Trabalho remoto

Trabalho remoto: como aumentar a produtividade?

  |  Tempo de leitura: 12 minutos

O trabalho remoto é uma prática que permite que os colaboradores de uma empresa trabalhem em casa ou de qualquer outro lugar. Em tempos de tecnologia avançada, muitas já são as empresas que adotam a prática no dia a dia.

Mesmo assim, ainda há uma parcela de profissionais que enxergam o trabalho remoto como a perda de controle sobre o funcionário. No entanto, trabalhar no escritório não significa trabalhar mais ou melhor. Pelo contrário!

A quarentena pela qual o Brasil está passando por conta da pandemia de COVID-19 está transformando o cenário de trabalho das empresas, pois para evitar o contato entre as pessoas, é preciso adotar o home office.

Cupom Quarentena

Dessa forma, até quem não era adepto está achando a possibilidade interessante, já que é uma maneira de impedir que as empresas parem completamente e, ao mesmo tempo, colaborar com a saúde das pessoas.

Enquanto para alguns o trabalho remoto já faz parte da realidade, outros sofrem para se adaptar. Afinal, como aumentar a produtividade e evitar distrações? Essa é uma pergunta que muitas pessoas estão se fazendo nas últimas semanas e este artigo tem como objetivo te ajudar a respondê-la!

O que é trabalho remoto?

Trabalho remoto é a possibilidade de trabalhar fora do escritório, ou seja, fora do ambiente corporativo. De uma maneira geral, se trata de trabalhar de qualquer lugar do mundo. Muita gente já busca um dia a dia mais flexível, no entanto, não são todas as funções que se adaptam ao modelo de trabalho à distância.

Quando a posição exige muito a presença física do profissional pode acabar não sendo tão vantajoso este modelo, mas não há como negar que há diversos benefícios de adotar o trabalho remoto na sua empresa (independentemente da pandemia de coronavírus).

Quais são os benefícios do trabalho remoto?

1. Produtividade

O primeiro ponto que muitas pesquisas já levantaram é que trabalhar fora do ambiente corporativo não necessariamente afeta a produtividade, pelo contrário.

Um estudo realizado pela Society for Human Resource Management revelou que 68% dos profissionais de RH acreditam que ir para o escritório apenas para estar presente diminui a produtividade das organizações.

Já um estudo americano feito pela plataforma de emprego Airtasker apontou que da amostra estudada, 50% é adepto ao trabalho remoto e estas pessoas são, em média, 10 minutos mais produtivas por dia do que profissionais alocados no escritório.

Além disso, os colaboradores remotos trabalham 1,4 dias a mais por mês do que aqueles que não trabalham em regime remoto, o que resulta em mais de três semanas de trabalho por ano.

Manual Diário da Quarentena

2. Atração e retenção de talentos

A alta competitividade entre as empresas para buscar os melhores profissionais pode tornar o processo de atração mais complexo e difícil.

No entanto, ao estabelecer uma política clara de trabalho remoto na empresa, se torna viável encontrar profissionais que trabalhem apenas a distância, mas que são muito bons e gostariam de fazer parte da organização. Dessa forma, portanto, o leque de opções de talentos é ampliado.

Além disso, como o home office é o desejo de muitas pessoas, este também pode se tornar um diferencial interessante. Mesmo quem não gosta de trabalhar 100% remoto pode se interessar por este benefício de vez em quando, portanto, pode se tornar um atrativo da empresa.

3. Redução de custos

Um colaborador resulta em diversos custos para uma empresa. A prática do trabalho remoto também é benéfica para a empresa neste sentido, pois alguns custos são reduzidos.

Um ótimo exemplo é a questão do espaço físico (se todos trabalham remotamente, este espaço nem precisa existir) e dos gastos relacionados, como água e luz.

Por outro lado, o próprio  funcionário também reduz os seus custos, como por exemplo, no que diz respeito à locomoção e alimentação.

4. Qualidade de vida

Para muitas pessoas o trabalho remoto é sinônimo de qualidade de vida. A possibilidade de equilibrar tarefas profissionais e pessoais ao longo do dia pode ser um grande benefício.

Poder fazer pausas maiores durante o dia, levar os filhos para a escola, praticar esporte na hora do almoço e trabalhar no conforto de casa são alguns dos fatores que influenciam a qualidade de vida.

Além disso, muita gente acaba perdendo de 2 a 3 horas ou mais na locomoção até o escritório. Quando isso não acontece, podem até dormir um pouco mais, o que é benéfico para a saúde também.

Como elevar a produtividade durante o trabalho remoto?

Uma pesquisa realizada pela Betania Tanure Associados (BTA) apontou que 43% das empresas estão adotando o home office por conta do coronavírus. Entre os principais desafios, mais de 60% das empresas afirmam que está a “adaptação das atividades presenciais para virtuais” e “45% apontam o gerenciamento de pessoas” como maior dificuldade.

Com tantos desafios pela frente, preparamos algumas dicas importantes para te ajudar a se adaptar ao trabalho remoto.

1. Use a Técnica do Pomodoro

A técnica Pomodoro não funciona apenas para que trabalha em home office, podendo ser aplicada em diversas situações. De qualquer forma, esta ferramenta pode ajudar a aumentar a sua produtividade e aprimorar a sua habilidade de gerenciar o tempo.

Desenvolvida no final dos anos 1980 por um universitário italiano que tinha como objetivo aumentar a sua produtividade durante os anos na universidade. Na época, ele utilizava um timer de cozinha para se organizar, o qual ele girava por 25 minutos. Neste tempo ele se concentrada totalmente em suas tarefas, sem nenhuma interrupção e depois fazia um breve intervalo.

Hoje, existem alguns aplicativos que podem te ajudar a colocar a técnica em prática ou é possível usar o cronômetro do celular também. A técnica Pomodoro é pautada na ideia de que ao dividir o fluxo de trabalho em blocos de concentração é possível estimular o foco.

A primeira coisa a se fazer é uma lista de tarefas que devem ser realizadas durante o dia. Em seguida, divida o seu tempo em períodos de 25 minutos e trabalhe com foco total durante esses momentos.

Após os primeiros 25 minutos, analise o status das tarefas e faça um intervalo de 5 minutos. Este é o momento de distrair a mente e não fazer nada relacionado à tarefa que está sendo executada.

Além disso, a cada quatro ciclos você deve realizar um intervalo maior, de 15 a 30 minutos. O ideal, apesar das indicações, é encontrar os tempos de pausa que façam mais sentido para você — o importante é que as pausas aconteçam pois irão aumentar a agilidade mental. 

Aproveite o trabalho remoto e use os intervalos para fazer o que nem sempre é possível fazer no escritório, como um bom alongamento, meditar etc.

2. Saiba em quais horários você trabalha melhor

Ter esse tipo de consciência pode ser muito útil para o trabalho remoto, pois ao detectar o momento do dia em que você é mais produtivo você utiliza este tempo de maneira inteligente.

Isso quer dizer que os horários de maior produtividade devem ser destinados às tarefas mais complexas e que exigem maior atenção. Dessa forma, tudo o que forem tarefas mais mecânicas podem ser realizadas quando você está com os níveis de energia mais baixos.

Além disso, ao conhecer os horários em que você trabalha melhor, fica mais fácil também criar uma rotina, item que iremos entrar em detalhes na sequência.

3. Crie uma rotina durante o trabalho remoto

Só porque você está trabalhando fora do escritório não significa que deva deixar de ter uma rotina. Ao criar hábitos diários, você aumenta também os níveis de produtividade e evita procrastinação.

Não faça do trabalho remoto uma desculpa para ficar o dia todo de pijamas jogado na cama, todo torto. Aproveite o fato de que não precisa perder tempo com deslocamento para realizar atividades que gosta, como por exemplo, praticar algum esporte.

Criar uma rotina pode parecer complicado no começo, afinal, durante a quarentena não podemos sair de casa, mas estabeleça quais atividades serão realizadas pela manhã, à tarde e à noite. Dessa forma, você consegue ter maior clareza sobre tudo o que precisa ser feito além das tarefas do trabalho.

Desafio das 4 semanas

4. Faça um planejamento de tarefas

Caso tenha dificuldade para se organizar, procure fazer listas de tarefas diárias. Para isso, você pode utilizar ferramentas digitais, como o Trello, ou planners físicos também.

É muito importante ficar atento às ferramentas de gestão de projetos, principalmente se o trabalho remoto for um desafio para você. Dessa forma, você facilita a visualização de tudo o que precisa fazer durante o dia, além de poder ir acompanhando o progresso das tarefas.

5. Utilize ferramentas de comunicação

Um dos pontos que pode sofrer com o trabalho remoto é a comunicação entre as equipes, portanto, é importante utilizar ferramentas como Slack e fazer video conferências para tratar de assuntos mais complexos.

Se for mais adequado, reserve um tempo determinado na sua agenda todos os dias para fazer atualização de projetos e tarefas com outros membros do time. Conforme todos forem pegando o ritmo e se acostumando com a distância, a frequência dos alinhamentos pode cair um pouco.

6. Inclua os exercícios no seu dia a dia

Em um momento em que todos nós estamos em isolamento social, evitando ao máximo sair de casa, é muito importante cuidar para que tanto saúde mental quanto física estejam em dia.

Quem mora em lugares muito pequenos, sem jardim, o ideal é apostar em treinos de Yoga ou alongamentos, que já ajudam a manter o corpo saudável. Por outro lado, se tiver mais espaço, considere fazer treinos aeróbicos e de musculação também.

O que você deve evitar de qualquer jeito é anular os exercícios físicos no seu dia a dia, pois isso pode afetar a sua produtividade. Ao realizar alguma atividade física, você se sentirá mais disposto e com certeza estará se sentindo melhor para produzir.

Encontre o melhor horário para incluir os exercícios na sua nova rotina de trabalho remoto. Pode ser uma boa forma de iniciar ou terminar o dia, pois a prática ajuda a controlar ansiedade e reduzir o estresse.

7. Crie um espaço de trabalho adequado

Uma das grandes dificuldades que as pessoas podem enfrentar durante o período de home office da quarentena é adaptar o ambiente da casa para o trabalho. Caso você não esteja acostumado a trabalhar remotamente, este pode ser um dos principais desafios, principalmente se morar com filhos e outros parentes.

Para descobrir o que te ajuda a produzir mais, o ideal é testar até encontrar o ambiente que faz mais sentido para você. Tem gente, por exemplo, que gosta de trabalhar com música, mas será que isso te atrapalha mais do que ajuda a se concentrar?

E sabia que até a temperatura interfere na sua produtividade? Evite ambientes muito abafados, que podem fazer com que você se sinta fraco. Por outro lado, se o clima estiver muito frio, isso pode aumentar o sentimento de solidão. O ideal é trabalhar em um local com a temperatura em torno de 21° Celsius.

De qualquer forma, é importante se lembrar de que é preciso criar um ambiente favorável, tranquilo e com poucas interrupções (afinal, como a técnica Pomodoro nos ensinou anteriormente, em alguns momentos você precisará ter foco total).

8. Entenda que ser produtivo não é trabalhar muitas horas

Esqueça essa história de que ser produtivo significa trabalhar muitas horas. Na verdade, ser produtivo significa fazer diversas tarefas em um tempo menor, ou seja, aproveitar melhor o seu tempo.

É importante se lembrar de que o home office não deve ser uma desculpa para trabalhar muitas horas a mais do que está acostumado. Muita gente pode acabar se deixando levar no embalo e acabar trabalhando mais de 12 horas por dia. Não faça isso, exceto em momentos específicos em que realmente for necessário.

Uma das vantagens do trabalho remoto é conseguir equilibrar melhor a vida pessoal e profissional, portanto, usufrua desta vantagem!

Ebook 24 razões

Cuide da sua saúde mental durante a quarentena

Além de todas as dicas para aumentar a produtividade durante o trabalho remoto, não se esqueça também de cuidar da sua saúde mental durante esse momento tão difícil que estamos enfrentando.

Para ter acesso a diversos conteúdos educativos, siga a Vittude no Instagram @vittude.

E, para buscar ajuda profissional durante a quarentena, acesse o site da Vittude e encontre um psicólogo para te ajudar a superar as questões de ansiedade e cuidar da sua saúde.

Bruna Cosenza

Escritora, produtora de conteúdo e LinkedIn Top Voice 2019. Autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar. É apaixonada por comportamento humano e pela relação entre corpo e mente. Escreve porque considera o conteúdo uma das ferramentas mais poderosas que existem para provocar reflexões e derrubar barreiras.