Existe diferença entre terapeuta e psicólogo? Como cada um pode ajudar com seus problemas emocionais?

Existe diferença entre terapeuta e psicólogo? Como cada um pode ajudar com seus problemas emocionais?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A diferença entre terapeuta e psicólogo é fácil de entender. Embora essas palavras sejam usadas como sinônimos de vez em quando, há diferença entre os profissionais. A principal delas se encontra já na formação. 

Todavia, tanto o terapeuta quanto o psicólogo atuam na área da saúde, dedicando as suas habilidades para ajudar as pessoas a resolverem seus conflitos emocionais e viverem com mais alegria e qualidade.  

Qual é a diferença entre terapeuta e psicólogo?

A principal diferença entre terapeuta e psicólogo está na formação. Terapeuta é todo indivíduo formado em uma ou mais áreas de assistência à saúde humana, seja física ou psicológica. 

Profissionais que tenham completado formação em técnica terapêutica também se encaixam nesse termo. Nesse caso, é comum ouvir o termo “terapia holística”. Esse tipo de terapia foca no conjunto formado por corpo, mente e espírito, enxergando o ser humano em sua totalidade. A principal diferença entre terapeuta e psicólogo nesse caso é que o primeiro atua sem graduação superior. 

O Brasil reconhece, ao todo, 29 práticas terapêuticas. O Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive, oferece muitas delas. 

Apesar da lei não restringir a prática de determinadas terapias alternativas somente aos profissionais da saúde, eles tendem a ter mais interesse nelas.  Além de terem afinidade com o atendimento e o tratamento de pacientes, algumas práticas exigem conhecimentos técnicos. Assim, é mais fácil para eles aprenderem a executá-las. 

Por outro lado, algumas práticas são reconhecidas por conselhos profissionais, como o de fisioterapia, enfermagem e biomedicina. Logo, somente um pequeno grupo de profissionais pode aprendê-las.

Já o psicólogo é o profissional com bacharel em Psicologia. Todavia, quando atua na área clínica, ou seja, trabalha diretamente com a psicoterapia, ele também é chamado de terapeuta. Este termo é a abreviação da palavra “psicoterapeuta”, muito usado na linguagem coloquial. Psicólogos que atuam nas áreas organizacional, escolar, hospitalar, entre outras, não são considerados terapeutas. 

Como o terapeuta atua?

Todas as intervenções terapêuticas possuem o mesmo objetivo: ajudar pessoas a superarem dificuldades emocionais. Cada terapeuta atua conforme a sua especialidade, sendo impossível colocar todos em uma única categoria. Aliás, outra diferença entre terapeuta e psicólogo é que, dependendo da prática, o terapeuta trata o físico do paciente por meio do toque.  

Uma das terapias mais difundidas no Brasil, por exemplo, é a acupuntura, procedente da medicina chinesa. Por meio do estímulo oferecido pela colocação de agulhas em pontos específicos do corpo são tratadas várias condições, como sinusite, dores corporais, asma, enxaqueca, artrite e sintomas de transtornos mentais. 

A massoterapia é outra terapia amplamente conhecida. Nela, partes do corpo são pressionadas pelas mãos do terapeuta para relaxar músculos, aliviar dores crônicas, reduzir o estresse e auxiliar na recuperação de traumas físicos. 

Existe diferença entre terapeuta e psicólogo? Como cada um pode ajudar com seus problemas emocionais?

Em seguida, veja a lista completa de práticas terapêuticas reconhecidas no país:

  • apiterapia
  • aromaterapia
  • arteterapia
  • ayurveda
  • biodança
  • bioenergética
  • constelação familiar
  • cromoterapia
  • dança circular
  • geoterapia
  • hipnoterapia
  • homeopatia
  • imposição de mãos
  • medicina antroposófica
  • MTC/Acupuntura
  • meditação
  • musicoterapia
  • naturopatia
  • osteopatia
  • ozonioterapia
  • plantas medicinais/fitoterapia
  • quiropraxia
  • reflexoterapia
  • Reiki
  • Shantala
  • Terapia Comunitária Integrativa
  • terapia de florais
  • Termalismo/Crenoterapia
  • Yoga

Os profissionais que aplicam essas técnicas não possuem uma instituição representante oficial. No entanto, podem buscar certificados ou carteiras profissionais na Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos (ABRATH) para passar mais confiança aos pacientes. Essa também é uma maneira de descobrir se um profissional é qualificado ou não.  

Quando procurar um terapeuta? 

Cada terapia proporciona uma gama de benefícios próprios. 

Tanto pessoas com ferimentos físicos quanto com desconfortos emocionais podem buscá-las já que a maioria das práticas terapêuticas promove o bem-estar mental e físico simultaneamente. Essas terapias também podem ser feitas em conjunto com o tratamento medicamentoso, psicológico ou médico para aliviar sintomas de patologias. 

O paciente deve analisar quais vantagens ele deseja alcançar com a terapia e contatar os profissionais para conhecer as suas técnicas. O interessado também deve ser paciente enquanto espera os resultados positivos se manifestarem. Normalmente, é necessário realizar uma série de sessões para senti-los. 

Os terapeutas costumam ser contatados através de indicações de pacientes e ex-pacientes. No entanto, também é possível encontrá-los em clínicas de fisioterapia e de terapias alternativas, nas redes sociais, em sites de associações e pelo SUS.  

Como o psicólogo atua?

O psicólogo clínico atende pacientes individualmente ou em grupo. Os grupos também podem ser formados por casais ou familiares. O acompanhamento psicológico individual pode requerer a presença de parentes em algumas consultas, como acontece com as crianças e adolescentes. 

Diversas abordagens psicoterapêuticas são utilizadas por esse profissional, como a Terapia Cognitivo-Comportamental, Terapia Existencial-Humanista, Terapia Positiva, Terapia Sistêmica, entre outros. Nesses casos, o termo “terapia” é a abreviação de psicoterapia. Por isso, muitas pessoas se referem ao psicólogo como terapeuta. 

Durante as consultas com o psicólogo, são abordados os incômodos emocionais e psicológicos do paciente, os quais possuem as mais variadas origens. São impasses no trabalho, no relacionamento, com a família, com os amigos ou com ele mesmo. 

O profissional incentiva o paciente a fazer autorreflexões, questionando-o sobre os seus sentimentos e modo de pensar ao mesmo tempo em que transmite esclarecimentos sobre a psique humana. Desse modo, o paciente modifica padrões comportamentais e de pensamento, tornando-se capaz de realizar mudanças em sua vida. 

Existe diferença entre terapeuta e psicólogo? Como cada um pode ajudar com seus problemas emocionais?

Além disso, o paciente da psicoterapia desenvolve aptidões emocionais para gerir as suas emoções e o estresse do dia a dia, assim como para lidar com os acontecimentos da vida de forma mais racional. Não se trata apenas do tratamento de transtornos mentais, como a depressão e a ansiedade, mas também de uma transformação pessoal que acompanha o paciente por toda a vida.

As consultas podem seguir somente por algumas semanas ou meses, ou se estender por anos de acordo com a necessidade e a vontade de cada paciente. 

Para fins de esclarecimento, veja mais benefícios da terapia feita com a ajuda de um psicólogo:

  • desenvolve a inteligência emocional;
  • estimula a saída da zona de conforto; 
  • diminui ou acaba com a indecisão;
  • restaura relacionamentos, sejam amorosos ou não; 
  • torna a comunicação mais eficiente;
  • promove o pensamento racional;
  • induz paciente ao autoconhecimento;
  • ressignifica acontecimentos ruins do passado; 
  • melhora o jogo de cintura em situações sociais;
  • incentiva o paciente a deixar a zona de conforto;
  • fortalece a saúde mental
  • alivia sofrimentos diários. 

Quando procurar a psicoterapia?

Pessoas de qualquer idade podem procurar a psicoterapia quando julgarem necessário. Crianças, jovens, adultos e idosos – todos são suscetíveis a serem incomodados por questões emocionais de difícil resolução ou por transtornos mentais. 

Independentemente se o seu sofrimento for situacional (relacionado ao trabalho ou relacionamento) ou envolver conflitos internos (questionamentos sobre identidade), o psicólogo poderá ajudá-lo. Se você estiver sofrendo com um trauma remanescente do passado ou sintomas de depressão, a terapia torna-se ainda mais importante. 

Muitas pessoas receiam fazer terapia por temerem parecer fracas ou “malucas”. Porém, é necessário compreender que buscar ajuda profissional é uma demonstração de amor-próprio. 

Antes de buscar a terapia, você precisa aceitar a sua condição de ser imperfeito, assim como todas as pessoas. Às vezes é necessário pedir ajuda para resolver problemas e está tudo bem. Preocupar-se com a sua saúde mental e procurar se melhorar a cada dia não é vergonhoso. Essa atitude garante uma vida mais equilibrada e com menos perturbações.  

Para escolher a melhor abordagem para o seu caso, é recomendado conversar com o psicólogo durante o primeiro contato, explicar os seus objetivos e relacioná-los com a abordagem do profissional. 

Vittude: encontre psicólogos para solucionar problemas emocionais

A Vittude é uma plataforma de terapia online onde pacientes encontram um ambiente virtual seguro e acolhedor para serem atendidos, além de se encaixar perfeitamente em sua agenda!  

A terapia online permite que o paciente permaneça em casa enquanto é atendido em um horário confortável em sua rotina. Não há necessidade de deslocamento, o que pode ser vantajoso para pacientes cujo tempo livre é limitado. Dessa forma, podem cuidar da saúde mental com praticidade e alta qualidade. 

A qualidade do atendimento virtual não difere do presencial. A dinâmica entre o psicólogo e o paciente é a mesma e, em alguns casos, pode ser até melhor dependendo da familiaridade do paciente com a internet. Além disso, é mais fácil encontrar psicólogos online experientes em condições específicas, especialmente para moradores do interior ou de outros países.  

Para iniciar a terapia online com a Vittude, não é necessário, de fato, saber o que você gostaria de tratar na psicoterapia, sabia? O psicólogo vai ajudá-lo a compreender pensamentos e sentimentos confusos para que ambos cheguem a um veredicto, então, não sinta receio caso não saiba o que dizer na primeira sessão.

Com a ferramenta de busca da Vittude, pacientes encontram profissionais com experiência e disponibilidade de acordo com as suas necessidades. Após responder algumas perguntas, a ferramenta Vittude Meet busca por psicólogos adequados para o seu perfil. 

É possível determinar aspectos que você considera mais importantes no profissional, como empatia e anos de experiência, bem como especificar vivências passadas com a terapia.

Por fim, é só escolher um dia da semana e um horário em que esteja disponível e agendar a consulta. Mas, se quiser, pode combinar também atendimentos presenciais com seu psicólogo!

Caso queira ver todos os psicólogos disponíveis, pode usar outra ferramenta de busca e visualizar os profissionais um a um.

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta