Categoria: Psicoterapia

terapia-e-coaching

Terapia e Coaching: qual é o ideal para você?

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

Muita gente faz confusão entre terapia e coaching, não sabendo distinguir um processo do outro, afinal, eles possuem uma dinâmica parecida. Ambas as experiências tratam-se de um momento no qual o paciente/cliente senta-se junto do profissional especializado e trabalha seus anseios. No entanto, eles não são a mesma coisa e, nesse artigo, vamos te ajudar quais são as diferentes entre terapia e coaching. É importante ter clareza sobre essas diferenças para que você seja capaz de entender quando deve optar por um processo ou por outro. Além disso, nada impede que você faça terapia e coaching ao mesmo tempo para trabalhar questões diferentes. Antes de ressaltarmos as diferenças entre a terapia e o coaching, vamos compreender o conceito de cada um desses serviços? O que é coaching? O coaching é uma ferramenta que tem como o objetivo ajudar a pessoa a atingir objetivos específicos, sejam eles pessoais ou profissionais. Não...

Continue lendo
terapia relacional sistêmica

Terapia Relacional Sistêmica: saiba tudo sobre esta abordagem

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A Terapia Relacional Sistêmica teve início em Curitiba na década de 1980, com a psicóloga Solange Maria Rosset. Ela deriva da terapia sistêmica, que enxerga o indivíduo como um sistema em funcionamento. Para exemplificar, pense nas peças de um relógio de ponteiro. Para que esses continuem marcando as horas e os minutos, todas as partes devem desempenhar o seu papel dentro da estrutura mecânica. Se uma estiver com defeito, os ponteiros permanecerão imóveis. O mesmo se aplica às pessoas. Quando todos os fatores que constituem o ser (emoções, crenças, comportamentos, pensamentos) estão em equilíbrio, estamos de bem com a vida. Já na situação contrária, problemas emocionais que afetam a nossa saúde, carreira e relacionamentos começam a tomar conta.  É comum pensar na terapia sistêmica como uma terapia voltada apenas para famílias ou grupos já que, neste caso, cada membro corresponde a uma parte do sistema. No entanto, esta abordagem também...

Continue lendo
terapia-online-e-presencial

Terapia online X presencial: qual é ideal para você?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

Por muitos anos, a terapia presencial era a única forma de ter acesso ao atendimento com um psicólogo. Foi apenas em 2018, com a aprovação do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que a terapia online foi regulamentada. Em 2018, a Resolução CFP11/2012 foi atualizada. O limite de sessões por mês foi derrubado e atendimento psicoterapêutico online saiu da restrição de caráter experimental. Com todos os avanços, surgem dúvidas em relação aos formatos de terapia online e presencial Nem todo mundo se dá conta de como esse novo cenário é importante para a saúde mental das pessoas, pois com a nova regulamentação, mais gente passa a ter acesso às sessões com um psicólogo. Um número muito grande de pessoas desprioriza a terapia em suas rotinas. Além de ser um investimento de longo prazo, existem outras barreiras: geográficas, financeiras, estilo de vida atribulado. Com isso, muitas doenças mentais acabam sendo subdiagnosticadas. A...

Continue lendo
por que fazer terapia

Por que fazer terapia? Conheça os principais benefícios do processo

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

Você já pensou em por que fazer terapia? Terapia não é para “loucos” ou pessoas completamente perturbadas. Saiba que é possível procurar um psicólogo mesmo na ausência de transtornos mentais. Apesar de ainda existir opiniões equivocadas sobre o acompanhamento terapêutico, mais pessoas estão procurando profissionais para se autoconhecer ou para superar problemas que parecem insolúveis à primeira vista. De acordo com o teste DASS-21, aplicado no site da Vittude, 86% dos respondentes possuem algum transtorno mental. Este dado evidencia a necessidade de dedicar mais atenção à nossa saúde mental, tanto para tratar transtornos quanto para preveni-los. Por que fazer terapia? Neste ambiente ultra-acelerado, a nossa saúde mental é facilmente afetada por uma quantidade considerável de estímulos. A fragilidade dos relacionamentos interpessoais devido à correria e a competitividade do mercado de trabalho sobrecarregam o nosso emocional. A dificuldade para manter uma autoimagem positiva diante da aparente “vida perfeita” dos colegas exibidas...

Continue lendo

5 razões para fazer terapia familiar

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A terapia familiar ajuda famílias que estão passando por momentos de conflitos ou de estresse a encontrarem a harmonia novamente. Às vezes, o relacionamento entre familiares não vai bem. Por familiares entende-se não somente a família nuclear (pai, mãe e filhos), mas também os avós, tios, primos, cunhados e todas as pessoas que compõem a árvore genealógica. Os conflitos podem não ter um motivo exato, como uma briga, uma herança não recebida, uma rixa de longa data. Eles podem simplesmente surgir da diferença de personalidades e opiniões. Neste caso, é mais complicado acalmar as partes envolvidas porque nem sempre elas conseguem enxergar seus comportamentos problemáticos. Esta modalidade de terapia surgiu, então, para identificar os pontos de atrito no relacionamento entre familiares e encontrar soluções ágeis para tornar a vida de todos mais alegre.  Como funciona a terapia familiar? As sessões acontecem em grupo e os membros da família são incentivados...

Continue lendo
existencialismo

Existencialismo: o que é a psicoterapia existencial

  |  Tempo de leitura: 10 minutos

O existencialismo é o conceito que sustenta a psicoterapia existencial. A psicoterapia existencial é uma forma de psicoterapia baseada no modelo da natureza humana e na experiência desenvolvida pela tradição existencial da filosofia européia. O existencialismo se concentra em conceitos universalmente aplicáveis à existência humana, incluindo morte, liberdade, responsabilidade e significado da vida Ao invés de considerar as experiências humanas como ansiedade e depressão como presença de uma doença mental, a psicoterapia existencial vê essas experiências como estágios naturais em um processo normal de desenvolvimento e amadurecimento do ser humano. Compreendendo o existencialismo A psicoterapia baseada no existencialismo tem como pressuposto que o ser humano é livre para fazer escolhas. Logo, elas determinam quem ele se torna perante o mundo e perante a si mesmo. Para o existencialismo, o ser humano é primeiro “existência”, para depois ser “essência”. Significa que não existe uma natureza que determine o que o indivíduo...

Continue lendo