Categoria: Psicologia infantil

hiperativo

Hiperativo: 8 sinais para identificar TDAH em crianças

  |  Tempo de leitura: 8 minutos

Será que seu filho é hiperativo? Muitos pais, de brincadeira, associam a grande quantidade de energia de seus filhos pequenos à hiperatividade. Enquanto a criança está crescendo, múltiplas partes de seu corpo estão se desenvolvendo. A habilidade de administrar emoções é apenas adquirida por completo por volta dos 12 anos e, ainda assim, a criança entra na adolescência com dificuldade para entender o que sente. Por isso, crianças costumam apresentar comportamentos inusitados que ora causam boas gargalhadas nos mais velhos. Mas será que você consegue distinguir o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) da vivacidade natural das crianças? Os sintomas não se limitam apenas a hiperatividade. Há outros fatores que devem estar presentes para resultar em um diagnóstico. O que é TDAH? O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade é um transtorno neurobiológico caracterizado pela desatenção extrema, desorganização, comportamento impulsivo, inquietude, entre outros. Geralmente, os sintomas se...

Continue lendo
hiperatividade

Hiperatividade: como saber se seu filho é hiperativo?

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A hiperatividade em crianças é uma preocupação de muitos pais e educadores na sociedade moderna. Além de comprometer a vida escolar e a sociabilidade da criança, podendo levar ao bullying por parte dos colegas de turma, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) pode persistir até a adolescência e a vida adulta. Segundo estudos da Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), cerca de 75% das crianças com o transtorno se tornam adolescentes com TDAH. Destes, aproximadamente 50% seguirão para a vida adulta com sintomas de TDAH. Apenas no Brasil, o TDAH atinge cerca de 2 milhões de adultos, segundo dados da Organização Mundial da Saúde. Esses números indicam a necessidade de um diagnóstico logo nos primeiros anos de vida da criança. Quando este é feito tardiamente, a pessoa passa por diversas dificuldades até descobrir que existe solução para a desatenção e a agitação extrema. O que é...

Continue lendo
ludoterapia

Ludoterapia: a psicoterapia através do brincar

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A ludoterapia é a psicoterapia voltada para o tratamento psicológico de crianças. A principal ferramenta dessa abordagem é a brincadeira. É através do ato de brincar que o psicólogo tem acesso ao mundo interior da criança e consegue ajudá-la a superar os desafios que a afligem.  Com jovens e adultos, é possível aplicar técnicas terapêuticas diretas e de ligeiro confronto de ideias e crenças para estimular insights ou outras formas de pensar. Já com as crianças, foi preciso desenvolver um método correspondente as suas capacidades cognitivas. Os próprios pais e familiares já conseguem observar como é difícil conversar logicamente com as crianças sobre o que as aborrecem. Por se expressarem de maneira única, suas atitudes são mal interpretadas e, muitas vezes, silenciadas pelos adultos. Esta abordagem surgiu para possibilitar a análise comportamental das crianças por meio de uma linguagem que conseguem entender e replicar: o lúdico. O início da ludoterapia...

Continue lendo
Dislexia 37 sinais comuns

Dislexia: sintomas, diagnóstico, tratamento e impactos no aprendizado

  |  Tempo de leitura: 10 minutos

Dislexia é uma transtorno específico de aprendizagem, de origem neurobiológica. Trata-se de um conjunto de sintomas, que resultam em pessoas com dificuldades com habilidades específicas de linguagem, particularmente a leitura. A dislexia é caracterizada por uma dificuldade no reconhecimento preciso e/ou fluente da palavra, na habilidade de decodificação e em soletração. Sintomas da dislexia Os sinais de dislexia variam dependendo da idade. Se o seu filho tem um ou dois sinais, isso não significa que ele ou ela tem dislexia, mas ter vários dos sinais listados abaixo pode significar que seu filho deve ser avaliado por um profissional especializado. A fase das primeiras palavras de uma criança é uma alegria na família: é encantador vê-la começando a se comunicar. Geralmente o pequeno pronuncia suas primeiras palavras por volta de um ano e as primeiras frases por volta de um ano e meio a dois anos. Um atraso na fala deve...

Continue lendo
problemas psicológicos

13 sintomas de problemas psicológicos em crianças

  |  Tempo de leitura: 9 minutos

A maioria dos pais tem um desejo instantâneo de proteger seus filhos, porém, isso pode acarretar em problemas psicológicos em crianças. É natural que um pai cuide das necessidades dos filhos: se uma erupção inexplicável aparece, vamos ao médico. Se a febre aumenta, vamos ao médico. Se um osso parece ferido, vamos o médico. Feridas visíveis são relativamente fáceis de reconhecer. É diferente quando uma criança começa a ter problemas na escola ou com amigos, ou quando ela não coopera e tem explosões de raiva inexplicáveis. Tais ocorrências muitas vezes deixam os pais confusos e inseguros sobre o que fazer. Quase uma em cada cinco crianças é afetada por um distúrbio emocional ou comportamental. Você pode reconhecer que algo não está certo, mas o que é ou o que fazer permanece um mistério.

Continue lendo

Simsimi: um app que pode prejudicar a saúde mental dos seus filhos

  |  Tempo de leitura: 6 minutos

Desenvolvido pela empresa SimSimi Inc., o aplicativo SimSimi tem causado preocupação nos pais de crianças e adolescentes no Brasil. De acordo com relatos, o programa expõe os usuários a conteúdos inadequados. Disponível para os sistemas Android, IOS e também pelo computador, o objetivo do aplicativo SimSimi é simular uma conversa entre o usuário e um personagem virtual. Na descrição do software, os desenvolvedores destacam que o aplicativo representa uma aplicação de inteligência artificial. Essa é capaz de manter diálogos amigáveis, complexos e com linguagem elaborada. Porém, as informações que estão se espalhando nas redes sociais e em grupos de Whatsapp expõem uma realidade diferente. Há relatos de que o aplicativo realiza afirmações em tons ameaçadores, faz xingamentos, propostas sexuais e em alguns casos, utiliza-se de falas que podem gerar desconforto emocional ao usuário. Resolvemos averiguar pessoalmente os recursos do aplicativo para identificar seu funcionamento. Verificamos que mesmo quando o aplicativo...

Continue lendo