Como lidar com a insegurança emocional?

Como lidar com a insegurança emocional?

A insegurança faz parte do nosso cotidiano e muitas vezes trazem limitações em nossos relacionamentos e nas tomadas de decisões. Ela surge quando estamos diante de situações que pensamos ser perigosas e não sentimos capazes de enfrentá-la sozinhos, ou seja, não sabemos lidar com as emoções e pensamentos que surgem frente a várias situações em nossa vida.

Insegurança x Medo

A principal emoção que está inserida no contexto da insegurança é o medo, mesmo ele sendo fundamental para a nossa sobrevivência, onde nos protege diante de situações de riscos reais, quando ele ultrapassa o medo saudável e protetor, se torna disfuncional gerando grande angústia, insegurança e surgem o medo de não ser aceito, medo do abandono, medo de não saber lidar com reação do outro. As crenças envoltas no medo, podem ter sido iniciadas na nossa infância e se cristalizaram ao longo do desenvolvimento, e podem se revelar como crenças de abandono, menos-valia, incapacidade e desvalor.

Suas Causas

Um comportamento ansioso pode estar ligado a propensões genéticas, contexto familiar e história de vida. A segurança emocional é construída desde o nascimento e em todo o processo de desenvolvimento da pessoa, sendo então afetada diretamente por experiências, crenças e influência dos pais ou cuidadores. Experiências que foram traumáticas podem resultar num aprendizado disfuncional resultando em insegurança emocional.

O que a insegurança faz sentir

A insegurança nos envolve em um estado emocional frágil, onde podemos sentir diversas emoções e crenças, tais como:

·         Sentimento de inferioridade

·         Sentimento de incapacidade

·         Não merecimento

·         Medo de fracassar

·         Medo de ser rejeitado

·         Medo de ser criticado

·         Medo de não atender a expectativas

·         Dificuldade na tomada de decisões

·         Acredita que está sempre sendo julgado

·         Se sente injustiçado

·         Perda da autoconfiança

·         Pouca assertividade

·         Baixa autoestima

·         Dependência

Além de todos estes sintomas que surgem a partir de crenças de desvalor e desamor, um outro comportamento que pode ser resultante dessa situação é a autossabotagem. Ela acontece quando a pessoa muito insegura passa a não acreditar que ela é merecedora de ser feliz e conquistar seus sonhos, pois está sempre esperando pelo pior, e tende a criar situações que bloqueiam sua felicidade e busca de prazer nas coisas.

Como se tornar menos inseguro

As formas de reverter um quadro de grande insegurança é trabalhar diretamente com o fortalecimento da autoimagem, autoconfiança e autoestima, é importante entender como a pessoa se vê, o que é realmente dela. Para isso também é trabalhada as crenças que a pessoa insegura tem de si e dos outros, onde ela deve questionar seus pensamentos e compreender como eles podem ser autolimitantes e ainda fortalecer os pensamentos positivos ressaltando suas vitórias e pontos positivos. Procurar se tornar mais independente certamente irá fortalecer a sua autoconfiança, e principalmente, sempre questionar os motivos de sua insegurança.

Avalie esse artigo:

Comentários:

Please Login to comment