Neuropsicologia

Avaliação neuropsicológica: o que é e como escolher um psicólogo para fazê-la

A avaliação neuropsicológica pode diagnosticar transtornos mentais e condições que afetam a qualidade de vida das pessoas. Ela pode ser feita tanto em crianças quanto adultos e idosos. Durante o acompanhamento psicológico, o psicólogo pode ver a necessidade de fazer uma avaliação para tratar com minuciosa atenção os problemas emocionais ou comportamentais do paciente. 

O que é a avaliação neuropsicológica?

A avaliação neuropsicológica exige uma investigação profunda das funções cognitivas. A memória, a concentração, a linguagem e a função motora são avaliadas para encontrar um possível déficit cognitivo. Basicamente, é a análise de como o cérebro de uma pessoa funciona

Para as crianças, ela pode ser essencial no diagnóstico de transtornos de conduta e dificuldades de aprendizado, como transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). A incapacidade de fazer cálculos e de ler também pode ser diagnosticada na avaliação.

Já para os adultos e os idosos, a avaliação pode identificar o relacionamento de traumas, ansiedade, depressão, TDAH, esquizofrenia, acidente vascular cerebral (AVC), entre outros, com mudanças comportamentais. 

Outras áreas que são avaliadas através dessa avaliação são:

  • capacidade de reter e compreender novas informações;
  • habilidades de aprendizado;
  • estados de humor;
  • qualidade de vida;
  • função motora (caminhar e coordenação);
  • percepção espacial;
  • gestão de emoções;
  • traços de personalidade;
  • aptidão para resolver problemas e tomar decisões;
  • níveis de motivação; e
  • oralidade.

Como é feita a avaliação neuropsicológica?

Ela acontece por meio de entrevistas e aplicação de testes variados, destinados a identificar a qualidade das aptidões e funções cognitivas do paciente. Ao procurar um psicólogo para fazer a avaliação, você pode ser orientado a fazer testes de memória, coordenação motora, comunicação verbal, entre outros.

Eles são normalmente feitos de maneira bem simples, apenas com lápis e papel, e aplicados da mesma forma para todos os pacientes. Os resultados são correlacionados com os níveis esperados de funcionamento para que o psicólogo consiga identificar padrões de forças e fraquezas individuais. Dessa forma, consegue compreender o funcionamento do cérebro de cada paciente

A avaliação neuropsicológica é feita entre duas a cinco horas, mas o tempo pode ser bem maior dependendo da complexidade do problema enfrentado pelo paciente. Assim, ela não é feita em um único dia para não levá-lo a exaustão. 

São feitas várias consultas até a conclusão dos testes. Elas não costumam ser marcadas em períodos muito espaçados para manter o frescor das sessões anteriores. No entanto, a disponibilidade do paciente pode interferir no agendamento das mesmas. 

Como saber quando uma avaliação neuropsicológica é necessária?

A necessidade é indicada pelo psicólogo conforme a avaliação das queixas dos pacientes. Se o profissional acreditar que uma investigação mais apurada das funções cognitivas do paciente for necessária, pode requisitar que faça os testes mencionados para melhorar o seu tratamento.  

Além da eficiência no diagnóstico, a avaliação neuropsicológica pode ajudar a definir o melhor tratamento para a condição identificada, determinando se é necessário recorrer ao atendimento de outros profissionais de saúde ou não. 

Vale ressaltar que o psicólogo não diagnostica as pessoas. Ele identifica as habilidades e dificuldades cognitivas do paciente e monta um relatório neuropsicológico do seu perfil. Em seguida, encaminha os resultados para um médico fazer um diagnóstico. 

Graças à identificação das forças e fraquezas cognitivas do paciente, a avaliação instrui os profissionais da área da saúde como elaborar o melhor plano de reabilitação para ele. Eles obtêm um conhecimento mais certeiro sobre quais elementos devem ser trabalhados com afinco e quais podem ser tratados mais tardiamente.

O prognóstico de doenças que acometem as pessoas em diferentes níveis também pode ser feito através dessa avaliação. 

O paciente também pode decidir sozinho se deseja fazer uma avaliação de acordo com os déficits identificados em seu comportamento. Ele pode não saber o nome da ferramenta de avaliação que busca, mas sentir necessidade de uma investigação mais minuciosa de suas dificuldades. 

Se o paciente já estiver em terapia, vale mencionar essa vontade ao psicólogo. Caso não esteja, basta buscar um profissional da saúde mental para avaliar as possibilidades.

O que é neuropsicologia?

A neuropsicologia é uma área da psicologia que estuda as relações entre o cérebro e o comportamento para compreender como os indivíduos funcionam no cotidiano e processam informações. Ela busca identificar as regiões cerebrais responsáveis pelos comportamentos dos pacientes, bem como a forma como eles internalizam estímulos variados.

A avaliação neuropsicológica é uma ferramenta bastante usada dentro dessa área. É através das possibilidades de tratamento identificadas na avaliação que os psicólogos conseguem auxiliar os pacientes na adaptação de hábitos após lesões no sistema nervoso central ou da ação de doenças debilitantes, como Parkinson e Alzheimer.

Além disso, os profissionais podem auxiliar os pacientes a minimizar sintomas de transtornos do humor, como a depressão e a bipolaridade, e da ansiedade

A neuropsicologia possui diversas aéreas de atuação, como hospitais, clínicas de reabilitação, escolas e atendimento domiciliar. Nas instituições de ensino, os profissionais dessa linha da psicologia são especialmente importantes porque podem identificar transtornos que atrapalham o aprendizado das crianças e poupá-las de sofrimentos futuros. 

Para atuar nessa área, o psicólogo pode buscar especializações em neuropsicologia clínica e se tornar um neuropsicólogo. Ele também pode continuar o atendimento psicoterapêutico regular e incluir elementos desse novo segmento em sua abordagem, assim como fazer avaliações quando necessário.  

Como escolher um psicólogo para fazer uma avaliação neuropsicológica?

O neuropsicólogo oferece muitas informações úteis para ajudar a encontrar um diagnóstico junto ao médico e a realizar um tratamento eficaz de acordo com as necessidades cognitivas de cada paciente.

Crianças com suspeita de transtornos de conduta, adultos que convivem com traumas e idosos que sofrem com determinadas patologias podem reencontrar a qualidade de vida após uma avaliação bem feita. Em outras palavras, a avaliação é capaz de aumentar muito a saúde mental e física dos pacientes em diferentes graus.

Para indivíduos que apresentam declínio cognitivo, a urgência de uma avaliação é ainda maior. Os próprios pacientes comumente não conseguem marcar uma consulta sem ajuda. Então, cabe aos familiares buscarem um profissional para realizar os testes. 

A Vittude é uma plataforma de terapia online especializada justamente em cuidar da saúde da mente (e, consequentemente, do corpo) dos brasileiros. Mais de três milhões de pessoas já foram conectadas com psicólogos para fazer terapia na modalidade online ou presencial. 

Todos os psicólogos cadastrados na plataforma são devidamente credenciados junto ao Conselho Federal de Psicologia. O atendimento é feito online (ou, caso seja do gosto do paciente, presencial de acordo com a localização) em salas virtuais onde o sigilo das informações é valorizado. 

A Vittude permite que os pacientes se conectem com profissionais especializados em neuropsicologia com mais facilidade, seja em território nacional ou internacional. 

Encontrar esse atendimento pode ser difícil devido à escassez de profissionais habilitados para fazer avaliações. Quem mora fora do Brasil, então, pode encarar ainda mais obstáculos na busca por neuropsicólogos. 

Todavia, na seção “Para Você” no site da Vittude, é possível encontrar diversos psicólogos capacitados em neuropsicologia. 

Neuropsicologia infantil

A Vittude conta com neuropsicólogos prontos para avaliar as funções cognitivas das crianças e identificar possíveis transtornos de aprendizagem. Os psicólogos treinados em neuropsicologia infantil compreendem como o cérebro delas se desenvolve, podendo indicar o prognóstico de possíveis condições. 

Pais preocupados com o desempenho escolar ou comportamento dos filhos fora do ambiente domiciliar podem buscar um psicólogo para fazer uma avaliação completa

Além de oferecer mais alívio para a família, essa ferramenta da neuropsicologia pode ajudar o psicólogo a traçar o melhor caminho para a criança aprender a lidar com os seus problemas de pensamento e de comportamento. Os professores e médicos que acompanham o quadro clínico dos pequenos também se beneficiam com as informações resultantes da avaliação neuropsicológica.

Neuropsicologia para idosos

A Vittude também possibilita o contato de pacientes idosos e seus familiares com neuropsicólogos. Com a idade avançada, diversos problemas cognitivos podem se manifestar, independente da presença de doenças ou não. Logo, fazer uma avaliação torna-se essencial para identificar as áreas do cérebro atingidas e as que permanecem intactas.

Através da análise da memória, capacidade, atenção e linguagem, o neuropsicólogo pontua se essas funcionalidades estão de acordo com a idade do idoso ou se apresentam debilidade. 

Caso os filhos notem a degradação intensa das funções acima em seus pais, não devem hesitar em buscar atendimento neuropsicológico e médico. 

Para idosos já diagnosticados com patologias que causam demência, a avaliação neuropsicológica pode aprimorar o tratamento. Ao mapear o perfil neuropsicológico da demência, o paciente idoso é acompanhado com mais qualidade.

Neuropsicologia em adultos

Embora idosos e crianças sejam as faixas etárias que mais realizam testes neuropsicológicos, os adultos também podem fazer uma avaliação se acreditarem ser necessário ou a pedido de um médico.

Para marcar uma consulta com um dos profissionais especialistas em neuropsicologia na Vittude, o passo a passo é super simples! Veja só:

  1. acesse a área de buscas da Vittude;
  2. escreva “neuropsicologia” e analise os profissionais exibidos;
  3. após escolher o neuropsicólogo que preencha as suas exigências pessoais, escolha uma data e um horário para fazer a consulta;
  4. em seguida, escolha o método de pagamento mais confortável para você;
  5. espere o dia da sua consulta!
Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkeley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade. Você também pode me seguir no Instagram @tatianaacpimenta

View Comments

  • Excelente texto. Mas houve um equívoco ao falar que psicólogo(a) não pode dar diagnóstico. Não é somente o médico que tem esse papel, psicólogo(a) pode sim estabelecer um diagnóstico, principalmente em uma avaliação psicológica/neuropsicológica.

Recent Posts

TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo – Sinais e tratamentos

O transtorno obsessivo compulsivo pode aparecer de diversas formas, e apesar de ser excessivamente usado…

19 horas ago

Como superar a morte de um pai?

Afinal, como superar a morte de um pai? Pode ser difícil lidar com o luto,…

3 dias ago

Como escolher um psicólogo? Dicas e critérios essenciais

Você sabe como escolher um psicólogo? Essa decisão pode ser difícil, mas é essencial para…

4 dias ago

Síndrome do Impostor: aprenda como superar a autossabotagem

A Síndrome do Impostor é algo comum, que pode impactar pessoas em relação ao trabalho,…

5 dias ago

Quais são os sintomas de crise de ansiedade e pânico?

Os sintomas de crise de ansiedade e pânico são similares, mas existem pequenas diferenças que…

2 semanas ago

A terapia EMDR é a melhor opção para traumas?

A terapia EMDR é uma abordagem que envolve uma reprogramação do cérebro, direcionada a trabalhar…

3 semanas ago

Já fez Terapia Online? 😉

Começar agora!