Psicologia online mulher falando com psicóloga pela internet

Psicologia Online: tudo que você precisa saber sobre terapia pela internet

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

Psicologia online é um tema que vem sendo discutido amplamente no Brasil e no mundo. No entanto, não é de hoje que encontros à distância são realizados entre psicólogos e seus paicentes. Há 50 anos surgia a internet e era enviado o primeiro email da história. De lá pra cá, muita tecnologia foi empregada nas comunicações, possibilitando às pessoas terem acesso aos mais variados serviços e produtos somente com alguns cliques ou toques numa tela de celular.

E assim, como quase tudo que vemos hoje, psicólogos também passaram a utilizar a internet como ferramenta para ampliar sua atuação, oferecendo a possibilidade do atendimento terapêutico através da psicologia online.

Ainda bastante recente no Brasil, o atendimento psicológico através da internet já havia sido regulamentado em outros países, como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Austrália.

Psicologia online é autorizada no Brasil?

Por aqui, uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) publicada em 2012 (Resolução CFP nº11/2012), passou a reconhecer uma modalidade conhecida como Orientação Psicológica Online. Em maio de 2018, uma nova resolução foi publicada, alterando a anterior, reconhecendo o termo terapia online e ampliando as possibilidades de oferta do serviço de atendimento de psicologia online.

As principais mudanças a partir da Resolução CFP nº11/2018 foram quanto a limitação do número de sessões, que agora não existe mais, e a exigência da vinculação do psicólogo a um site para cadastramento e autorização junto ao CFP.

O reconhecimento formal do Conselho endossa a importância e necessidade da terapia online, diante de um cenário em que não se pode mais negar o quão fundamental é a internet para a vida das pessoas, nas mais variadas áreas.

Neste artigo, vamos apresentar os principais benefícios da psicologia online e como ela pode atuar de forma significante na saúde mental e na mudança de vida de quem busca por atendimento terapêutico.

Terapia online vs. presencial: qual a diferença?

Quando nos referimos à psicologia online, falamos de forma mais abrangente, com tudo que inclui um atendimento remoto: emails, mensagens de textos, áudios e também as sessões por chamada de vídeo.

No entanto, sabemos que, ao tratar diretamente com o psicólogo, há uma troca entre o paciente e o profissional que alguns recursos virtuais não permitem. Numa sessão de terapia, muitos fatores são analisados, e entre eles estão as expressões faciais, o tom de voz, os gestos… E, apesar de serem muito úteis para orientação, apoio e controle, as mensagens de texto e emails não permitem esse nível de interação.

Contudo, as sessões de terapia online feitas por chamadas de vídeo são, basicamente, iguais as presenciais, desde que alguns critérios sejam cumpridos, tanto pelo psicólogo quanto pelo paciente.

Um local tranquilo, sem barulho ou interferências externas e onde haja privacidade, é o ideal para realizar o atendimento virtual. O paciente que opta pela terapia online deve estar ciente de que também necessita de uma conexão com a internet de qualidade para que não haja travamentos ou interrupções frequentes durante a sessão.

Todavia, o profissional que escolhe atuar na psicologia online também precisa se adequar às necessidades que surgem a partir daí. Assim como no consultório, o atendimento através da internet deve ser feito num lugar confortável, sem interferências e com total privacidade.

Por isso, ao optar pelo tratamento psicológico online, é fundamental pesquisar muito, a fim de encontrar profissionais que estejam familiarizados com esse tipo de atendimento e que possuam autorização do Conselho Federal de Psicologia para atuar dessa forma.

E o melhor jeito de garantir isso, é escolher sites e plataformas como a Vittude, especialista em conectar psicólogos e pessoas que buscam tratamento de saúde mental através da internet.

Psicologia online: benefícios do atendimento virtual

Como podemos observar, não existe uma diferença significativa entre terapia online e terapia presencial no que se refere à dinâmica do atendimento.

Mas é fato que a psicologia online, ao fazer uso dos recursos que a internet oferece, apresenta muitas vantagens em relação ao modo convencional de tratamento terapêutico.

Destacamos a seguir os principais benefícios e vantagens de escolher a terapia online. Confira:

Tempo

O tempo – ou a falta dele – é um dos fatores que mais influenciam na escolha pela terapia online. Quase todo mundo tem um dia a dia corrido, trabalha de oito a dez horas, isso sem contar aqueles que trabalham e estudam. E ainda tem família, filhos… Enfim, muita coisa pra dar conta e as 24 horas do dia são insuficientes.

Mas a terapia é necessária, é um tratamento indispensável, que você não pode mais adiar, mas não encontra tempo para encaixar as sessões na sua agenda? Bom, a psicologia online está aí pra isso: para que a falta de tempo não seja uma desculpa ou empecilho.

O paciente pode optar por realizar a sessão no trabalho, caso disponha de um local adequado e de, pelo menos, uma hora livre. Também pode fazer isso em casa, no fim do dia, entre uma tarefa doméstica e outra.

Assim, a terapia online poupa o tempo de deslocamento até o consultório e permite maior flexibilidade de horários pra quem tem uma rotina muito atribulada.

Custo

Em geral, as sessões de terapia online apresentam um valor menor que o atendimento presencial no consultório. Vale ressaltar que o menor custo não significa diferença na qualidade do atendimento ou qualificação do psicólogo, muito pelo contrário. Porém, no momento em que a tecnologia permite que as barreiras geográficas sejam vencidas, torna-se possível que uma pessoa possa encontrar profissionais altamente capacitados em cidades onde o custo de vida menor permita a cobrança de valores mais acessíveis.

Portanto, escolher essa modalidade também pode ser vantajoso financeiramente, uma vez que os valores são mais acessíveis e não há gastos com transporte para deslocamento até a clínica.

Comodidade e conforto

Muitas pessoas relutam em procurar ajuda e tratamento psicológico por não se sentirem confortáveis num ambiente estranho, falando de seus problemas e suas questões frente a frente com alguém.

No entanto, por estarem acostumadas com a tecnologia e as relações virtuais, muita gente se sente mais à vontade nesse ambiente virtual e a psicologia online favorece o acesso ao tratamento para quem é mais retraído e tímido pessoalmente.

Isso sem contar que um local mais familiar – seja a casa ou escritório – também faz com que o paciente se sinta mais relaxado e seguro, o que facilita bastante o diálogo, principalmente durante as primeiras sessões.

Outra questão relacionada à comodidade é quanto às viagens. Pacientes que costumam viajar muito à trabalho e não tem uma rotina regrada, com horários e localização fixos, podem se beneficiar da psicologia online, fazendo sua terapia pela internet.

E isso também vale para quem vai viajar de férias ou fazer um intercâmbio, por exemplo. Ao ficar um tempo maior longe de casa, o paciente pode combinar de realizar alguns atendimentos à distância, caso seu tratamento seja presencial, ou mesmo iniciar pela terapia online, já prevendo esse afastamento temporário, para que o tratamento não seja interrompido.

De todo modo, a psicologia online surge como uma facilitadora e beneficiadora da saúde mental, ampliando o acesso à terapia, dinamizando os atendimentos e proporcionando mais qualidade de vida para as pessoas.

Se você gostou desse artigo, veja também as 5 razões para falar com um psicólogo online.

Outros artigos que podem interessar:

Tripofobia: o medo excessivo de padrões geométricos

Nomofobia: o vício em celular pode prejudicar sua saúde

Simsimi: um app que pode prejudicar a saúde mental dos seus filhos

Depressão profunda: como lidar com a doença?

Tatiana Pimenta

CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. Cursou The Science of Happiness pela University of California, Berkley. É maratonista e praticante de Mindfulness. Encontrou na corrida de rua e na meditação fontes de disciplina, foco, felicidade e produtividade.