, trabalharão em conjunto até que o paciente possa deixar de fazer uso dos medicamentos e possa aprender a lidar sozinho com seus problemas, de modo independente, levando uma vida mais equilibrada.

Se você ainda não tem certeza se precisa realmente da ajuda de um psicólogo ou psiquiatra, que tal realizar um teste?

 

E aí, conseguiu entender a diferença entre psicólogo e psiquiatra?

Encontre seu psicólogo online

Leia também:

13 Sintomas de Depressão que você precisa conhecer

Transtorno Bipolar – Tipos, sintomas, diagnóstico e tratamentos